segunda-feira, 15 de março de 2010

Olá...

Tem dias que eu quero escrever mais de uma vez aqui. E hoje é um desses dias. Veja, diz um jornal, que não vem ao caso, que a Apple não quer abrir uma loja aqui no brasil. Para quem não sabe, a Apple é uma daquelas marcas que cobram o dobro por algo que custa metada e que no final das contas, nem vale tanto a pena assim. Mas mesmo assim, os computadores dela são melhores, os "mp3 players" são melhores, os celulares são melhores.

Mas vamos lá. Sabe qual a justificativa para não abrirem uma loja no rio de janeiro? Não, não é o medo de que os vidros do cubo de vidro que seria fossem quebrados praticamente todos os dias, que é o que muito provavelmente aconteceria num país como nosso, onde o "império capitalista dominante pós moderno" do PT não é bem-vindo.

Steve Jobs, o cara por trás da Apple, a exemplo do Google com seu celular, não vão investir no brasil porque a quantidade de imposto e as alíquotas são muito elevadas, o que faria logicamente os produtos ficarem mais caras do que nos outros países.

Você acha que isso não importa? Pois importa sim, dentre esses impostas estão FGTS, PIS, CONFINS e outros impostos trabalhistas. Não que nós trabalhadores não tenhamos dinheiro, mas nem o FHC nem o 51 tiveram a capacidade de reduzir a maquina estatal a um patamar de eficiencia. O custo x benefício dos funcionários do governo ainda é muito baixo. Se não for zero.

Basta você ir até uma agência da caixa econômica e tentar emprestar um dinheiro para você ver que você vai sair de lá sem o aperto de mão e o abraço que insistentemente aparecem na propaganda na televisão ou a promessa no rádio.

Nossos carros são mais carros que os demais, algo entre 30 e 50% são impostos, distribuídos em toda a cadeia produtiva. O custo do celular, só de ICMS aqui no paraná para 29% - é o segundo mais caro do mundo, só perde para a África. Nossa gasolina? Piada. O arroz? Requião bem que tentou, mas não serviu pra nada.

A Apple não precisa se desgastar aqui. Quem quer, manda vir de fora, não é mesmo? Mas quem sabe se Jobs tivesse frequentado e presenteado alguns, se isso não seria revisto?

Ah, proposta, faça uma visitinha a algum órgão público de atendimento ao cidadão, receita federal, sus, qualquer um, depois me conte. Ah, melhor ainda, vá a um posto de saúde e peça um eletrocardiograma para saber como anda seu coração. Só espero que esteja bem, senão. PI.... PI..., PI.., PI., PI...PIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII.....!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!