segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Banalização da bandidagem...

Eu posso até ser um cretino, um idiota. Mas para mim, lei é lei e quem descumpre está disposto a receber a punição que está prevista para tal. Ou seja, se eu saio como louco bebendo dirigindo, eu vou responder por isso, se eu bato na minha mulher, eu responderei.

Ao ler o sítio da Gazeta do Povo, vi uma manchete dizendo que a PM (policia militar) vai investigar a conduta dos policiais que fizeram valer a lei e tentaram prender um ambulante que vendia suas coizinhas sem ter a maldita autorização, o que é como chamarem de alvará. Simples, né, já virou senso comum, todo mundo pode e deve fazer o que bem entender, certo?

Calma lá, vamos devagar. Nós aqui no brasil vivemos uma maldita democracia, mas isso não dos permite viver intensamente sem cumprir as malditas leis. Se é preciso de alvará para vender trecos, é preciso, não tem escolha, o vendedor se enquadra ou cai fora, o RAPPA pega e leva embora as coisas. E que assim seja eternamente.

Mas aí, a PM (policia militar) vai retirar o cara e as coisas, aí junta um monte de gente com pena e começa a confusão. Essa gente que tem pena, se compra coisas desse cara, são todos cúmplices e tal...

E pior, um idiota com uma câmera, filma do ultimo andar de um prédio e publica na internet o vídeo com o tema: "Brutalidade Policial no Paraná"!

Como vivemos nos 15 minutinhos de fama, esse hipócrita que fez o vídeo, que em algum momento ainda diz - olha lá, agora vão bater - e no vídeo não aparece nada, tinha mais é que ficar de boca calada e apresentar nota fiscal desse aparelho que filmou, pois se duvidar é ilegal pois não pagou imposto.

Crime ou contravenção são ações passiveis de punição e não venham os idiotas de plantão defender o ladrão das galinhas. Quem rouba galinha para comer, rouba dinheiro para gastar, rouba um carro para vender, e assim vai.

O problema é quando a autoridade instituída faz cumprir a lei e as pessoas confundem e agem com a emoção. Isso faz com que a impunidade torne-se uma constante, contrariando a aplicação das leis...

Uma pena...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!