sábado, 9 de janeiro de 2010

sem inspiração - vou tentar

ontem recebi um e-mail de uma grande amigo, sabe aqueles que a gente não fala todo dia mas tem o maior respeito e carinho? pois é, bem desse tipo. Ceccato me mandou o link para um vídeo. Mesmo sabendo que é muito complicado indicar alguma coisa, vou fazer assim mesmo. O vídeo está em http://videolog.uol.com.br/video.php?id=372798

está falado em francês, legendado em ingles mas creio que não precisamos das falas para se emocionar com ele. talvez uma grande lição para nos fazer pensar no que somos e para que estamos aqui. por falar nisso, para que estamos aqui? hehehe brincadeirinha...

----

mas preciso aqui fazer um relato de um ocorrido ontem. trocarei o nome dos possíveis envolvidos para resguardar os mesmos.

tenho uma amiga, Lorena, que trabalha numa produtora aqui em curitiba, na rua floriano essenfelder. ontem pela manhã, por volta de 9h30min, um ser humano que estava gravando saiu e se dirigiu ao seu veículo que estava parado em frente ao estabelecimento em questão. ao tentar manobrar o seu carro e tendo ficado vulnerável justamente por conta dessa manobra, um outro ser humano (esse que deveria estar morto), encostou a arma na cabeça do primeiro cidadão.

enfim, roubou o carro, e junto com o carro, um laptop e mais alguns pertences. pelo menos, o ex-dono do carro está vivo e bem, e que assim continue com saúde. isso tudo em plena luz do dia num bairro que fica próximo ao centro da cidade.

PESSOAL DA POLÍCIA, por favor, uma olhadinha no endereço e próximo ao endereço. e se vocês forem, poderia até mesmo ficar por lá, e por todos os cantos dessa cidade. essa história de que não tem gente é balela... se o que tiver disponível for para a rua, funciona. requião, ajuda aí, velho, porra, tu manda nessa merda, faz alguma coisa, maria louca!

além do roubado, esse marginal de merda, filho de uma P. fez com que outras pessoas se sentissem impotentes por não fazer nada. creio que está na hora de alguém montar uma empresa que faça treinamentos para a reação. não reagir, pode até ter sido alguma coisa boa antigamente, o que precisamos agora é justamente aprender a reagir.

quem é mocinho e quem é bandido hoje em dia?

eu não quem é quem, mas sei que os que mais roubam são, além de eleitos pelo povo, os marginais mais (...) e os responsáveis por toda esse criminalidade que só tem feito crescer...

putz, que fique registrado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!