domingo, 8 de novembro de 2009

Então...

Hoje estou escrevendo para passar o tempo. Não gosto muito dessa história toda de família e garanto que muito menos gosto de ter que ficar visitando e coisa e tal, mas se o fiz hoje, fiz de forma voluntária, hamoniosa e de bom coração que sou.

Mas meu texto hoje tem muito mais a ver com dois outras coisas: primeiro que se nosso amigo dudu, o nobre jornalista está meio ausente é por conta da internet na sua casa que insistentemente está falhando. Não sei a causa, talvez nem o dudu saiba, mas logo tudo estará restabelecido.

O segundo ponto importante desse texto, vai começar com um breve contexto. Quando eu era pequeno, sempre ouvi mu pai falando que no tempo dele, que as musicas do tempo dele, que isso e que aquilo. Isso sempre me pareceu um papo meio saudosista. Ontem, a pedido de minha amanda, fui a um bareco de Curitiba, onde uma banda de alguns conhecidos iria tocar. Estou lá no Hermes Bar, um local show de bola, simples e tal, e a banda começa. Chama-se "Filtragem" - o engraçado é que em Curitiba tem uma banda chamada blindagem. Apenas coincidência...

Mas cara, que bandinha ruim. Vou contar: o vocal, é bom, legal. As duas backing focal até que são legais, uma loira que tem uma voz boa mas faz muita careta e uma morena que se mexe mais do que canta.

Até aí, tudo bem, POP-ROCK para agradar a patroa, o local legal, JOTA QUEST, IRA, uma tentativa muito mal sucedida de BLACK EYED PEAS e aí começou o inferno.

O que era uma banda POP-ROCK virou uma maldita bandinha de festinha de formatura. É uma tendencia meio idiota, sabe, mas começam a tocar xuxa, trem da alegria, balão mágico, entre outras... Isso talvez numa tentativa de nostalgia... Nostagia meio besta, confesso que eu ví inúmeros e inúmeras olhando com uma cara de "o que é isso"?

Fica uma dica para a banda, o som de vocês é legal, as vozes, os naipes, tudo: umas musiquinhas próprias para ajudar???

Para ver bandinha de formatura, eu vou a uma formatura, né!

Perdão, mazinha, eu não podia deixar passar...

Um comentário:

  1. Sem problemas! gosto é gosto, não se discute. Por exemplo, eu gosto de visitar, de estar junto de minha familia e me divirto ao som de músicas bregas e ultrapassadas.... fazer o que?
    Ápenas sei que me diverti!!!

    ResponderExcluir

Desabafe!