quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Coitado sou eu!

Qual é o prazo para se ter retorno de credibilidade?

Um ano, um mês, ou uma vida inteira?

Eu, é claro, voto na última opção. Trago o assunto para a pauta do dia após ler a notícia de que o Jornal do SBT, apresentado pelo Carlos Nascimento e por Karyn Bravo, tem perdido no Ibope para a Rede TV, o trash do trash da TV brasileira.

O que leva um apresentador tarimbado como o Nascimento, que já foi âncora dos telejornais mais importantes do país, dar quase traço na audiência? A péssiam credibilidade informativa que tem o canal do patrão (de quem, todos sabem, sou grande fã). Hoje paga-se um alto preço por anos de vazio jornalístico. A tentativa em se resgatar a arte de noticiar no canal é louvável, mas tenho pena de quem toca esse projeto com a cara à tapa.

A dinheirama que era paga à Ana Paula Parão, ex-Globo, não foi suficiente para mantê-la no SBT. Ela, vendo que seria difícil aumentar a audiencia/credibilidadedo canal, invetou desculpas. Disse que queria apresentar um programa dirente (tpo Globo Repórter) e o pessoal atendeu a todos seus pedidos. Fracassou. Não conseguiu, nem com seu talento e credibilidade própria, transformar isso em números satisfatórios.

COmo que eu sei que esse papo de querer ter um programa é balela? Simples. Porque ela agora foi para a Record (que apesar dos bispos, faz um trabalho de jornalismo BEM bacana) para apresentar jornal. Captou? A Record tem credibilidade mesmo que os bispos tentem estragá-la em várias oportunidades, inclusive obnrigando seus apresentadores (também tarimbados, como Celso Freitas e Marcos Humell) a ler notas oficiais desmentindo a Globo em várias ocasiões e defendendo a religião dos bispos e suas máquinas de fazer dinheiro.

O SBT vai sofrer muito para resgatar a credibilidade. Não é fácil apagar anos de silêncio informativo. O canal não noticio uma linha sequer de grandes eventos dos anos 90 e hoje, fechando os anos 00, paga um alto preço por isso. Coitado do Carlos Nascimento e de quem esta lá.

Alias, coitado o caralho. Ele deve estar ganhando por mês o que eu ganharia em 10, eu disse DEZ anos de trabalho. Por baixo. Para fazer a mesma coisa. ele ganha num mês o que eu gnaho em DEZ ANOS. Quem é o coitado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!