quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Existem sim...

No Brasil, existem 3 poderes: legislativo, executivo e judiciário. Legal, né, parece organizado e funcional. Mas não é. Assisti hoje a uma grande manifestação de desrespeito com a hierarquia dos 3 poderes. Um cara chamado José Antonio Dias Toffoli se tornou o ministro mais novo do supremo tribunal federal.

Legal novamente, se esse cara aí tivesse um doutorado, um mestrado, sei lá qualquer coisa que o qualificasse para o cargo. Mas não, ele foi apenas uma indicação do cara que eu mais respeito pela inteligência no Brasil e quem sabe no mundo: lula-lá!

É, além de ser um indicado do nosso querido molusco, ele também foi advogado do PT - partido dos trabalhadores, incrivelmente o partido do presidente molusco, indicador.

Será marmelada? Hoje tem goiabada, tem sim senhor, hoje tem cachorrada? Tem sim senhor. É nessas horas, que se eu fosse um pouco diferente do que seu, sentiria vontade de ter excelentes amigos como o lula-lá. Aí, estudando pouco, eu conseguiria uma vaga dessas e olha que dever ser bom pacas.

Tratarei nosso novo ministro do STF com respeito daqui pra frente, pois ele pode ser mais um dos que não gosta de jornalista e tal, e aí, haja malboro na cadeia...

Esperarei anciosamente pelo dia em que, num processo contra o governo ou o PT ou ainda contra um dos "cumpanhero" a parte que processou seja tratado como lixo num STF voltado ou que pende ao governo.

Por isso eu disse acima: os três poderes parecem funcionais, mas na verdade, estão se tornando cada dia com mais ênfase, um grande amontuado de amigos e apadrinhados.

Bem, badalhocas (ver post anterior) para todos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!