segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Caminhando e pensando...

Hoje eu estava no jardim botânico de curitiba, que na minha opinião acertada foi adotado por uma empresa privada, e na caminhada pude observar que mesmo sendo cuidado por uma empresa privada, o fabricante de perfumes boticário, que faz a segurança é a guarda municipal.

Aí fiquei pensando que esse modelo pode até ser um bom modelo de PPP, parceria público privada. Que tipo de desvio de dinheiro pode acontecer num esquema desses? Bem, que deve rolar, isso não duvido, mas deixa pra lá, mesmo com cheiro de óleo diesel e gasolina, caminhar lá é melhor que ficar numa esteira dentro de uma academia. Recomendo.

Eu só queria fazer um alerta: não pense que transparência quer dizer fim da corrupção. Alguns deputados federais acharam um jeitinho muito curioso de pegar mais um troco na falcatrua: empresas fantasmas. Eles pegam a grana, colocam na internet nota fiscal e tudo mais, parece limpo, mas fede mais que merda em dia de feijoada.

E nesse contexto todo, um tal ladrão, ou melhor, um tal presidente michel temer disse que se for verdade essa treta das notas, ele vai mandar o conselho anti-ética, ou melhor, o conselho de ética da casa investigar.

É a mesma coisa que dizer pro requião que semente de mamona não é comestível - perdão dudu. Na verdade, mandar para o conselho de ética é a mesma coisa que nada. Absolutamente nada...

Até quando vai tanta merda?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!