segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Aqui não, urubuzada!

Nesta segunda-feira pela manhã assisti a uma reportagem no Hoje em Dia, da Rede Record, sobre o tema "Casar ou juntar". Eu sempre quis festejar meu casamento. Celebrar com aqueles que me são caros, uma passagem importante da vida. Receber os parabens e "beber/comer" (morar) uma nova etapa que se inicia.

Com os pés no chão, comecei a sondar como seria este evento. O mais importante já "arrumei" (uma mulher que me ama e por quem sou completamente burro de apaixonado). Escolhemos uma igreja linda, reservamos a data (que só não foi declarada oficialmente nossa, porque não depositamos a "reserva") e começamos a olhar alguns preços.

Deu vontade de desistir. Não desistir de oficilizar a nossa intenção de passar o resto da vida juntos, mas sim de pagar (em suaves prestações) pelo direito de gozar dessa inflacionada etapa das nossas vidas. O abuso de fornecedores e realizadores de festas de casamentos beira o ultraje. É coisa digna de intervenção oficial. Os preços deviam ser tabelados, tomando como base os princípios da razoabilidade. Controle rígido mesmo.

Fui a casamentos (com o perdão da adjetivação e da heresia) simplezinhos (em termos de luxos e opcionais) nos quais, um bom tempo depois, descobri que foram gastos R$ 15 mil, R$20 mil, R$ 25 mil, R$ 30 mil.

Minha gente, ninguém aqui é burro ou alienado para ignorar o fato de que R$ 20 mil (para ficar na média) é muito dinheiro. Todos nós sabemos que R$ 20 mil não se acham no bolso de trás da velha calça jeans surrada ou no casacão de lã.

Agora, eu pergunto a vocês, vocês não acham isso um caminhão de dinheiro? Um monte de verdinhas (azulzinhas, para ser mais exato) jogadas fora (sim, FORA) para uma noite de "YMCA, Macho Man e Fazer amor de madrugada, em cima da cama e embaixo da escada", por uma noite de migon ao molho madeira, estrogonoff de frango e batata palha??

Não, não imaginem que sou um insensível, sem coração e machista. Msmo porque, quem me conhece, sabe que sempre quis casar. De branco, véu e grinalda mesmo.

É que sou realista.

Sabem o que é R$ 20 mil? É um carro zero, infernos. Uma viagem ao redor do mundo. Um cruzeiro até a Europa (e na cabine da janela). É a entrada de uma casa, de um apartamento. Gastar R$ 20 mil para aguentar caboclo sair falando mal do mingon que tava com o molho madeira aguado, a batata palha mole e o strogonoff ralo? Ouvir dizer que o vestido da minha nêga tava feio, que eu estou muito gordo (fato) e o som tava ruim? Que o garçom era feio, que minha sogra é esquisita (mentira. As minhas duas sogras são otimas) e meu cunhado dança mal (mentira II)

Pro inferno com tudo isso.

Quero coisa simples. Reunir as pessoas que gosto para beber/comer (morar) uma passagem importante na minha vida. Sou simples, simprão mesmo (até demais, segundo a patroa). E não tenho R$ 20 mil para tirar do rabo e bancar ums festa faraônica qualquer. Nem em um ano de trabalho (abdicando de comer e sobreviver) conseguiria um dinheiro desses. Nem com ajudar de sogros e pais. O que é isso? Vamos pôr os pés no chão.

Casar é oficializar perrante Deus e à sociedade que voce pretende ficar para sempre junto com tua amada. É celebrar o amor, a amizade. Não fazer feliz um bando de empresário sangue-sugas que lucram com o sonho dos outros. Meu dinheiro, tenham certeza, vocês não terão. No meu churrasco/festa de casamento, nenhum de vocês vai por os pés. Nem que para isso eu precise virar noites e mais noites fazendo meu convite, os arranjos das mesas, assando meus leitões (comida já prometida por um dos padrinhos). Aqui não, urubuzada.

Tenho certeza que nessa aventura de aprontar a festa, não ficarei sozinho. Minha futura mulher estará lá, assim como os verdadeiros amigos. Vamos virar noites e talvez elas (as noites) sejam panos de fundo para lembranças muito mais felizes do que as proporcionadas por um casamento que significaria minha ruína financeira, uma festa fria, com muita pompa e pouca humanidade. Uma coisa que, definitivamente, não reflete o que sou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!