quarta-feira, 19 de maio de 2010

vamos ver o sol nascer?

pois bem, começo essa quarta-feira com um sentimento: me sinto um completo idiota - com direito a cauda, orelhas de burro e nariz de imbecíl.

uma pergunta, hipotética, ok?

você, em sua casa, guarda o nescau na porta de baixo do armário. como você gosta de fazer o bolo nega maluca, você geralmente compra aquelas caixas de nescau com 4 kg, certo?

porém, tudo vai bem até o dia em que você chega cansado(a) do trabalho e vê que seu lindo filho de 6 anos, virou a caixa de achocolatado, e está, lindamente se lambuzando inteiro. tirando que você tenha ficado bravo(a), você guarda o que sobrou, coloca a segunda caixa que estava na dispensa e pronto, no dia seguinte, seu anjinho, que mais parece uma formiguinha, está lá, com as duas caixas.

no terceiro dia... no quarto dia... no quinto dia... até que você chega em casa e corta-lhe os dedos das mãos fora. pronto, problema resolvido!

agora ela não tem mais como abrir o armário, não tem mais como pegar a caixa, e nunca mais vai chupar dedos...

extremo?

sim, e é pra ser mesmo.

é assim que eu me sinto com nossos políticos no modelo atual. um tal tito kuzma, um dos donos do pinheirinho e região, resolveu que vai dar um basta aos assaltos que ocorrem nas saídas de banco. e sabe como ele fez isso?

hahahaha - fez um projeto de lei, que já está quase aprovado em segunda votação, proibindo o uso do telefone celular dentro dos bancos.

lindo, é como a mãe da história acima, cortar o dedo do filho, não ajuda em nada, apenas atrapalha.

políticos como esse vereador e outros tantos não prestam para nada a não ser para fazer volume. um projeto de lei como esse além de não resolver o problema não vai melhorar em nada a segurança públia na cidade, no estado, no país.

não precisamos de mais leis ou leis mais modernas e enérgicas, precisamos sim de um sistema em que as leis sejam cumpridas por todos e que as entidades encarregadas de buscar e capturar que não obedeceu as leis façam isso direito.

o ladrão vai entrar sem o celular, mas ela ainda poderá usar sinais visuais, rádios comunicadores de alta frequencia, ou ainda, poderá sair atrás da vítima e fazer da mesma forma.

essa lei infelizmente, na minha visão, é apenas uma amostra de quão burro pode ser um ser humano, assim como eu me sinto e me descrevi no início desse texto!

uma lei dessa é tão nula quanto a fiscalização que fará ela ser cumprida!

toca o barco...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!