segunda-feira, 30 de novembro de 2009

"Cumpanheiros"

Hoje eu vou afinar umas ideias com meu nobre amigo dudu. Então, se esse governadorzinho por ele citado comprova a grana, eu sou um papai noel de saco roxo inflado. Pude sentir a ira do dudu no texto e por isso eu me junto a ele. Quem sabe uma campanha: meu voto não vale um papel higiênico sujo.

Mas se fizermos uma campanha dessas, os mesmos merdas que lá estão, vão dar um jeito de nos calar. É assim de forma resumida: sem educação, o povo não questiona, pra não durar muito, a saúde e a segurança pública vão sumindo. Aí vem uns babacas, alguns até sem dedo, começam a usar a tática da esmola e do cinema nacional e pronto, são considerados os "caras".

Esse governador é apenas mais um exemplo de pura incompetência a partidária: rouba e é pego. Esse babaca deveria apanhar por se burro. Que idiota esconde dinheiro em meias, sapatos, cuecas? Ah sim, os idiotas dos políticos. E não acredito mais que tenha político bom, que não faça merda. Fazer esse tipo de idiotice contra si mesmo e contra o povo é pré-requisito!

Eu até cogitei entrar para a política, mas não quero mais. Quero mais que morram todos.

O dinheiro gasto com eles vai dar para pagar o enterro de todos eles e ainda sobra para o churrasquinho de comemoração... Presidentes da república, governadores, prefeitos, deputados, senadores, vereadores, todos esses estão numa condição boa. Ganhar!

Eu, como disse nobre dudu, eu fazia parte desse bolo. Ano que vem, eu não votarei. Não digo que você faça isso, mas eu não votarei. Eu pago a multa, mas em merda eu não voto mais. Enquanto tiver capacidade de decidir por conta própria, economizarei meu tempo, não irei a "zona" eleitoral, não apertarei a tecla verde de "confirma", nem sequer vou anular ou votar em branco. Ficarei em minha casa!

E só para comentar, meu pai tem um cartão do banco do brasil, mandado por esses merdas e cheio de gente que adora um cabide, e esse cartão depois de uns 2 anos, juntou 3045 pontos, os quais meu pai gostaria de usar para trocar por um miniprocessador que custa, sei lá, uns 70 reais. O banco do brasil, quando voce tenta trocar os pontos, só sabe apresentar uma tela de erro de conexão. Detalhe, é no mesmo computador que o banco permite transferência, pagamento de conta e o caralho.

O que meu velho queria era simplesmente usar algo que eles oferecem, mas parece que eles não querem colaborar...

Eita paisinho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!