quarta-feira, 28 de julho de 2010

polêmico...

o que vou escrever aqui é para ser polêmico mesmo. e que assim seja.

no brasil, observamos com o passar dos anos o surgimento de novas e promissoras profissões. algumas nem tão promissoras assim, como o telemarketing, outras, um pouco mais promissoras, como os políticos.

mas uma dessas novas profissões precisa urgentemente ser aceita e regulamentada pelo governo federal: assaltante.

penso assim, é tanta gente que compra produtos roubados, que a melhor forma de combater isso seria formalizando a profissão. criaríamos um código de ética para o assaltante: ele pode assaltar, roubar, furtar, mas não pode matar nem mesmo fazer refens, pode ser? depois que ele exercer sua profissão, ele troca por drogas, ou vende ou faz o que bem entender, pode até mesmo enfi.... deix pra lá!

proponho isso pois nossa polícia não consegue mais combater esse tipo de crime. rouba-se de tudo: cigarros, comida, dinheiro, banco, sofá, refrigerantes, nossos impostos, até mesmo cuecas sujas no varal. é uma vergonha.

a polícia até tenta combater, mas é impossível ficar pegando bandido que a justiça insiste em soltar porque é um crime leve ou porque o sistema prisional vai torná-lo pior. o cara rouba, fica 2 semanas na jaula, paga umas cestas básicas ou uns muros lavas e pronto, logo está na rua.

enquanto isso, um pai de família que digire uma van que entrega cigarros é feito refen e carregado de lá para cá com uma arma (que é proibido o porte para todos menos os policiais e alguns outros) apontada para a cabeça.

então, deixemos de ser cretinos, já que comprar algo roubado é tão comum assim, vamos legalizar essa porra toda assim como querem fazer com a maconha, pode ser?

senhores deputados, ta aí uma ideia para a campanha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!