quinta-feira, 16 de julho de 2009

Cala-te boca, diz o senador...

Cristóvam Buarque, aquele baixinho discípulo do Leonel Brizola, está com um projeto que pode censurar o que nosso presidente operário fala.

Realmente, nos ultimos tempos o senhor "não quero terceiro mandato" anda falando demais. E pior, quanto mais fala, mais porcaria coloca para fora. E pior ainda, é um exemplo de assassino da língua portuguesa.

Será que o lula-lá já ouviu falar de nova ortografia?

Bem, ele nem mesmo deve saber que existia uma antiga ortografia, né... E só para variar um pouco, será que a marolinha dele já foi embora???

domingo, 5 de julho de 2009

Leite Quente

Se sou curitibano logo você ouvirá eu dizer "leite quente". E claro, com o sotaque bem carregado característico. E que assim seja, sabe, se foi nessa terra que resolvi ficar depois de meus 3 anos e aqui estou até hoje. Como qualquer outro lugar do Brasil, um canto único cheio de particularidades, mas que não se compara a qualquer outro.

Somos mais de 1,8 milhão de "leite quente". Somos mais de 1,8 milhão de maus motoristas, mal educados, e claro, 1,8 milhão de insatisfeitos. Será mesmo!

Creio que não. Reparo que o brasileiro, aquele que não desiste nunca, está cada dia mais adaptado a vida moderna. Trabalhamos para pagar nosso plano de saúde, nosso celular nosso de cada dia, um ADSL, um pouco de gasolina ou álcool. Ah, se sobrar algum, fazemos uma churrasquito no final de semana, e quem sabe, damos umas rizadinhas.

Eu preciso mais que isso. Eu ainda assim, preciso de um desafio. Preciso mesmo de um desafio, pois sem desafio não dá para ser feliz. Preciso de um novo emprego, preciso de uma nova profissão (será), enfim, um novo desafio.

E assim vou... Que esse leite quente seja meu e nosso novo desafio. Que esse leite quente possa unir dois jornalistas num novo desafio...

Que assim seja... Abraço...