sábado, 26 de setembro de 2009

Explodiu!

Então. Ouvindo rádio hoje pela manhã, diga-se de passagem sou um viciado em rádio - jornalismo, ouvi que o prefeito da cidade onde explodiu uma loja/fábrica com fogos de artifício disse que a loja não tinha autorização para vender esse tipo de produto.

Hahahaha, pensei eu. Santo André, essa é a cidade.

Pois então, o prefeito de Santo André, quando questionado sobre a licença ou melhor, a falta dela para vender o que eles vendiam, ele respondeu que "outras cidades também enfrentam problemas com a fiscalização".

Pensei eu, mas essa não foi a pergunta. É fácil se desviar de um problema seu falando que outros também sofrem com o problema.

Lembro-me bem do dia em que meu pai recebeu uma notificação que dizia que ele tinha 15 dias para tirar uma planta da frente de sua casa. Era uma coroa-de-cristo, linda, cheia de espinhos e leite que queima.

Meu pai ficou puto, disse que os outros também tinham e que ele só cortaria se todos cortassem. Conversei com o véio, seu Norberto, gente boa, e ele, a certo custo, entendeu que os outros que vão às favas... Façamos a nossa parte.

Cortamos a planta e avisamos os mais chegados. Afinal de contas é lei.

Eu fico pensando, será que esse prefeito deveria colocar suas mãos na cabeça e pensar que seus funcionários públicos foram relápsos, falharam na sua função e que talvez ele devesse ou buscar uma reciclagem, tipo ordem na casa ou então, exonerar os responsáveis e abrir um novo concurso?

Quantas lojas de fogos de artifício/fábricas ilegais precisarão explodir para que as autoridades consigam enxergar que a máquina estatal precisa ser aperfeiçoada, que o cabide de emprego precisa acabar e que nossos políticos precisam ganhar capacidade gerencial?

Eu sinto vergonha.

Ah, e só para constar, agora além de ônibus escolar, nosso governador está distribuindo caminhões de bombeiro. ATENÇÃO: ISSO DEVE TER CUNHO ELEITORAL - ele poderia ter feito isso durante os 8 anos, e não apenas agora!

Bom final de semana a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!