terça-feira, 15 de dezembro de 2009

E com a corda toda

Se estamos voltando, nada melhor que voltar a toda velocidade. Na real, eu fiquei afastado mais por conta do vestibular do que por outra coisa. Ah sim, o velho jornalista romantico e que "desempregado" de um veículo vai estudar para ser alguém na vida, ou tentar ser alguém na vida.

Mas volto e logo de cara, com um texto legal. Meu filho mais velho, inteligente pra caracas e muito ligeiro sonhou e decidiu que vai ser presidente do brasil. E já está montando até um plano de governo, coisa que eu não acredito que lula-lá e fhc tenham feito com tanta antecedência.

Porém, conversando com a patroa, chegamos a conclusão que para nosso filho ser presidente do brasil, alguns fatores vão doer em nossos corações. Um deles é o fato que teremos que tirar nosso filho da escola, pois para ser presidente no brasil é melhor falar errado, escrever apenas o nome e nas horas mais idiotas, usar a almofadinha para assinar. É, não precisa mais que isso, o lula-la 51 que diga.

E para deixar ainda mais caraterizado, já que para ser presidente não há critérios específicos, vamos cortar o dedo do pé, já que meu filho será um presidente que usará chinelos, assim como os pobres usam. Lula prefere usar a 51...

O lado sério dessa história toda é: quais critérios são exigidos de quem pretende ser algum tipo de político? Hahaha, no paraná teve até vereador de cidade pequena que nem a esponha sabia usar, ou seja, era tão analfabeto que nem mesmo o dedão sabia usar para identificar um documento, algo assim.

Para ser político no brasil, seja o presidente ou o maria-louca, até morte nas costas não impede o cara de nos representar nas diversas casas do povo, onde o povo dificilmente pode entrar...

Bem, esse assunto logo voltará a tona aqui... Mas fica a pergunta, quais são os critérios???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!