segunda-feira, 12 de julho de 2010

acabou... agora, não se fala em outra coisa...

a copa do mundo finalmente acabou. para os brasileiros já tinha acabado (para mim felizmente), bem antes. mas o fato é que 2014 está em todas as manchetes e tudo mais. afinal de contas, se esse ano a copa foi realizada num país tido como pobre ou desigual, em 2014 não será diferente.

não se fala em outra coisa. a começar pela porta de entrada dos estrangeiros, os aeroportos no brasil já não atendem a demanda exigida para os voos domésticos. mas isso tem uma explicação lógica, pelo menos lógica para mim: porque investir nesses aeroportos se na verdade a demanda só se mostra em datas ou proximos a datas como o natal e o ano novo? no restante, até que dá para usar...

para que gastar dinheiro com o que está bom? alias, e melhor gastar o dinheiro que tem sobrando para pagar os bolsas - escola, família, gás...

a copa do mundo de 2014 será realizada num país que tem grandes índices: corrupção, violência, mortalidade pelo descaso público, cidades altamente violentas e ainda, o maior juro praticado do mundo. é importante que o gringo venha, mas ele tem que trazer dinheiro certinho: se trouxer demais, será assaltado, se trouxer de menos será assaltado também - só muda o bandido!

não se fala em outra coisa, o atlético paranaense quer dinheiro do governo para ser sede de alguns jogos de 3ª linha, tipo estônia e lunáticos assassinos... e eu quero que o governo não dê esse dinheiro, a não ser, que seja para unir todos os times, suas torcidas e construir uma mega arena para qualquer time poder usar, é possível?

enfim, não se fala de outra coisa senão essa maldita copa do mundo de 2014...

pelo menos, por 4 anos, falar, falar e falar vai ser fácil... o duro vai ser estar no país em 2014...

viva a espanha...

2 comentários:

  1. Araaaa, mas é vc Dudu?
    Poxa, que legal te encontrar, agora que sei que o blog é teu passarei mais vezes por aqui.
    Valeu por indicar meu blog...
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Valeu Silvia... mas a indicação nem fui em quem fez. Foi o meu amigo e co-autor LG Gaertner, que pelo jeito gostou dos teus escritos e sem saber que já nos conheciamos mandou ver na indicação. Merecida, inclusive. Beijão

    ResponderExcluir

Desabafe!