quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Despachante...

Vou relatar algo que aconteceu comigo hoje. Pode ser que para mim, seja algo muito novo, mas creio que seja a hora de começarmos dar nomes aos bois.

Fato:

Me dirigi a agência da caixa econômica do novo mundo, em curitiba (2553-4). Ao chegar lá, como é natural, me dirigi a atendente do balcão de informação. Falei que gostaria de fazer um financiamento para comprar meu tão sonhado apartamento, ou melhor, apertamento. Enfim, será meu. A moça prontamente indicou um folder que estava em cima de sua mesa e me disse para procurar um despachante.

OK! Sou bom de argumento e argumentei que não queria pagar a taxa do despachante e que preferia fazer tudo pela caixa mesmo. Com muita má vontade ela anotou meu nome e foi esperar o atendimento.

Esperando o atendimento, reparei na figura do funcionário concursado. Calça jeans, tenis, camiseta cheia de estampas... Brincava mais que palhaço em circo, tirava sarro da funcionária nova... Um típico funcionário público federal, que mama na teta e trabalho que é bom, só de terça a quinta das 9h às 15 horas....

E foi ele quem me atendeu. Me identifiquei, ele também , o nome dele é Giovani ou Jovani, algo assim. Quand terminei de falar, estando eu com todos os documentos na mesa, em frente a ele e ainda com um celular gravando nossa conversa, ele me afirmou que naquela agência, para dar entrada, só através de um despachante.

Leia-se: uma pessoa física, pagadora de impostos e com todos os pré-requisitos para comprar um apartamento está sendo coagida a contratar por no mínimo 200 reais um despachante para fazer algo que um funcionário concursado da caixa deveria fazer.

Eu quero perguntar algumas coisas:

Quem está levando nessa? O despachante, o funcionário, o gerente ou ambos?
A isso eu posso chamar de: caixa 2, corrupção, peculatou ou algo assim?
Será que o ministério público pode fazer algo?
Será que algum advogado está lendo meu texto e quer pegar a causa?
Será que estou errado e deveria me calar?

Bom, vou responder só a ultima. Estou cansado de ter que aceitar tudo que o governo e sua máquina estatal de merda, inchada e ineficiente me obriga. É fila no detran, é imposto de renda, é caixa econômica cheia de funcionários públicos de merda, que morreria de fome na iniciativa privada, é corrupção na nossa cara.

Liguei na hora para o SAC da Caixa e fui informado que a prática de indicar um despachante é proibida pela caixa. Tá na hora de vir um engravatado de brasília para cá dar uma sacada.

LULA-LÁ 51, tão zuando no teu governo. Presta atenção, cumpanheiro...

Um comentário:

  1. Bom dia, acho lamentavel este tipo acontecimento,demostra pura falta de respeito no atendimento ao publico ,mas não é culpa dos funcionários da caixa , nem dos despachantes que atuam neste seguimento,mas puramente de quem determina as regras de funcionamento sem conhecimento sobre o assunto,contratar um despachante deve ser por pura e livre vontade do usuário,e se assim for a vontade do contribuinte ainda um da sua confiança e não indicado pelo prestador de serviço,e para evitar futuros aborrecimentos , exsija a comprovação de registro no CRDD Cons.reg.de Desp. Docum.

    ResponderExcluir

Desabafe!