sexta-feira, 9 de julho de 2010

china, china, china...

ontem conversando com minha irmã, que ficou impressionada em saber o nível de produção e de comercialização da china, ficamos admirados com os potenciais daquele país.

quando você for ao supermercado hoje ou no final de semana, ao escolher um produto, procure nos lugares mais escondidos da caixa, uma inscrição: Made in China. Você pode se surpreender.

os chineses, que oficialmente vivem num sistema comunista, aproveitam bastante hoje os louros do capitalismo. e não só do capitalismo norte-americano, mas sim, da necessidade de consumo de todo o mundo.

lá na china se produz tudo o que se possa imaginar: carros, motos, lápis, canetas, brinquedos de qualquer tipo, pratos, vidros, louças de mesa, garfos, facas, computadores, notebooks, netbooks, celulares... ufa... ah sim, vuvuzelas dos infernos, cornetas, brandeirinhas do brasil de plástico com o tom de verde errado, roupas, sapatos, tênis...

então, resume o nobre... somos hoje reféns da china. afinal de contas, para manter o consumo de certos produtos apenas no brasil, não teríamos indústrias capazes. nem indústria, nem mão de obra, muito mesmo tecnologia instalada para isso.

a china é um trator do desenvolvimento! se existe problema com o lixo do homem, a china é parte desse problema, pois produz boa parte do lixo.

mas o que parece o paraíso, na verdade, não era, mas vai se tornar. alguns dados demonstram que o poder de compra do chines está aumentando e isso significa que para 1 bilhão de chineses comprar, a industria terá que se voltar ao mercado interno. mas o chines não quer comprar brinquedos que quebram na primeira hora, dia ou semana.

então, talvez eles façam coisas boas para eles e ruins para o resto do mundo... eu faria assim...

enfim, serve o modelo para o brasil. se quer crescer, tem que pensar grande. se somos um país agrícola, está bem, temos uma carta na manda, mas é preciso mais investimentos. temos que produzir.

temos que parar com essa história de trancar a produção para assistir um jogo da seleção. temos que desenvovler indústrias que poluam pouco e produzam muito, temos que exportar bens de valor agregado ao inves de ficarmos felizes de exportar os grãos de soja ou o minério de ferro. temos que vender subprodutos da soja e o aço pronto.

é assim que se avança, brasil, acorda brasil!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!