quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Aquele do "Não, repito, não adote um PET...Por favor, não adote!"

 É sério, leitores. Eu preciso pedir isso a todos aqueles que, por algum motivo não tem a certeza de que isso é o que quer fazer. Ou seja, pensa 3 vezes antes de adotar, se nas três vezes a resposta for sim, aí tudo bem, adota e seja feliz com seu PET. Seja ele um gato, um cachorro, um rato, um passarinho... até porco já tem, não é mesmo? Mas, de 3 repetições, você responder não a uma delas, então, 66% você quer um PET e se responder não a 2 delas, apenas 33% de certeza você terá!

Porque eu estou te pedindo isso?

Ora, nobres, meu pedido é tão nobre quanto sua decisão pode ser de não adotar um PET. Vamos começar abordando de uma ótica apenas minha e repito, muito apenas minha. Pois, desde que sou criança, sei dos problemas que se tornam de tempos em tempos os animais abandonados. Sim, eles são criados por um tempo por uma família feliz, tipo aquelas das propagandas de margarina, mas todo PET cresce e todo PET cria seus próprios movimentos instintivos. O dog da minha mãe, por exemplo, é um querido, mas ele faz xixi pela casa toda. Onde ele para ele deixa uma poça de mijo.

Mas voltando ao enredo, então, o PET chega na casa e é só alegrias, ele obedece ao dono, come, você leva ele para passear, fazer pipi e coco, essas coisas. Ele se acostuma no lugar e inclusive responde ao nome que você começa a chamar ele, não por inteligência, mas por instinto. Lembre-se que, naturalmente, ele foi programado para viver na natureza, quando muito, em bandos. Não podemos tapar esse sol com uma peneira furada, afinal de contas, domesticar um animal significa retirá-lo de seu habitat natural (mesmo ele não tendo consciência e muito menos ter pedido isso) e levar ele para conviver com uma outra espécie - você.

Nesse processo, hoje muito menos problemático, pois já nascem em canis e criadores, eles se adaptam muito bem à ração prontinha com cheirinho de peixe, frango ou boi. Aliás, após comerem ração começaram a sofrer de doenças modernas PET, mas isso fica para um outro dia.

Então, hoje vi uma matéria de um jornal que tinha o vídeo de um motorista ou Tutor que abandonou o cachorrinho. Ah, eu até sinto pena, mas no brasil se nem goleiro assassino fica muito tempo preso ou então, mata-se o pai e mãe e sai nos natais, como então punir alguém que deveria ter feito essa pergunta 3 vezes e após 3 respostas decidisse?

Ter PET é lindo, fofo, mas custa uma puta grana, de veterinário, Petshop, alguns com banho e tosa, ração especial não sei do que...,Ahhhhh

Não adote, a não ser que tenha realmente saco para isso.

Eu não tenho mais!

#abraçoLG

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Aquele do "Ontem era, hoje não é mais!!!"

 Olá... Visse, ontem o texto era da retrospectiva, hoje não é mais. Hoje já estamos em 2021, a pandemia não acabou e eu desejo que todos aqueles que não cumpriram o isolamento social, que postaram fotinhos em redes sociais em aglomerações e encontros sociais, paguem o preço da infecção pela covid, e se possível com a vida! Sorry, não sou hipócrita e minha hipocrisia vai ficar ainda menor.

Então, vamos lá:

- que nesse ano novo, você possa ser mais sincero e menos babaca, que use menos plástico e que seja mais consciente em seu consumo;

- que você, caso for, deixe de chamar feijão com tofu e essas merdas vegetariveganas de feijoada vegetariana/vegana;

- que você, cuide de sua saúde e cuide da saúde do seu próximo, sim, não visite pais, parentes ou qualquer pessoa que possa morrer com covid, se você for babaca o suficiente de não conseguir ficar isolado nesse tempo;

- que você, possa ajudar seu próximo sem esperar nada em troca, tá, nem sempre podemos fazer isso;

- e finalmente, se você quiser ser o que é, assuma e não crie caso, você tem todo o direito de ser o que você quiser.

Se você morar em Curitiba, não esqueça que nessa cidade babaca, um punhado de bichinho de estimação vale muito mais do que a população. Por isso, se proíbe fogos de artifício em benefício de uns cachorrinhos de madame ao bem estar coletivo. Essa lei, felizmente teve quem descumpriu, pena que o show foi pequeno, mas ainda foi!

Espero que 2021 seja um ano das pessoas e não das minorias. Quero ver nossos político lutarem por todos e não pelos pequenos grupos, sejam eles raciais, religiosos, genéricos e afins. Afinal, não me importa qual sua cor, sua religião ou seu gênero, me importa que você pague seu imposto, que você tenha seu trabalho e que, numa eventual disputa por um emprego (hoje estou desempregado), você seja considerado meu igual e não alguém que merece mais do que eu. Sim, eu estudei, eu tive que começar do zero.

Que nesse ano de 2021, o mundo possa começar, lentamente, a ser melhor para todos. Afinal de contas, apenas no Brasil são quase 200 mil mortos, dentre os quais, muitos escolheram e para esses, foi bem feito. Os que não escolheram, lamento muito, mas acontece.

Eu, em 2021 continuarei sendo esse LG que alguns conhecem:

- sim, uso o carro;

- sim, evito comprar e usar plásticos, prefiro vidro, alumínio, qualquer coisa reciclável, reutilizável;

- sim, sou ATEU e ninguém a não ser deus em pessoa me convenceria do contrário;

- sim, sou contra cotas, sou contra o politicamente correto, piada para mim, tem que ser livre de amarras;

- sim, acho bullyng uma das idiotices modernas, eu fui vítima de bullyng e isso foi muito positivo para mim;

- sim, sou contra religiões em geral, mas sou mais contra os mórmons;

Enfim, 2021 pelo visto será muito, mas muito intenso mesmo!

Vivamos para ver, ou, se não der, por favor, lembrem minha família que quero ser cremado sem doar qualquer órgão meu, afinal, difícil saber se quem receberia merece mesmo, né?

#abraçoLG

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Aquele do ou da "Retrospectiva 2020"

 Sim, hoje é 31 de dezembro de 2020. Não importa a hora que estou escrevendo mas importa o que estou escrevendo. Fazem 2020 anos que começamos a contar o tempo através desse calendário. Já comemoramos o nascimento daquele tal de cristo, que muito acreditam ser o filho de deus, mas que ao mesmo tempo é nosso irmão e a coisa bagunçou. Enfim, vamos lá!

O ano até que começou bem, mas em questão de 3 meses, desandou a maionese. Sim, tivemos a chegada da Covid-19 no Brasil, e com ela, aquele circo dos horrores, os quais vou relatar do meu ponto de vista e se ele não for igual o seu, perdoe-me mas não preciso necessariamente concordar com você.

A primeira bizarrice a qual vou relatar é que, da noite para o dia o braziuuuuuu parou. Tudo fechou, ficamos quase 1 mês em casa. Houve uma corrida atrás de álcool em gel (alguém ficou muito rico com isso), máscaras, luvas (mais alguém ficou muito rico), auxílio emergencial do governos e os golpes inerentes ao povo brasileiro, sim, sempre é assim. Eu mesmo conheço dono de estabelecimento comercial que conseguiu esse auxílio.

Covid-19 e caos instalado, surge no brasil algo inédito e mais nefasto que q própria Covid-19: o consórcio de comunicação para a Covid-19, no qual se unem os maiores e mais mentirosos veículos de comunicação, nos quais trabalham profissionais que tem a capacidade de dizer que um vírus tem vida. Ou seja, dá para perceber o nível de inteligência e capacidade cognitiva de um ser que diz que um vírus tem vida. Hahaha ele não tem a capacidade de saber a diferença entre vírus e bactéria. Vergonha de ter um diploma dessa categoria!

Essa mesma mídia golpista que ajudou a prender lula, derrubar dilma agora quer derrubar bolsonaro. E que consigam mesmo.

Muitos, mas muitos empregos mesmo foram cancelados. Fomos obrigados a trabalhar em casa, estudar em casa, alguns a namorar por vídeo e assim foi. Novos tempos, aliás, isso um dia aconteceria de qualquer forma, só adiantamos um tempo. Aliás, me pergunto se sempre fomos tão sociais quando achamos que éramos. Just think!

O ministro da saúde, talvez o maior e melhor até hoje, caiu por discordar do chefe. Ou seja, burro ele. Depois que a primeira onda se foi, achamos que tudo poderia ser um pouco melhor, mais aí descobrimos que o brasileiro além de burro é hipócrita e que logo na primeira melhora, achou que a vida tinha voltado ao normal. Concluindo, chegamos final de 2020 com quase 200 mil mortos pela Covid-19, com o consórcio Covid-19 tornando a vida das pessoas cada vez mais difícil com suas informações erradas e por aí vai.

Igrejas perderam seu faturamento mas alguns estados como São Paulo, consideram igrejas mais importantes que escolas. Empresas micro e pequenas fecharam, médias e grande aproveitaram para fazer uma limpa e demitir a rodo, muito grandes, enfim, proporcionaram aquele home office para os funcionários. No final das contas, quem realmente ganhou no braziuuuuuu mais uma vez foram os funcionários públicos, que presencialmente quase nunca marcam ponto, ganham bem e tem cargas de trabalho bem inferiores à iniciativa privada, esses, ahhhh esses foram os primeiros a irem "trabalhar" em casa, e isso, é uma piada que não vou contar.

Mas nem só de coisa ruim foi o 2020, agora em dezembro felizmente o maior e mais moderno avião da da séria Boing 737 ou Baby Boing, o 737 Max voltou a voar depois de meses em grounding e com esse retorno, mostra-se que quando se sabe fazer algo, se faz bem feito. Estou louco para voar nesse big baby boing e poder presenciar seus motores mais silenciosos, e toda a tecnologia a nosso favor!

Então, é isso, 2020 se resumiu a isso: Covid, brasileiros de esquerda isolacionistas vs de direita cagadores, desemprego e governo que não exerga, prefeitos que ganham e mal ganham aumentam salários, acabam com vale transpobre grátis, essas coisas. 

Somos ou não somos um país de bizzarices?

Somos sim!!!

#2021

#vaiserigual

#sem_esperanças

domingo, 20 de dezembro de 2020

Aquele do "Então é natal, e o que você fez..."

 A questão básica é: quem nunca, em algum momento de sua vida, não foi obrigado a ouvir um trecho sequer da grande Simone na sua diminuta obra de musicas natalinas. Mais bizarro ainda quando chega a hora da Hiroshima, Nagasaki, que respectivamente ocorreram em 6 e 9 de agosto, tipo, tudo relacionado a natal. 

Mas ok, você já ouviu a Simone, já deve ter usado boa parte do seu 13° salário para comprar bons presentes para sua sogra, seu sogro, aquele cunhado barrigudo que sempre te pede um din-din emprestado, ah sim, o tiozão que vai fazer aquela brincadeira super legal, sim, é pavê ou pá comê? Ah, as vezes o natal até fica mais divertido com alguns bêbados discutindo, querendo arrumar a vida dos outros mas sem sequer pagar um boleto, né?

Bom, 2020 o natal promete ser ainda mais diferente dos últimos tantos que tive. Sim, menos clima de festa, menos abraços... Bastante medo do que vem por ai. Serão reuniões familiares de pessoas próximas que terei contato depois e ficarei com aquele medo quinzenal de também pegar a Covid. Sim, me desculpe, mas depois desse final de ano com as pessoas cagando para os cuidados de higiene pessoal e proteção, será apenas para que possamos chegar aos 200 mil mortos e não duvido que consigamos isso ainda em 2020.

Se eu pudesse, se desse tempo hábil, eu pediria ao papai noel, vélho gordo de guerra, que por favor não trouxesse presentes para todos aqueles que não estão fazendo o distanciamento social, não estão se cuidando e não estão dando a mínima aos outros, não apenas a si mesmo.

Diz-se das pessoas que pensam mais em si e menos nos outros: IDIOTA

ID de identidade, de individual, por isso, idiota é uma palavra que descreve um membro, até mesmo de nossa família - quem sabe, que se habilita a passar o natal em família em ano de pandemia. Sim, será a disseminação mais descontrolada desse vírus.

Estamos com as UTI lotadas, não há mais espaço para tentar salvar mais gente. Não há!

O vírus, que não tem vida, só pode passar de um corpo para o outro, ou melhor, é mais fácil para ele buscar um organismo sadio, se houver um contato mais close (próximo). Sim, um abraço, beijo no rosto, aperto de mão e dedo no olho depois... sim, beijos na boa, abraços cordiais entre cunhados, tudo isso é Close.. tudo isso é transmissão de Covid, se contar, o possível uso de talheres coletivos, nossa, vai ser o desbunde... vou adorar assistir isso em janeiro.

A minha previsão, claro, não diz respeito apenas aos outros, aos demais, eu estou com medo pois tenho minhas questões aqui, que não entrarei em contato, mas que tem um gigante potencial de transmissão, que espero estar muito errado e que nada aconteça, mas, faz parte!

Veja, esse talvez seja o ultimo texto do ano. 2020 não foi o melhor ano do DLQ, estou tentando escrever mais, mas as pautas sempre são cobertas pela grande mídia de esquerda, os famosos puxas-sacos da galerinha de esquerda, a que chama impeachment de golpe mas que aceita ficar detonando o trabalho dos que foram eleitos pelo povo.

Hoje, 20 de dezembro, quando escrevo esse, o número de mortos divulgados é do dia 19/12, e é de 186,356 mortos. Ou seja, a média de mortes diárias é de 768, nos ultimos dias, então, temos mais 7 mil pelo menos. Chegaremos então a 193 mil até dia 30, quer dizer isso se não piorar tudo como eu estou prevendo que vai acontecer.

Bom, feliz papi noel para todos. Feliz 2021 para todos!

Aliás, que pelos menos os menos ruins possam sobreviver a isso tudo!

#abraço

domingo, 13 de dezembro de 2020

Aquele do "eu me envergonho, eu tenho vergonha alheia, eu nego que sou Brasileiro, sério!!!"

 Ah, não tem como, ok? Está ficando cada vez mais difícil. Está ficando muito mais impressionante do que eu poderia imaginar quando eu tinha uns 8 anos. Veja bem, estou em isolamento social ocasionado pela horda petista desse país medíocre. Num domingo sem sol para me torrar. Uma costela de 5,5kg me espera, e estou assistindo ao "Domingo Legal", de propósito pois sei que sempre há alguma bizarrice para ver, ouvir e criticar. Além do que, eu adoro ver aqueles "tr..." que ganham 80 e tantos mil do dono da Havan mas que não sabem responder questões... Esses dias teve uma que eu não consigo mais lembrar, mas a tiazinha errou uma feia, eu ri umas 3 ou 4 horas seguidas.

Mas hoje, a coisa foi assim: uma tal de Deise, está no Domingo Legal para cantar, pois ela ficou famosa, e a qualidade vocal é inquestionável, não percam a oportunidade quando tiverem ela.

O que me chamou atenção, num país em que os músicos ficam famosos por cada motivo bizonho, enfim, sem méritos de questão, essa moça ficou famosa por despencar, escada abaixo porque estava tão bêbada, mas tão bêbada que se não fosse o vídeo que viralizou, talvez ela nem lembrasse. Filha da puta da amiga que gravou, eu realmente não chamaria mais de amiga. Ouvir ela falar que "Deus quis que ela não se machucasse fez isso como um propósito para ela", me deixa ainda mais estupefato. Tanta gente muito mais fudida e, deus para para trazer motivos para ela.

Bom, melhor não seguir mais escrevendo sobre isso pois o desânimo é muito grande. Nessas horas eu lembro da responsabilidade que é ter filho, gostaria de privar eles desse tipo de bizonhice, pois é muito, mas muita horrível essas coisas. Chamar isso de artista deve ser ainda mais injusto com aqueles que tentam desde sempre.

Se os que participam de reality show já é algo bizonho, imagine essa tia aí que caiu de bêbada. De bêbada!

O que fica pra galera? É algo meio Felipe Neto, tipo, beba, fique bebaço, caia de bêbado mas peça para uma amiga filmar, ou seja, é assim que o Brasileiro no futuro vai ser "famoso". A única coisa que me deixa feliz é que, assim como aquela que era aquele e foi aquela, esse sucesso dura 2, 3 semanas, e depois, é só participação nesses programinhas de domingo a tarde  que hoje em dia, acho que só eu assisto.

Já foram tantos cantores de 1/2 música que já nem ligo mais para isso, ainda bem!!!

Um feliz domingo a todos, se quiserem ser famosos, fica a dica: álcool (quanto mais barato melhor) + escada + amiga fia da putz... Sucesso certo!

#fui

terça-feira, 8 de dezembro de 2020

Aquele do "Você acha mesmo que é assim, tão fácil?"

 Hoje pela manhã, depois de acordar muito cedo e sair para trabalhar, precisei abastecer meu possante. Sim, são 99cv em um motor de torque alto em baixo giro, que me leva de 0-100 km/h em quase 10s, o que não é ruim para o tipo de carro, e que consome em média 10,5 km/l na cidade usando ar-condicionado, na estrada pode chegar a fazer 12 km/l mas meu pé nunca deixa.

Bom, não escrevo para tratar do carro que é 2005 mas está inteiro.

O que me leva escrever hoje é um dado do comprovante de compra. Felizmente nos últimos anos o Brasil evoluiu e muita coisa que era obscura passou a ser transparente e uma dessas coisas é o valor que pagamos de imposto sobre um produto/serviço. Sim, e para facilitar a todos, vem descrito de forma bastante didática - pena que ainda não discriminada, mas que dá pra compreender bem.

Vamos aos fatos:

Quantidade de gasolina paga: 47,15 Litros

Valos do litro: 4,299 R$ (sim, 3 casas decimais, mesmo que não exista sequer moeda de 0,01 R$ ainda assim os postos e só eles, podem operar 3 casas decimais)

Valor total da compra: 202,70 R$ - uauuuu pensamos, o dono do posto vai ficar rico!

Vai, com toda certeza ninguém está aqui nesta terra para fazer apenas caridade mas...

Destes 202,70, 28% vão diretamente aos cofres dos governo federal. Ou seja, 56,76 R$ - só isso.

Desdes mesmos 202,70, 13,44% vão direto aos cofres do governo estadual, ou seja, 27,26 R$.

Aí eu me pergunto, sério mesmo?

Sim, sério, dos 202,70 R$, 84,02 vão direto para pagar impostos. Pesado, né!

Mas porque é tão pesado assim? Corrupção? Custos? Desvios?

Bom, eu não sei ao certo mas tenho o direito de pensar a respeito. A começar pelo básico, falando de impostos estaduais, eles são usados para pagar funcionários públicos, os serviços públicos, professores, escolas, policiais, médicos e tudo mais que nós brasileiros costumamos achar que é "de graça". E tem aqueles custos injustos os quais não há o que fazer, como o valor que "merecem" nossos governantes, deputados, assessores, automóveis com gasolina paga, papel para despacho e cartas de comemoração de aniversários, essas coisas bizarras que dá até um embrulho no estômago.

Eu sei que o argumento é que eles precisam receber mas, a maior parte dos políticos tem uma vida regada a uma boa condição, e nesse caso, eu acho até mais justo que eles possam cuidar de suas vidas e deixar que escolhamos representantes que aceitem ganhar menos ou até, trabalhar em prol da caridade ao povo. Eles já terão bastante poder, poderia nos ajudar nisso né.

Os impostos federais, além do que eu já citei, são usados para bancar a saúde da galera, sim, pois é do nosso imposto que se mantém também o SUS, que é modelo no mundo afora, mas que custa dinheiros quer não podem ser fabricados, eles têm que vir de algum lugar. Então, é de se pensar que precisamos mudar algumas coisas nesse país, pois, está ficando muito caro manter tudo isso.

Um professor do estado, por exemplo, concursado, chega a ganhar 8 mil por mês, não que ele não mereça mas, porque então a inciativa privada paga 3 mil? Há uma discrepância objetiva nisso, porque?

Claro que quero que todos ganhem muito bem, mas será mesmo que ainda estamos no caminho correto?

Para pensar!

sábado, 5 de dezembro de 2020

Aquele do "Parabéns à você, que achou que tinha que votar!"

 Sim... Parabéns a você que foi um cidadão completo. Usou seu direito de se foder e pegar covid-19. Hahaha meus parabéns! Ontem, conversando com um cliente que está em home office forçado, o mesmo me relatou que a única coisa que ele fez nos últimos dias além de ficar em casa e no escritório (trabalha só ele lá), foi votar. E seu teste positivo está dentro da janela dos dias que compreender os estágios da covid, ou seja, a única e maior chance é justamente de ter pego na eleição.

Sim, esse meu cliente é daqueles que acha que votar é preciso. 

E mais, o cara está com covid e ainda me solta um "graças a deus". Ah, vá tnc, graças a deus é o caralho, afinal de contas, só no Brasil são quase 180 mil mortos, mais de 20 milhões de novos desempregados, e chega de ser babaca - politicamente correto e essas merdas.

Os esquerdinhas de bosta quiseram o isolamento social, a academia esquerdinha bloqueou o uso de qualquer remédio que pudesse ajudar e agora, que estão fora de todas as capitais, querem continuar enchendo o saco através desses canais de televisão vendidos. Bom, vamos lá, serão pelo menos uns 250 mil mortos e ainda não podemos usar os remédios, temos que ficar presos em casa porque os esquerdinhas fazem campanha de terrorismo através das televisões e rádios esquerdinhas.

Aliás, vou parar de escrever sobre isso, já cansou. Estou cansado de viver essa chatice de ter que ficar tentando não desagradar um ou desagradar outro. Quero que ambos vão para o inferno. Os direitas, que não fizeram porra nenhuma para salvar as vidas, os esquerdas que fizeram muito para matar muitos através desse isolamento de merda e quero ainda mais que privatizem todas as universidades federais, sério, pois, em plena covid, não vi nenhum trabalho sério para ajudar! E olha que meu imposto, que aliás a partir do ano que vem não pagarei mais pois estou desempregado, paga esse bando de desocupado, que pouco faz e que muito ganha!

Sério, talvez esse isolamento e esse vírus, que já devo ter em meu corpo, estão me fazendo mal pra caralho. Ou então, estou apenas meio puto, vai saber. Oficialmente, lembro como se fosse hoje, entrei em isolamento no dia 18 de março. Logo será 18 de dezembro, ainda estou vivo, os meus estão vivos e poucos são os casos que sei de pessoas próximas, mas é fato que já quase chegamos a 180 mil mortos.

Ah, chega desse assunto, agora de verdade. A tentativa serão temas leves, né, chega de porcaria! 

Chega de covid, desemprego, mortes.

Putz, havia esquecido e não dá pra deixar passar. Sabe esse paíszinho chamado Brasil, esse mesmo no qual a esquerda manda no acadêmico, os maconheiros decidem a ciência, os do "tiro" defendem os animmaizinhos, sabe, esse mesmo país que quer uma ditadura de esquerda e que já teve até golpe para isso, esse país no qual Tiradentes é mártir e Virgulino é orgulho, no qual hipócritas reverenciam Che e Lula é livre e solto, esse mesmo país, permite que 2 ônibus clandestinos, um deles matando um mundo de gente num acidente, nem sequer tinha autorização para rodar, 1 semana depois, um outro ônibus, esse despenca de uma ponte, mata 16... ao que tudo indica havia uma Liminar que permitia a dona do buzum operar. Ah, que país de merda, viu!

Que país de merda. Discutem salvar amazônia e não tem fiscal para parar um ônibus ilegal. Um país que consome tanta droga quanto gasta para combater o tráfico de drogas..

Ah, dane-se, já estraguei meu sábado pensando nisso!

#dane-se_meu_sábado


quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Aquele do "O respeito deveria ser mutuo mas, é condicional!"

 Vamos lá. Primeiro, eu não quero ter razão (nunca quero!), não quero trazer ou estimular qualquer verdade e muito menos servir de muleta ou ajudante para qualquer pessoa que possa ler esse texto. Aliás, se você chegou aqui, é por algum motivo que não exatamente algo que forcei - mas ainda assim, agradeço muito por estar aqui, lendo essas palavras.

Não faz muito tempo, escrevi um texto no qual eu descrevo minha visão sobre o que é comum chamarem de "esquerda brasileira". Sim, existem alguns partidos que se colocam exatamente nesse posicionalmente e eles tem algumas características governamentais bastante peculiares, e não estou "achando" nada, apenas analisando como cidadão e jornalista que sou, o que vi acontecer nos últimos anos e que esses partidos eventualmente (ufa - apenas eventualmente) estiveram no governo.

O que se chama de esquerda no brasil, eu chamo de partidos do "sou do contra" a tudo, menos ao meu pensamento. Ou seja, eles nunca escutam nada nem ninguém que não seja um dos líderes de cabeça de partido. Sim, é mais ou menos como os mórmons - não adianta dizer que pode ser diferente, eles vivem num mundinho tão medíocre que só acreditam naquilo. Sim, já fui mórmon e pude ver vida fora do fanatismo mórmon.

Então, eis que a maior cidade do país está prestes a ser governada mais uma vez pelo lado sedutor da força. Sim, se você leu meu texto anterior saberá do que estou escrevendo mas se não leu, a ideia é que, o lado "esquerdo" da história, é algo extremamente sedutor. Sim, ele seduz com promessas que nunca serão cumpridas. Ele seduz com movimentos que não atingem sequer o senso comum. Ele seduz com ações populistas que só ajudam uma parte da sociedade - lembrando que, a sociedade deveria ser conduzida para algo mais igual e menos separatista. Alias, separar para lados opostos é exatamente parte do processo de sedução desses partidos.

Mas ok, cada um faz o que quer e claro, cada povo tem o governo que merece, assim se dá a democracia, não é mesmo? É... No Brasil, mais ou menos!

Porque eu questiono a democracia brasileira?

Hum, dividamos em duas partes:

- conceito de democracia: este ok, acreditamos nesse sonho e usamos todas as ferramentas para eles, ou seja, usamos o voto como poder cidadão de escolha, usamos os 3 poderes independentes entre si e por aí vai.

- prática da democracia no brasil: mesmo com mais de 30 partidos, escolha entre 2 ou 3. Um sempre será o matador de pessoas e o outro o salvador. Um sempre vai defender A e outro B. E como assinar embaixo uma democracia na qual, as mazelas sociais são fatores determinantes para a escolha de candidato A, B ou C? Como considerar a democracia numa nação de mais de 208 milhões de habitantes, mais de 100 milhões de eleitores e destes números uma boa parte que passa fome e se vende por necessidade por migalhas?

Sim, sim, sim, não me venha com essa de democracia. O que acontece é que o povo precisa, e quando precisa, acaba escolhendo pelo amor e não pela razão. É como o marido que escolhe a amante, deixando a razão de lado e vivendo aquele amor, aquela paixão momentânea. Em alguns casos, ele se arrepende, mas aí, eu sempre torço que seja tarde demais!

Estamos prestes, e não duvido disso, a assistir a ascensão de mais um partido da "esquerda" na maior cidade, maior capital, enfim, na maior economia municipal, quiçá da América Latina. Sério, eu agradeço todos os dias ao povo do sul, que tem consciência e pode eleger qualquer lixo, mas não esse lado.

Felizmente aqui, nem segundo turno teremos. 

Lá, a escolha será feita por eles. Gostaria muito que, de qualquer forma, nossa fronteira fosse fechada e os cidadãos de lá não pudessem correr para cá, quando o circo começar e pegar fogo. E vai pegar.

O que está em cheque não é apenas a questão partidária. O que está em cheque é todo um novo desenho social, no qual, discordar não é apenas o seu direito, mas sim, uma grande ofensa. Eles não sabem ouvir um não como resposta. Com eles, não há diálogo, e sim, um monólogo, do qual, ou você participa e angaria mais ovelhas para o rebanho, ou cai fora e assiste calado a tudo que vier. 

Aqui no Paraná, o ultimo governo dessa linha fez coisas extraordinárias: distribui leite para deus e o mundo com dinheiro dos impostos, tirou a conta de luz de uma zilhão de pessoas a critério populista, afrouxou o combate ao crime, os número eram muito maiores e a conta demorou a ser paga... Ele andava de cavalo, cavalgando na confiança dos que nele votaram, mas ainda assim, tentando tornar os seres pensantes e meros cordeirinhos. E muitos, se tornaram.

As perdas serão muitas. Infelizmente, isso fará parte do jogo e apenas quando já foi meio tarde, eles vão acordar para isso.

Quem conhece sua história, não está mais condenado a repeti-la. Nesse caso, seduzidos por cantores, atores e uma classe de influenciadores, vão cometer mais uma vez o mesmo erro.

Fica a pergunta minha: falta de conhecimento ou excesso de confiança?


#abraçodoLG 

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Aquele do "Que culpa tenho eu, oh jubiloso deux?"

Essa pergunta não sai mais da minha cabeça. Quando naturalmente eu faço alguma merda, e faço as vezes, eu tenho como costume assumir o que eu fiz. E assim, vou seguindo. Mas, tem coisas que hoje em dia me fazem eu me sentir o maior culpado mas que na verdade, eu não sei ao certo como lidar com essas situações em geral. Vamos lá? Prepara a vara verde pois acho que, a partir desse texto, devo apanhar muito. Mas não me importo não, pode bater à vontade!

É uma questão bastante importante para mim!

Vamos lá, que culpa tenho eu se, por algum motivo os índios foram massacrados, dizimados, maltratados, mortos ou qualquer outra coisa assim? Eu nasci em 1977 e desde então, eu não me lembro de ter feito qualquer coisa ruim para qualquer índio. Nunca cometi qualquer ato que sequer pudesse prejudicar um índio. Eu tenho respeito por eles, quero que eles tenham tudo que devem ter, e sejam respeitados por todos nós. Mas, não me culpe se tudo não foi assim como deveria ser. Infelizmente nem sempre é!

Mais ainda, porque preciso me sentir culpado por todas as dores do mundo?

Sim, eu nunca escravizei ninguém, eu nunca sequer destratei qualquer pessoa por sua cor, por sua crença, por seu status social ou qualificação, não, isso nunca passou por minha cabeça, isso nunca foi aceito por minha pessoa. Eu sei que tem gente que faz isso mas essas pessoas precisam ser punidas severamente. Eu não!

Eu não preciso me sentir culpado por isso tudo. Eu simplesmente fico meio chateado com essa situação que me fazem passar como se eu fizesse parte de um mundo a parte o qual só sabe ser racista, discriminador, sociopata, homofóbico, essas coisas.

Agora, todos querem me obrigar a andar, sentar, comer, falar, rezar e todos os outros verbos do meu dia a dia de acordo com uma cartilha escrita por quem? Sério mesmo? Pegue o código penal e qualquer outra lei brasileira e você descobrirá que este cara que escreve aqui, a única coisa que ele faz e pode ser um crime ou uma contravenção, de acordo com o "tamanho", é dirigir acima do limite de velocidade numa estrada, quando posso ainda, nunca o faço de forma idiota, colocando a vida de outras pessoas em perigo.

Quem me conhece sabe ainda mais o que estou falando, quem não me conhece e quiser, é só chamar, para uma bera ou para um churras, só não me chame para ir na igreja, eu respeito que você vá, mas eu não vou.

Eu, literalmente respeito tudo, respeito raças, respeitos escolhas, respeito religiões. Mas, não sou obrigado a sair dizendo que acho tudo bonito. Eu respeito todos os que tem escolhas sexuais diferentes das minhas, mas nem por isso saio elogiando. Ser neutro não basta? Vão à merda!

Eu respeito todas as religiões, mas não vou sair dizendo que elas são boas. Ser neutro, não basta? Vão à merda!

 Eu respeito todos os lados partidários. Ser neutro, não basta? Vão, mais uma vez à merda!

Sim, resumindo: eu sou ateu, alto, magro, branco, heterossexual, privilegiado por ter estudado... O que mais devo me arrepender de ter conseguido/feito/me tornado?

Afinal, se então eu preciso ser o que vocês querem, porque vocês eventualmente não pagam minhas contas e meus boletos? Por qual motivo e tenho que ser igual a você se eu não concordo com você? Não concordar não significa que vou te desrespeitar, e sim, que não concordo. 

O mundo deveria ser feito dessas diferenças, que são saudáveis e não desse esquerda-direita que vem tomando conta de tudo. Não posso mais contar piadas, não posso mais contar histórias, não posso mais conversar com alguém sem ter que me preocupar se é bolsomínio ou lulopetista. Pois cada um desses é trouxa o suficiente para permitir que a razão dê lugar ao estereótipo mais imbecil do ser humano: a raiva e a desinteligência.

Enfim, não consigo mais ser o hipócrita que eu sempre fui. Quero sim que todas as religiões acabem, quero sim que o partido dos trabalhadores morra e que todos aqueles extremistas de esquerda vão com ele, quero sim que todas as escolas nas quais os professores interferem na formação sexual/política/social seja extintas, quero sim.

Quero ver um mundo mais heterogêneo no sentido das liberdades. Sim, eu quero pensar sem ter que me preocupar se você está preocupado com meu pensamento. Desde que meu respeito por qualquer pessoa seja um respeito verdadeiro, não vejo motivos para ser assim.

Eu não vou apoiar nunca esse movimento politicamente babaca, no qual separam brancos de negros, homos de héteros, crentes de ateus. Vocês, não conseguiram me convencer disso, não mesmo. Vou sempre pensar em todos, como todos, mas nunca me obriguem a pensar como qualquer outra pessoa, pois, pelo bem ou pelo mal, eu tenho a capacidade de pensar, e pensando, tenho a capacidade de agir e agindo, tenho a capacidade de dizer não, seja a quem for. 

#fui

terça-feira, 17 de novembro de 2020

Aquele do "O pior já passou..."

 Ufa, felizmente, o pior já passou. Não era mais possível ficar rindo sem parar. A barriga dói muito, de tanto dar risadas. O período de campanha eleitoral no brasil e em curitiba, é melhor que qualquer show de humor. Candidatos a prefeito e vereadores são os mais engraçados do plante todo. Esse ano em específico, o pouco que assisti, me dava crise de risos.

Felizmente, acabou!

E o saldo é tão negativo quanto minha conta bancária. Ok, tivemos ganhos importantes, afinal de contas, não teremos mais aqueles vereadores dos animais de rua, mas ainda teremos os radialistas desempregados que vão atuar como vereadores. Sim, eles conseguiram. Tomara que trabalhem para o povo, afinal de contas, eles mais do que ninguém sabem muito bem o que tanto precisamos para essa cidade.

Para prefeito, não tinha muito o que fazer, o rei do asfalto conseguiu de novo. Sim, aquele que pouco fez em 4 anos, conseguiu se perpetuar. Nem mesmo as promessas de que as invasões não seriam desapropriadas, fizeram um candidato subir, muito menos os cargos comissionados que outro candidato, mesmo sem saber, prometeu acabar e converter em dinheiro aos professores, convenceu. 

E teve ainda aquele que queria pegar rabeira no presidente, mas que nem isso ajudou a decolar. A vitória do tio das santas de todas as Curitibas, foi acachapante. Ele arregaçou no primeiro turno, mostrando que o curitibano não quer aventura, quer se ferrar mesmo, pois nem a chance para os outros deu.

Voltando para aqueles que vão trabalhar para nós cidadãos, hahah claro que não né! Mas, houve uma renovação na casa de 40 e tantos porcento. E o que eu tenho com isso? No ultimo pleito, houve renovação parecida e curitiba continua a mesma porcaria que estava antes, os vereadores trabalharam como sempre fazem, por minorias e interesses próprios, o transporte coletivo é aquele lixo de sempre, os postos de saúde funcionam mas o fazem de forma orgânica, enfim, tudo continuou igual, igualzinho, a diferença é que agora, haverão rostinhos novinhos. 

Mas, o carro com gasolina paga e os salários serão bem parecidos, aliás, se os atuais reeleitos e os que perderam não aprovarem aquele aumentinho básico.

Enfim, é isso, pelo menos essa etapa democrática da qual não participo, acabou. Ufa!

Podemos voltar a vida normal, quer dizer, ao covid normal!!!

#fui