segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Eu tinha uma pauta, mas...

Mas vou embarcar na pauta do dudu, no seu nobre retorno. Pois bem, eu a patroa e as crias gostamos de ir num rodízio de pizza que tem em frente ao shopping total, no portão. As pizzas são bacaninhas, não estufa tanto, a cobertura delas é bastante variada, pasmem, tem dias que tem até de micro camarão...

Alguém como pizza sem tomar alguma coisa? Pois bem, a lata de refrigerante, e só servem em lata, custa míseros 2,50 R$. Como meus queridos anjinhos já estão pós-graduados no mais nobre capitalismo porco, regado a refrigerante e também pela falta de opção, lá se vão 15, 20 reais só de bebidas. Mas a cerveja... Bem, nem vou entrar no mérito da questão.

Dudu, o que eu percebo é que em curitiba, no paraná e no brasil, alguns produtos ganham valores agregados que nem Freud explica... E tem um detalhe, tente pedir uma nota fiscal num desses estabelecimentos, que logo tentam te empurrar um cupom, que lógico, não tem valor fiscal algum. Mas, quem como um rodízio, seja ele de carne, pizza ou pastel, precisa beber alguma coisa, e fica incomodo ter que ir ao carro várias vezes, além do que eles ainda podem querer cobrar a famosa rolha.

Creio que já tivemos o tempo bom do rodízio, hoje, tem que ter coragem.

São as coisas que me impressionam: refri no rodízio a 3,30 a garrafa de 290ml, o etanol a 1,899 o litro... a garrafa de coca-cola de 2 litros, que quase não se encontra, está quase 3 reais...

Não sei se tabelar seria o mais justo, mas creio que deveríamos ter a informação dos fatores que compõe o preço desses produtos, sabe, que no cardápio constem o gasto com a refrigeração do refri, o transporte (se for feito pelo dono do restaurante), o quanto custa o translado nas mãos do garçom, quanto custa para abrir e o efeito do gás carbonico que se desprende na atmosfera do estabelecimento (crédito de carbono). E ainda, vamos pedir a nota fiscal descriminada.

Com essa nota, podemos denunciar os abusos de caráter economico dos estabelecimentos... E dá-lhe ministério público...

3,30 - puf!!! Ridículo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!