domingo, 28 de fevereiro de 2010

Fique tranquilo!

Pode ficar tranquilo. Tsunami não sei onde, terremoto no Haiti e agora terremoto no Chile. Chuvas em São Paulo, tempestades no Paraná e Lula no governo. Nada disso é o fim do mundo, embora lula pode ser o fim dos tempos.

Esse fenômenos não tem nada demais, são apenas adaptações que o planeta terra costuma precisar para buscar o equilíbrio. Afinal de contas, se nós seres humanos fracos não costumamos buscar o nosso equilíbrio, haja vista precisarmos de remédios e outros artifícios, a terra costuma se equilibrar. Quando esquenta ademais em algum lugar, em outro normalmente vai esfriar.

Se morrem 700 pessoas, 1000 pessoas ou 100.000 pessoas, é uma questão de azar coletivo. Mas esse azar não é tão ruim quanto pode parecer. Lembre-se, poderia ser pior! Mas não foi. No Chile, morreram la alguns mas no brasil morre muito mais gente por conta da violência no transito e na violência das cidades...

Porém, nesses desastres, morre muita gente de uma vez só. Mas pense, todos os dias morre muitas pessoas e tal...

Pensa nisso...

A quem interessar possa

Pensando em compreender o que se passa bem diante dos nossos olhos, nos inscrevemos neste curso. Recomendo a todos (jornalistas) que pretendem realmente conhecer o seu município a fundo.

Segue o texto que recebi em meu email profissional:

TCE oferece curso de capacitação para jornalistas

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná, por meio da Escola de Gestão Pública e da Diretoria de Contas Municipais, está oferecendo um curso gratuito de capacitação para profissionais de imprensa. Com carga total de 9 horas/aula, o objetivo é familiarizar os jornalistas com estatísticas e indicadores das finanças municipais, facilitando o entendimento do tema e aprimorando o controle social das contas públicas. O curso será ministrado entre os dias 9 e 11 de março próximo, na sede do Tribunal, no Centro Cívico, em Curitiba. As vagas são limitadas.

O curso é dirigido a editores, repórteres, pauteiros, redatores e assessores de imprensa. Vai abordar temas que vão desde a natureza das funções do TCE até aspectos técnicos da execução orçamentária dos municípios, tratando de conceitos específicos da contabilidade pública. As inscrições podem ser feitas pela internet, no site do Tribunal: www.tce.pr.gov.br, no link EGP Eventos.

“O Tribunal está executando um projeto para aprimorar a transparência das ações públicas dos municípios. Para que os dados cheguem à população, a sociedade precisa contar com profissionais de imprensa aptos a traduzir os números apresentados em informação clara e precisa”, observa Jorge Khalil Miski, analista de controle do órgão e um dos responsáveis pela organização do curso.

O conteúdo programático está dividido em quatro módulos: “O Monitoramento das Ações Públicas dos Municípios”; “Municípios: Abrangência Institucional e Tipologia”; “Aspectos Econômicos e Contábeis”; “Análise do Perfil dos Municípios do Paraná segundo Faixas Populacionais”. Durante os três encontros, sempre no período da manhã, serão apresentados conceitos como Sistema de Monitoramento, Lei de Diretrizes Orçamentárias, Fontes de Recursos, Despesas e Receitas Orçamentárias, Conversão de Valores, entre outros.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Pergunta

Ah sim, estamos em mais um maldito ano de eleições no brasil. Se não me engano, esse ano teremos eleições para presidente da república federativa do brasil, deputados federais e senadores, governadores estaduais e deputados estaduais.

Mas vem cá, você sabe para que serve cada um desses cargos? Nem eu. E a cada dia que passa, quero saber menos, afinal de contas, não adianta para nada saber o que deveria fazer cada um desses, pois definitivamente eles não devem fazer. A não ser que nessa "descrição de cargos" exista uma palavra simples: roubo!

Roubar é com essa galera, eles fazem bem feito. Lula-lá 51 pode até não ter feito, mas seu filho enriqueceu bastante, seu partido também, enfim, faltam provas mas sobram indícios. E de indícios o mundo é feito e nunca provado.

Mas, além de tudo, esse é um maldito ano da copa do mundo. Coincidência ou não, votamos no mesmo ano em que o brasil tenta ganhar mais um campeonato de futebol. Eu gostaria muito que tudo desse certo, mas na verdade, desejo o contrário. Se o brasil ganhar, os brasileiros votarão de um jeito, se o brasil perder, de outro. E isso me assusta...

Mas hoje foi um sábado gostoso, legal e proveitoso... E isso me fez esquecer qualquer coisa política e futebolística.

Quero agradecer os leitores do diarioleitequente.blogspot.com por mais uma semana...

E boa leitura para todos...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Por quê?

Uma pergunta apenas para constar: por quê que quando estamos nervosos ou algo assim batemos as coisas? Me conta, quando algo da errado você costuma dar um tapa, um soco, um supapo ou algo assim na mesa, na parede ou na própria cabeça?

Ah sim, eu faço isso. Fico tão irado que já cheguei a chutar a parede até o dedão do pé ficar vermelho, inchado e claro, dolorido. Mas também já gritei, xinguei entre outras coisas mais. E a pergunta que não quer calar: por quê fazemos isso?

Não tenho a menor ideia, mas posso dizer uma coisa, somos idiotas, pois ao ficar com raiva demonstramos a mais notória capacidade do ser humano: odiar a todos e a tudo que está em sua volta. Quando alguém te fecha no transito - você xinga. Quando você bate o dedo, logo arrebenta algo por perto. Quando sua mãe te pede para lavar a louça, você até quer salvar o planeta, mas não lava e não seca.

Será que se batermos menos e pensamos mais podemos nos tornar mais tolerantes?

Fica a pergunta...


Honestidade tá no sangue!

Tudo bem. Eu não acreditei no que ele disse na época, mas preferi dar um voto de confiança (mesmo que desconfiado) ao caráter da pessoa. Aliás, tenho a péssima mania de confiar nos homens. Normalmente, me arrependo. Mas, como um burro empacado, sigo acreditando no ser humano. Não sei até quando.

Retomando a linha de raciocínio. Quando foi candidato à reeleição para a prefeitura de Curitiba, o senhor Beto Richa disse, como todas as palavras, que não iria disputar o governo do estado. Não estou louco não, ele disse. Era evidente que su afirmação tinha única e exclusivamente a intenão de ludibriar alguns eleitores mais incautos, afinal era óbvio que se ele vencesse (como venceu) as eleições com ampla vantagem de votos, ele tentaria o governo.

A pergunta é: Porque não jogar limpo? Ele poderia muito bem adotar um discurso de que quer o melhor para todos os paranaenses e que seu objetivo nesta terra é ajudar o povo. Que o céu é o limite e que em 2018 vai ser o presidente do Brasil, inaugurando uma nova era de paz e amor para todos os povos.

Mas não mente, porra. Não me chama de estúpido ao afirmar que não fará o que CERTAMENTE fará. Sabíamos que isso ia acontecer, então porque pagar de bom mocinho falando que só pensa em Curitiba e que quer resolver os problemas da sua população acuada e temrosa sobre o futuro da nossa cidade sorriso, cidada luz, das flores, ou coisa que o valha.

Não acho que você seja um mau prefeito Beto, pelo contrário. Tirando a cagada da Linha Verde e alguns outros poréns, você foi o melhor desde Jaime Lerner. Agora, seja honesto. Não honesto por não roubar, mas sim ser sincero. Será muito pedir que os políticos falam a verdade para o povo? Pedir que não se maquie a realidade não é pedir demais. Jogue limpo.

Honestidade, que antes era inerente ao ser humano de bem, hoje virou qualidade. Honestidade de verdade tá no sangue. Não se exalta, apenas se exerce-a. Não vou votar em você para o governo do Paraná, embora te considere um bom candidato. Não voto em quem falta ocm a verdade, por mais irrelevante que o prejuízo causado pela sua ausência me cause.
.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

+ 1 vez

Hoje vou tratar mais uma vez de um assunto. Mas pelo menos, dessa vez eu pude entender que o processo é cada vez maior e com toda certeza, muito mais organizado. Fui novamente a uma agência da caixa. Outra agência. E a resposta que recebi foi a mesma, mas dessa vez, ao invés de um folder, recebi um cartão da despachante com o carimbo do gerente, uma assinatura que com mais uns 2 reais e pouco eu pago a passagem de ônibus.

Mas o gerente foi legal, me explicou que eu não pagarei nada para a despachante, quem paga é a caixa econômica. E fiquei pasmo com a explicação: a caixa não quer mais um monte de papel acumulado, então, ela dá um bonus para a pessoa jurídica me ajudar, nos ajudar no processo. E a promessa é a mesma: vai ser mais rápido.

Ou seja, concurso atrás de concurso, continuam inflando a máquina estatal cada dia mais ineficiente. E tamanha ineficiencia agora está sendo transferida para o capital privado, nitidamente mais eficiente e disposta ao trabalho.

Prefiro realmente que alguém no congresso levante a ideia de privatizar a caixa. Quero ver esse monte de gente que transfere para outras PJ o trabalho para o qual eles ganham bem além da estabilidade de emprego, terem que buscar emprego. Ah, vai ser bonito o dia que isso acontecer...

E uma outra coisa: + 1 vez. Eu queria apenas comentar que não se ganha nada antes do jogo acabar. Lula-la 51 e outros tantos que estão chamando a dilma plastiquinha de presidenta: cuidado. O jogo pode virar e vocês vão ver estrelas, aliás, uma estrela, a do PT fora do governo.

Lutarei para isso... ehehehe

Nem a ideia de ferrar o kassab deu certo ainda.

Fui..

É possível?

É possível mesmo se lançar em uma aventura que tem como objetivo mudar o mundo (se não o mundo, pelo menos a cidade onde vivemos) sem um puto no bolso, acreditando apenas em sua própria ideologia e apostando no apoio daqueles que nos são caros? Eu acredito, mas vamos precisar do apoio de todos os que realmente acreditam em nossos ideais.

Mas a missão não será nada fácil. Em bate papo rápido com um vereador aqui de Curitiba colhi informações bem interessantes. Em sua primeira tentativa a uma vaga na Câmara dos Vereadores, ele gastou cerca de R$ 10 mil (um valor que até poderíamos conseguir, graças a esforços sobrehumanos) e se elegeu, graças, em parte, ao certo nome e a cara já conhecidas do povo curitibano. Em sua segunda tentativa, foram quase R$ 90 mil para se eleger.

Voltando ao tema principal do post, como se eleger vereador sem grandes recursos? Alguém acredita apenas na honestidade e nas ideias de alguém? Ou precisa ser influenciado direta ou indiretamente, por meios lícitos ou ilícitos, para decidir em quem votar?.

Até 2012 faremos esposições de ideias que terão como objetivo melhorar a vida de curitibanos insatisfeitos com tudo que esta errado nesta tão amada cidade.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Tem algo estranho no paraíso...

Polêmico! É isso que desejo ser em alguns momentos. Espero que nesse post eu consiga. Mas me parece que existe algo estranho ou podre ou vermelho no paraíso chamado brasil. A ultima prova de que algo podre existe é o fato de um juíz ter mandado cassar o prefeito, o vice e mais 8 vereadores de são paulo.

Nossa! Isso é impressionante, pois é menos 10 corruptos fora do governo! E eu concordo, mas pensando de forma mais racional, é muito estranho o fato de que esse pessoa é de partidos opostos ao do luiz inácio cachaça da silva e da dilma plastiquinha.

É muito estranho observar o judiciário fazendo um trabalho tão bom e eficiente num ano de campanaha eleitora em que luiz inácio viajando da silva esteja justamente querendo colocar sua candidata para ficar mandando nos bastidores.

Mais impressionante ainda é que desde alguns anos eles já tinham as provas, sabiam de tudo, mas só agora estão fazendo algo. Esse povo burro e idiota ainda vai votar nesses bandeiras vermelhas e suas falcatruas amadorísticas.

Todos roubam e isso é fato, mas alguns fazem com maestria e outros, com uma amadorismo bestial. Usar a maquina legislativa é de prache, todos utilizam - fazem a festa, mas utilizar-se da máquina jurídica -que tonar-se eficiente apenas quando contrária aos inimigos dos bandeiras vermelhas, é algo que além de me surpreender com a pseudointeligência lulística, ainda me assusta por torna-se a ultima arma perdida pelas pessoas de bem.

Afinal de contas, para quem eu posso recorer?

É realmente a hora de repensar e propor um novo modelos nas eleições. É hora de ponderar e ver o que é melhor: lula ou qualquer coisa!

Eu prefiro qualquer coisa... 

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Jamaica abaixo de zero

Alguém assistiu esse filme? Ele conta a história de alguns jamaicanos que resolveram competir de treno nas olimpíadas de inverno. Hehehe, parece piada mas foi verdade. Com muito esforço eles chegaram lá. Se não venceram, foi por pura falta de preparo, apoio e outras coisas, mas estiveram lá. E até onde consta, pagaram parte da viagem com o bolso.

Lembrei disso pois estamos em tempos de olimpíadas de inverno, que estão acontecendo no Canadá. É lindo, mas deve ser tudo muito frio. Patinação, ski, trenó, e tantas outras modalidades...

Mas quando eu penso na Jamaica treinando e participando de uma olimpíada de inverno fico me perguntando: já que o improvável acontecesse, será que 1 vez na minha vida verei esse grande país chamado brasil ser algo melhor do que está sendo?

BBB - Brasil Burocrático Burro! Somos burocráticos! E somos burros, nos deixamos mandar e desmandar e ainda rimos, contamos piadas idiotas sobre nós mesmos. Nossas piadas estão ficando sem muita graça e nossa vida não está melhorando tanto quanto necessário. A coisa tá ficando preta, a dilma plastiquinha já sorri a vitória nas urnas nesse ano ao tempo que a Argentina começa a agir como hugo chávez e provocar a inglaterra.

Creio que ninguem quer mais viver nessa M, mas o que você está fazendo para mudar? Que tal pelo menos começar a discutir esses assuntos? Você gosta dos programas sociais do governo? Por quê?

Enfim, é isso, um texto ácido para fechar a semana. Amanhã é outro dia, sábado e viva!

Agradecimento

Prezado Luiz Carlos Schons. Eu agradeço o seu comentário e concordo em partes contigo. Porém, como eu não esperava de qualquer forma e contrário a qualquer norma interna da caixa, liguei para o saco e o procedimento reamente não é assim, fui informado pelo funcionário Giovane que naquela agência, e ele respondeu apenas pela agência deles, o procedimento deverá ser esse.

É claro que não posso generalizar, até porque em outro momento, eu fiz o procedimento de forma direta com a caixa numa outra agência, mas dessa vez, procurei uma que ficasse mais perto e mais fácil de eu ir quando preciso.

O SAC da Caixa, no 0800 726 0101 me informou que no máximo, após avaliar meu pedido, o funcionário poderia me informar que naquela agência em questão não havia mais verba para tal financiamento e que assim eu me dirigisse a outra agência. O que não foi o caso, pois o Giovani sequer observou a documentação que eu carregava comigo.

Mas, águas passadas, já entrei em contato com a caixa que tem 5 dias uteis para me responder, com o ministério publico, para ver se eles podem fazer algo e também com um advogado, mas para apenas tomar informações por hora.

Luiz Carlos Schons, mais uma vez, obrigado por seu comentário, por ter acessado nosso blog e espero que sempre que tiver um tempo, venha fazer uma visita...


quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Despachante...

Vou relatar algo que aconteceu comigo hoje. Pode ser que para mim, seja algo muito novo, mas creio que seja a hora de começarmos dar nomes aos bois.

Fato:

Me dirigi a agência da caixa econômica do novo mundo, em curitiba (2553-4). Ao chegar lá, como é natural, me dirigi a atendente do balcão de informação. Falei que gostaria de fazer um financiamento para comprar meu tão sonhado apartamento, ou melhor, apertamento. Enfim, será meu. A moça prontamente indicou um folder que estava em cima de sua mesa e me disse para procurar um despachante.

OK! Sou bom de argumento e argumentei que não queria pagar a taxa do despachante e que preferia fazer tudo pela caixa mesmo. Com muita má vontade ela anotou meu nome e foi esperar o atendimento.

Esperando o atendimento, reparei na figura do funcionário concursado. Calça jeans, tenis, camiseta cheia de estampas... Brincava mais que palhaço em circo, tirava sarro da funcionária nova... Um típico funcionário público federal, que mama na teta e trabalho que é bom, só de terça a quinta das 9h às 15 horas....

E foi ele quem me atendeu. Me identifiquei, ele também , o nome dele é Giovani ou Jovani, algo assim. Quand terminei de falar, estando eu com todos os documentos na mesa, em frente a ele e ainda com um celular gravando nossa conversa, ele me afirmou que naquela agência, para dar entrada, só através de um despachante.

Leia-se: uma pessoa física, pagadora de impostos e com todos os pré-requisitos para comprar um apartamento está sendo coagida a contratar por no mínimo 200 reais um despachante para fazer algo que um funcionário concursado da caixa deveria fazer.

Eu quero perguntar algumas coisas:

Quem está levando nessa? O despachante, o funcionário, o gerente ou ambos?
A isso eu posso chamar de: caixa 2, corrupção, peculatou ou algo assim?
Será que o ministério público pode fazer algo?
Será que algum advogado está lendo meu texto e quer pegar a causa?
Será que estou errado e deveria me calar?

Bom, vou responder só a ultima. Estou cansado de ter que aceitar tudo que o governo e sua máquina estatal de merda, inchada e ineficiente me obriga. É fila no detran, é imposto de renda, é caixa econômica cheia de funcionários públicos de merda, que morreria de fome na iniciativa privada, é corrupção na nossa cara.

Liguei na hora para o SAC da Caixa e fui informado que a prática de indicar um despachante é proibida pela caixa. Tá na hora de vir um engravatado de brasília para cá dar uma sacada.

LULA-LÁ 51, tão zuando no teu governo. Presta atenção, cumpanheiro...

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

TPM, Menstruação, hormônios

Eu amo as mulheres. Na verdade, respeito todas elas, admiro algumas e amo muito a minha Má! Mas tem algo nas mulheres que sinceramente eu ainda não aprender a compreender muito menos a lidar: hormônios!

É incrível como tem mulher que não consegue lidar com seus hormônios. E dá-lhe, quando ta chegando na fase, haja saco pra aguentar. Hoje, posso até estar sendo infeliz, mas hoje foi um exemplo. Entrei em um dos ambientes de trabalho onde trabalham 5 ou 6 homens e 1 mulher, e conversamos sobre alguns assuntos, mas com maior ênfase sobre o ateísmo.

Foi nessa hora que "ela", que provavelmente estava naqueles dias levantou e nos falou um desaforo qualquer, mas que infelismente fez com que eu começasse a não respeitar mais ela por sua inteligência ou algo assim. No pouco tempo em que pratico o ateismo, percebo que me tornei um marginal. Nossa constituição garante a liberdade religiosa, ou seja, eu posso escolher entre acreditar em deus, no capeta ou em qualquer porra dessas.

Mas não, até hoje eu não acreditava muito na tal TPM ou coisa parecida. Mas ela existe, tive prova disso hoje, ao contrario de outros assuntos os quais espero paciêntemente um prova. Sei que nem todas as mulheres passam por isso dessa forma. Algumas, quem convive sequer nota, de tão sutil que é.

Porém algumas outras, o bicho pega feio...

Além de (talvez) levar um soco da TPM ou algo assim dessa colega de trabalho evangélica, ainda tive que aguentar uma demonstração clara de discriminação. E assim sendo, quero que o governo lula crie alguma bolsa ateísta. Quero lugar especial na fila do banco, algumas cadeiras na universidade federal do paraná entre outros benefícios. De verdade, pra quê agir assim?

Quando 5 conversam sobre um assunto, ou você sai, ou espera a conversa terminar para daí então, reclamar com os seus. Não sou um marginal ou vivo a margem porque eu sou ateu. Levei 32 anos para isso e agora posso me sentir bem por isso.

E sendo ateu, não roubo, não mato, não desrespeito as pessoas e agora que meu humor está mudando mais rapidamente, vou buscar um psiquiatra...

Sugiro um pouco menos de deus para alguns e um pouco mais de si mesmo. E que assim seja.

Talvez por isso, um dos melhores remédios ainda seja o riso. Mesmo sem nosso Arnaud Rodrigues. No céu ou onde for, que ele faça muitos rirem... Assim como eu ri com ele!

Shoppis Centis...

Dei uma consultada no professor Google e ele não me deu uma resposta satisfatória. Portanto, cito o milagre, sem saber o nome do santo. "O Humor é o tempero da VIDA". Desde sempre vivi uma vida feliz. Graças a Deus ou a qualquer força divina superior, tive boa educação, oportunidade de ter uma infância feliz e um lar que me propiciou crescer num ambiente agradável e saudável.

Em toda essa caminhada o humor esteve sempre presente. Rir sempre foi um baita remédio para mim. Fazer rir também, embora a minha veia cômica não seja a ideal para me dar dinheiro, mas acredito que ela satisfaz os meus pares. Da piada maliciosa do Ary Toledo no Show de Calouros (Como é que o elefante se suicida? Lembram?), passando pelos inesquecíveis trapalhões, até ons bons tempos da Escolinha do Professor Raimundo e Praça é Nossa. Hoje me distraio com outros humores, como o CQC, Pânico (certas vezes), e piadas na TV, seja o programa que for.

Mas domingo passado me peguei nostálgico. Ganhei da minha patroa a coleção de DVDs dos Trapalhões e mesmo que ainda não tenha conseguido assistir com a atenção merecida, pude - de rabo de olho - ver alguns dos quadros. Que humor gostoso, inocente e puro. O riso brota fácil, sem esforço. Natural.

Hoje li uma notícia que me deixou triste. A morte de Arnauld Rodrigues, o inesquecível "Shoppis Centis", da praça é Nossa. Adorava seus quadros, ria muito com suas piadas e imitações, como em Chitãoró e Xorãozinho (com o Macelo de Nóbrega). Era um cara da velha guarda, do humor puro, do riso fácil. Arnauld morreu numa fatalidade e olevou com ele um pouquinho do nosso riso, da nossa alegria. Rir, num país onde se sofre tanto, é uma benção.

Mesmo que estejamos (eu estou) tristes pela morte do Arnauld, vamos tentar rir um pouco mais. Não se paga imposto. Ainda é grátis. Não sei até quando.

Leia mais: Morre Arnauld Rodrigues
.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Segunda-feira - carnaval

Olá. Você sabia que por lei, hoje não é feriado? Nem mesmo a manhã de quarta-feira? Pois é, lá no Grupo Educacional Uninter a coisa é seguida a risca. Não existe essa de segunda-feira na bebedeira ou na esbórnia. Não, lá tem é que trabalhar e muito. Mas dessa vez eu não pude. A própria chefia me pediu para estar um sabado antes para compensar a maldita segunda-feira de carnaval.

Já paguei, adiantado. Só porque eles querem... Só isso...

Maldição... O brasil infelizmente só começa a se movimentar depois de quarta-feira, mas aí, já vai ser um pouco tarde. No irã, já estão enriquecendo urânio a 80%, nos estados unidos, o subsídio do etanol não para de crescer e na china, ah, os chineses continuam crescendo a uma taxa de mais de 10% ao ano.

E as festas não tem nada a ver, os chineses festejam de tudo que é jeito, com um monte de bonecos feios e tal. A grande diferença é de criação mesmo, né. Enquanto eles comem grilo, gafanhoto e cachorro, eles sabem se respeitar e corrupção lá é tiro em praça pública com a familia pagando a bala.

Aqui, só comemos carne "ecológica", sabe aquele boi que cresce comendo o maldito capim que cresceu no solo da amazônia? Esse mesmo...

Aqui, corrupção é na bala também, bala nos que denunciam... E claro, aqui só começa a valer depois das festas... O problema é que aqui, tudo acaba em festa... na festa da pizza!!!

E viva o carnaval.. aliás, quando podemos malhar o judas? Eu tenho alguns escolhidos na Câmara do vereadores que eu quero pegar na rua.. hehehehe

Fui....

sábado, 13 de fevereiro de 2010

No ritmo do carnaval

É assim que eu vou. No ritmo do carnaval. Pena que eu não aprendi a curtir. Enquanto muitos preferem tocar o horror, barbarizar e comemorar o carnaval e tal, eu prefiro algo mais tranquilo. E assim vamos.

O brasil mesmo, não tem com que se preocupar, só começa a trabalhar mesmo depois do carnaval. Depois do carnaval os hospitais do sus estarão 100%, nossa segurança publica estara 100%, enfim, tudo. Antes do carnaval, tudo o que interessa é exatamente o carnaval.

Bom, meu sabadão de carnaval foi muito gostoso.

Bora lá, tem mais alguns dias...


sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Requisito básico: saber mentir

Eu cresci numa família quase religiosa. Quase porque minha mãe era católica, se batizou na igreja de jesus cristo dos santos dos ultimos dias. Meu pai, até onde sei sempre foi mormon, inclusive um dos motivos que deve ter levado minha mãe a se batizar. Enfim, sempre fui criado dentro de alguns princípios básicos e coisa e tal.

E assim sendo, para mim certas coisas não deveriam existir. A mentira é uma delas. E outra, que eu tanto odeio é o famoso jeitinho brasileiro, sabe, aquela de dançar conforme a musica e sempre se sair bem. Na verdade a soma dessas duas torna qualquer pessoa, homem ou mulher, um monte de merda bem sucedida.

Pude perceber que para crescer no mundo profissional, tenho que dançar uma musica chata. A musica da mentira, da mediocridade, do fingimento e tudo mais. Talvez agora, eu perceba o quanto me fará falta aquele curso de como assentar tijolos ou então, como deixar o reboco mais bonito e tal... Creio que preciso aprender a fazer telhados, sabe, meia água, água inteira, duas águas...

A ignorância é uma benção que eu não recebi desse deus sádico. Fazer o que, enquanto fico pensando em crescer, ganhar um pouco mais, compartilhar meu sucesso com minha família e coisa e tal, percebo que nesse mundo, ou você se corrompe ou vai a merda!

Eu vou a merda. Mas em 2012 a coisa mudará! Na verdade, começará a mudar...

Mas uma coisa eu vou dizer... Se eu falar e minha ideia não agradar, ouvir você eu saberei. Quem sabe tua ideia é melhor que a minha?

Fui

Quem te obriga?

A pergunta que eu faria hoje para qualquer político: quem te obriga ser político?

Na verdade, essa pergunta surgiu o dia em que fui ao mercado e, depois de ser muito mal atendido, resolvi questionar se alguém obrigava aquela pessoa a trabalhar. Foi o que precisava para ela esboçar um sorriso e passar a me atender melhor.

O trabalho faz parte de uma relação economica e social. Trabalhamos porque queremos viver, comprar coisas, ter uma vida melhor entre outros objetivos. Creio que poucos são os que trabalham por amor, por prazer. Hoje posso dizer que faço o que eu gosto, me divirto trabalhando e adoro. Mas ainda assim, preciso passar por uma mudança. Quero mudar de área... Mas, tudo ao seu tempo.

Um político qualquer, deveria sentir prazer em trabalhar. Digo deveria, pois na verdade, o que me parece é justamente o contrária. Prazer eles só sentem quando estão tirando o deles. Será que seria diferente se os vencimentos fossem condicionado a produtividade? Creio que não, mas...

Pra finalizar, a pergunta novamente para os políticos: quem te obriga?

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

De Jobim para mim...

As vezes eu gosto de pensar e fazer certas ligações que nunca existiriam. Uma delas é ligando o famoso e eficiente ministro da Defesa, um tal de Nelson Jobim pediu a exoneração de um alto graduado das forças armadas, os senhores podem consultar em diversos sites o nome do cabloco porque ele foi contra o projeto do governo que trata dos direitos humanos.

Veja, o Jobim pediu a exoneração. Isso quer dizer, calar a boca, ou dar um alerta. Se vivemos numa democracia isso torna-se inevitável. E se isso que chamamos de país é uma democracia, minha ligação com Jobim começará em 2012, pois antes que ele morra, nos encontraremos nas diversas casas do povo por aí.

Como o nobre dudu comentou em seu post, em 2012 nosso sonho começará a se concretizar. Eu não sou o perfeito, mas quando me disponho a fazer alguma coisa, quero fazer bem feito. Pessoas estão me pedindo e não poderei deixar de fazer...

Quem quiser apoiar, apoia... e conto com todos...

Dudu... obrigado pela força... Você, minha Má e a Lindsay já estão me apoiando...

Enfim, quem viver, verá!!!

Perda de tempo!

Segue matéria publicada na Gazeta do Povo de hoje, assinada pela repórter Kátia Chagas.

Títulos honorários a Collor e Alexandre Pato são barrados

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa barrou ontem dois projetos que premiavam figuras conhecidas da política e do esporte. Seguindo à risca a nova lei aprovada pelos próprios parlamentares em agosto do ano passado, criando requisitos rigorosos para filtrar homenageados, a CCJ rejeitou o projeto que concedia título de cidadão honorário do Paraná ao ex-presidente da República, Fernando Collor de Mello e impediu a entrega do título de Cidadão Benemérito do Paraná ao jogador de futebol Alexandre Pato, que joga no Milan da Itália.

As duas propostas receberam parecer contrário do relator na CCJ, Reni Pereira (PSB), com a justificativa de que ambos não se enquadrariam nas exigências previstas por lei para a concessão de títulos.

No caso de Collor, um dos entraves foi o fato de ter mandato, o que é proibido. Ele é senador eleito por Alagoas. O autor do projeto, Fábio Camargo (PTB), terá de suspender a pretendida homenagem ao colega de partido. Ele lamentou o arquivamento e disse que quando apresentou a proposta ainda não estava em vigor a atual lei.

Alexandre Pato também não vai poder virar Cidadão Be­­nemérito do Paraná porque não se encaixa nos requisitos da lei, como ter obras publicadas. O autor do projeto é Augustinho Zucchi (PDT), de Pato Branco, terra natal de Pato.

Pelas regras atuais, o homenageado precisa ter prestado relevantes serviços à comunidade, ter ação destacada na área de filantropia ou obras sociais, ser autor de publicações de abrangência estadual em jornais ou revistas, notório saber na área em que atua, reputação ilibada e reconhecimento público em todo o estado.


xxx

Vem cá. Esses deputados não tem mais o que fazer? Esse tipo de proposição beira o ridículo. Porque diabos o senador Fernando Collor merece o título de cidadão paranaense? Faça-me o favor, deputado Fábio Camargo. Você, em quem acreditei por um bom tempo - sendo inclusive uma de suas formiguinhas na campanha de 2004, me vem com uma dessas? Aliás, suas últimas atitudes me fazem sentir vergonha de já ter plotado meu carro com seu rosto e seu número, de ter posto uma placar sua em minha casa e na casa de muita, mas muita gente durante aquela campanha.

Vale tudo pelo poder? Vale se aliar ao seu antigo arqui-inimigo Requião, por exemplo, só para ter mais moral junto aos peixes grandes? O que aconteceu para você deixar de lado as intermináveis críticas, ao som daquela música "Tá mentindo, tá mentindo", ao governador? Homenagear o Collor? A troco de que? Apoio numa futura aventura pela câmara dos deputados ou ao senado federal? A honra e os princípios ficam a onde? Lamentável.

E o senhor, excelentíssimo Reni Pereira? Homenagear o Alexandre Pato, seu conterrâneo, apenas paa ganhar publicidade? Ainda mais com o título de cidadão benemérito. Por um acaso o senhor sabe porque alguém ganha esse título? Se não se deu ao trabalho de pesquisar, leia a matéria acima. Ela explica bem do que se trata.

A falta do que fazer de alguns deputados assusta. A política atual é um nojo só. E nós, burros que os elegemos (inclusive eu, senhor Fábio Camargo) pagamos caro pela falta de comprometimento de vocês.

Amigo LG (Luiz Guilherme Gartner), vejo que nosso sonho (hum, ficou meio esquisito isso hehe), mais do que nunca, precisa se tornar real. 2012 que nos aguarde

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Algo simples

Se o tema é sonho, vou contar o meu. Eu sonho com algo muito simples, branco e bonito: um mundo melhor.... Precisa algo mais do que um mundo onde as pessoas se amam, os animais vivem satisfeitos e tudo é lindo?

Bem, esse mundo é claro que não existe, um mundo sem maldades provavelmente não teria o ser humano, o ser mais racional de todos e claro, o mais idiota. Aliás, o único que mata sem motivo algum, principalmente sem fome. Esse mundo é hipócrita e desgraçado.

Mas como se a gente não tentar, nada vai mudar, se eu sonho com algo melhor, vou lutar para fazer. Se o dudu sonha um mundo melhor, então, começamos a sonhar juntos. Se minha Má sonha com um mundo melhor, somos 3 e precisamos apenas de mais 2497 que sonhem com um mundo melhor para que isso possa começar a acontecer.

Seja você e pense no LG, sempre preocupado com você!

Em breve... LG...trabalhando por você...

Quem viver, verá!

O maluco Raul Seixas disse, certa vez, em uma de suas músicas: "Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só. Sonho que se sonha junto, é realidade". Por mais piegas que possa parecer, a frase tem o seu fundo de verdade.

Aguardem... 2010, 2011 e 2012 nos reservam grandes surpresas.

É viver para crer.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

O trânsito

Parado no trânsito hoje a tarde, me lembrei de como ficam os frangos naqueles assadores giratórios que alguns insistem em chamar de televisão de cachorro. Me senti cozinhando por dentro e queimando por fora.

O carro é veio mas tem ar condicionado, mas eu não gosto de usar na cidade pois o consumo de gasolina aumenta consideravelmente. Então, a solução é cozinhar por dentro e queimar por fora. Logo, ao observar meus dois braços, pude perceber que o esquerdo está um pouco mais escuro que o direito, o que não quer dizer que eu tenha cozinhado apenas 1. É que 1 queimou e o outro, assou... hehehe

Mas o mais impressionante é que curitiba já não tem mais opções. Para onde você vai com o seu carro, tem uma fila enorme de veículos parados, com motoristas nervosos, buzinas fortes, e tudo mais que pode irritar alguém. É simplesmente um inferno. Nos ultimos dias, tenho precisado fazer diversos trechos de carro e confesso, quero voltar a andar de buzum. Sabe aquele ônibus lotado, não importa. Pelo menos, não sou eu que estou dirigindo. Tem alguém fazendo isso por mim...

E além de tudo, é muito mais barato...hehehe

Rodei hoje 40 KM dentro de curitiba e posso dizer, sem dúvida alguma, que estou mais cansado em ter dirigido esses 40 KM aqui do que os 110 KM para a praia. Cansa bem mais aqui...

Mas, segundo rezam as lendas, um dia tudo vai ser diferente...

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

2010, um ano 10!

Como descreveu o nobre dudu, 2010 será um ano e tanto no que diz respeito a velocidade. Eu bem que gostaria de estar em São Paulo, no justo retorno da Indy no Brasil. Pena que sem a Danica... mas fazer o que. Sai ela, volta o alemão. Ao contrário do dudu, para mim o alemão nada mais é do que um piloto mais ou menos... Mas, não darei muita atenção a isso.

2010 também será o ano do esporte numero 1 do dudu. Será ano de copa do mundo e claro, das eleições brasileiras para presidente, e alguns outros cargos para ladrões.

A copa será na áfrica e promete muitas emoções. Emoções no campo e fora dele. A violência na áfrica diz que se parece com a do rio de janeiro um pouco pior. Então vai ser bala pra tudo que é lado.

No outro extremos, mais frio que a áfrica, os jogos de inverno no canadá me chamam tanta atenção quanto o automobilismo.

Vai sei um ano rápido, gelado e quente... Vai ser 2010!!!


Velocidade de sobra em 2010!

Numa escala bem simplória, o automobilismno vem na segunda posição entre minhas preferências esportivas, atrás do futebol, obviamente. Para todos os amantes da velocidade - como o nobre amigo LG - o ano promete uma catatau de emoções diferentes. Elas vão desde uma distante Danica Patrick estreando na Nascar (categoria mais importante do automobilismo dos EUA), passando pela prova de rua da Fórmulka Indy em São Paulo (na volta da categoria ao Brasil), pela chance de vermos quatro brasileiros na Fórmula 1 e pela volta do mega campeão Michael Schumacher às pistas.

Eu, pra falar a verdade, estou eufórico. Quando estiver bem velhinho poderei dizer com prazer a meus netos e bisnetos que vi o melhor piloto de todos os tempos correr e dar show. Se aposentar como o maior recordista de TUDO na fórmula 1 e depois voltar para mais uma temporada triunfante. Estou confiante demais no retorno do Alemão? Talvez. Mas não me surpreenderia em nada se ele desse novos espetáculos ao volante.

Não concordo quando dizem que ele pode manchar sua carreira se voltar e não obtiver os resultados esperados. Manchar uma carreira brilhante, com sete títulos e praticamente todos os recordes? Ainda mais enchendo o bolso de dinheiro? Quisera eu ter essa chance.

Dos brasileiros, obviamente, a expectativa é de um grande ano para Felipe Massa. O novo queridinho da Ferrari após o acidente que quase lhe custou "a vista" ano passado, ele deve se dar bem no renascimento da equipe italiana. Renascimento após um ano de fracassos retumbantes. Renascimento motivado pela chegada do talentoso Fernando Alonso. O espanhol, aliás, deve roubar as atenções na pista. Com um carro competitivo, deve dar o tempero que faltou ano passado na categoria.

Minhas atenções, como sempre, vão para o piloto Rubens Barrichello. Ele, que perdeu a maior chance da sua vida de ser campeão ano passado (esteve mais próximo do que quando corria pela Ferrari) pode surpreender. Não quer dizer que irá brigar por títulos, mas será certamente presença constante entre os primeiros. Isso, principalmente, por acreditar numa volta, aos poucos, da Williams ao posto de grande equipe.

Fechando a lista, Lucas Di Grassi, destaque brasileiro na GP2, e Bruno Senna, sobrinho do segundo melhor piloto da história, devem compor o grid. Alias, grid que terá pelo menos quatro pilotos a mais que ano passado. 24 que podem ser 26. Isso deixará tudo mais interessante, pricipalmente para mim. Isso porque no bolão que fazemos tradicionalmente na firma, a bolada no fim do ano será maior. Ano passado fiquei entre os oito melhores e este ano pretendo pelo menos um pódio (garantindo quase um 14° salário).

Depois de muito tempo, a Fórmula Indy volta ao Brasil. Será um Circuito de Rua e a promessa é de uma corrida emocionante. O traçado é tido como um dos mais inovadores, com previsão de ultrapassagens e muita emoção para o público. É pagar para ver. Ou melhor, ligar na Band e assistir

sentimento...

Ojeriza
Desprezo
Enoja
Irritação
Odio

Castigo
Abominável
Louco
Ordinário
Repulsivo

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Papo útil!

Enquanto vocês se deleitam com os bem fundamentados e políticos textos do meu camarada LG, cá estou para comentar um fato extremamente importante e útil (*** ironia) para o país: a eliminação da curitibana Tessália do reality show BBB. Gostaria de comentar sobe alguns assuntos. Primeiro sobre um tema que nos acompanha desde os primeiros anos escolares. A interpretação de texto.

Se existisse um manual de instruções que explicasse o programa, certamente ele teria já em seus primeiros parágrafos a explicação mais importante: é um jogo de exploração do instinto humano que prêmia com R$ 1.500.000,00 quem conseguir sobreviver. Ponto. Aqui está o resumo de tudo. Mesmo que esse manual não exista, essa ideia está explícita, mas o povo teima em não ver.

Em todas as edições do horrível BBB os estrategistas, aqueles que deixaram clara intenção de jogar, manipular, confabular e tramar para conseguir levar a bolada para casa foram defenestrados. Ontem mais uma caiu. A curitibana Tessália foi ao programa com uma estratégia interessante, analisando os demais participantes e deixando bem clara sua intenção. Rapidamente s sites de fofocas e coisas que o valham pintaram-na de vilã e o povo (???) a tirou do programa.

Parece que o povo não entende o real objetivo do BBB. Me dá a impressão de que eles querem que o programa seja uma extensão da novela das 8. Com vilões sendo humilhados e mocinhos e mocinhas casando no final, empurrando carrinhos de bebês por estradas de tijolinhos, rodeada de flores e animais saltitantes. Façam-me o favor. O bom é ver o pior da essência humana confinada em um cubículo qualquer. Intrigas, falcatruas e estratégias (todas, com certeza, controladas pela produção do programa) que deveria premiar o mais astuto. Não o mais bonitinho ou politicamente correto, como o gay e a feiosa pobre.

Não consigo conceber a ideia de entrar num programa como esse, com tamanha repercussão e visibilidade, com o objetivo de fazer amigos (estou feliz com os que tenho) ou char o grande amor da minha vida (já achei faz três anos). Eu iria para lá para ganhar R$ 1,5 milhões meus caros. Doa a quem doer. Tirando a Tessália, tiraram um pouco a graça do programa. Que de bom mesmo tem pouca cosa (tirando a gostosa da Cláudia).

BBB (Big Boquete Brasil)

Outro assunto que gostaria de comentar foi provável boquete que a Tessália pagou para o Michael, seu parceiro de programa. Li e ouvi muita gente chamando a guria de vagabunda, piranha, puta, e outras coisitas más. Minha gente, pro inferno com esse moralismo do cacete. Quem não gosta de um boquete? :) Falaram que ela foi maldita porque roubou o namorado de uma outra, que ficou "aqui" fora. O puto é ele que traiu a mulher, não ela que era solteira.

Falando sério... o que dá o direito de qualquer um chamar a guria de vagabunda, se ninguém sabe o que realmente aconteceu embaixo do edredom? O que pensariam (ou pensaram) a filha dela, mãe, tia, avó, pai, ao ler tudo o que falaram da menina? E depois que ela saiu e disse que ama o cara? Será que ama mesmo? ... Quem pode saber? E se amanhã ou depois se casam, têm filhos e vivem felizes para sempre, como a tão querida novela que o povo busca? Quem estava certo ou errado? Quem vai se desculpar?

O fato é que somos os mestres do julgamento na hora que nos convém, mas nos revoltamos quando nos colocam no alvo de alguma crítica. A galinha do vizinho é sempre mais gorda.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Calor... que calor...

Não vou reclamar do calor, eu até estava com saudades de suar como um porco o dia todo e ainda não conseguir dormir porque está quente pra burro. Assim como não vou reclamar de ter que ficar no buzum com um monte de gente fedendo suor e coisa e tal. Coisas da vida, como ela é!

E é nesse calor que podemos sentir que curitiba é uma cidade muito grande. O calor irradia das ruas, das calçadas... Mas uma coisa é interessante se você estiver embaixo de uma árvore, você vai sentir um frescor caracteristico. E é muito bom. Hoje eu parei o carro debaixo de uma dessas árvores e olha, é maravilhosa a sensação.

Bem, tente, experimente, depois me conte.

Participe, comente o blog... é de graça e será bem vindo o comentário...



segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Nova enquete...

Então, resolvi colocar uma enquete, vez que estamos justamente no ano eleitoral importante para o futuro da nação, aproveite e indique quem você contrataria se fosse dono de uma empresa e precisasse de um administrador para manter sua riqueza, administrá-la e ainda por cima, dar o alimento para as criancinhas...

Eu já fiz a minha escolha, preferi fechar a empresa, afinal de contas, nada funciona quando os nomes da enquete estão envolvidos. E não é só por birra não, mas é por falta de estudo, por falta de capacidade mesmo. Veja, o Serra, deve servir para alguma coisa, ainda não sei pra que. A dilma, é a "cumpanheira" que mais fez plasticas no brasil, está mais esticada que elastico de estilingue. O enéas virou adubo inorgânico para plantas daninhas. Silvio Santos me parece uma boa opção, mas aí, pode ser que o sus vire uma telesena, que só dá lucro para ele. E o lula, não preciso nem comentar, né, agora além de fazer pouco ou quase nada, tá gastando meu dinheiro com hospitais particulares.

Vote!

----------------------------

Os radares em curitiba voltaram a multar a zero hora de hoje. Estamos próximos de completar as primeiras 24 horas e creio que deve ser um recorde de multas. O curitibano demonstrou, ao longo de 2 meses, que o que é bom para manter todos na lei são os radares, as multas e a repressão mesmo. Se liberar a mão, esse povo atropelará o braço e sem dó, nem piedade.

Isso vale infelizmente para o excesso de velocidade, avanço de sinal, estacionamento irregular e todas as outras infrações possíveis. É triste você ter que dirigir se preparando para o fato de que o carro que está a sua frente, seja homem ou melhor, pode e vai, virar com tudo para o lado que você está. Aí você pisa no freio, detona o disco e, se der azar, vai usar o seguro.

Por falar em seguro, graças a habilidade unica do motorista curitibano, as seguradoras já anunciaram um aumento de 40% em média. Continuam roubando de 12 a 20 veículos por dia, pelo menos há uns 8 anos está nessa média. O que justifica 40% de aumento de um dia para outro? Claro, as barberagens... Esses motoristas de braço curto.

E você já reparou que tudo está aumentando? Gasolina, de 4 a 10%, escolas particulares, em média 10%, o feijão deve disparar por conta da chuva, o IPVA da quantum veio 50 reais mais caro, e olha que ano passado eu paguei com atraso... O IPTU está mais caro, com menos desconto... Tudo está mais caro...

E agora, o que fazer?

Talvez, já que não tenho mais grana para pagar o IPVA, nem para custear a gasolina, nem mesmo para ir ao shopping, pois todos estão cobrando estacionamento (existe uma lei municipal (hehehe piada municipal) que proíbe a cobrança)... nessas circunstâncias, uma boa opção deve ser mesmo assistir ao fausto (magro) silva... Pelo menos ele pode me fazer rir, pois as piadas do governo para mim, já não tem mais graça alguma...

E pior, o palhaço sou eu...

Fausto Silva

Se pegarmos como base as críticas da maioria das pessoas, o Faustão não estaria no ar há muito tempo. As críticas contra o agora ex-gordinho vão desde falta de educação "à la Jô Soares" (sem deixar o entrevistado falar) até o uso de subterfúgios pouco dignos para fazer a audiência do seu programa aumentar. Alias, essa briga pela audiência como o Gugu, na época no SBT, fez com que seu programa enfrentasse as piores crises de conteúdo.

O formato do seu programa já não encanta como em outrora, mas aos poucos ele vem melhorando. Eu, confesso, vejo muito pouco. Neste domingo vi a parte final do Domingão e confesso que ri muito. No quadro que deve premiar o melhor imitador (caracterização, voz e perfomance) levou três candidatos ao palco. Um horrível (uns caras imitando o KLB) outro meia boca (imitando o Fábio Jr) e um terceiro muito bom, sósia do Elvis.

A princípio sem roteiro algum, na hora da votação, uma sequência de trapalhadas envolvendo o ator Marcelo Novaes, a atriz Barbara Paz e o cantor e ator Sérgio Loroza. Provados pro Faustão, os três arrancaram gargalhadas na hora da da votação. Nada demais, na verdade.

Mas citei isso em defesa do Faustão. Com simplicidade, me proporcionou boas risadas neste domingo. Ele, que começou como eu (na reportagem esportiva de campo) e hoje é um dos comunicadores mais bem pagos do país.