sexta-feira, 23 de julho de 2010

promoção

já que o tema nunca sai de moda, vamos a promoção do ano: presidente!

estamos na fase das promoções. assim como em algumas lojas, na política as promoções estão em alta. é muito por pouco, muita proposta e muitas soluções por apenas 1 voto.

trem bala, trem chicletes, portos, aeroportos, copa do mundo, olimpíadas - além dos clássicos - educação, saúde digna, segurança pública eficiente, crescimento sustentado, juros baixos, crédito facilitado e tudo mais que estamos cansados de saber e mesmo assim, a grande maioria define...

não faltam candidatos com propostas. e cada uma, melhor que a outra!

propostas são sempre bem vindas, mas e as ações?

uma dica mercadológica: se você se dispor e gastar mais gasolina, analisando as promoções e nos casos específicos, comprando apenas as promoções, você verá que o custo da gasolina, pneus e manutenção será diluído na economia nos preços. um mercado vende qualquer coisa em promoção, certo? pode ter certeza que em outro mercado, talvez mais longe de sua casa, esse produto estará no mesmo preço ou até mais barato!

e você, aproveitou a promoção?

ao longo dos anos, percebo que meu pai, além de gostar de passear por mercados, tem economizado e muito, apenas comparando os custos. ele vai no big, depois no walmart, no condor, no extra e olha lá, são muitas sacolas de diversos mercados e, em algumas vezes, miseros centavos e em outras, vários reais de diferença! ele é mão de vaca, mas sabe bem o quanto teve que trabalhar para poder viver hoje!

tomara que ele também saiba pesquisar na hora de ir votar. temos candidatos que já se mostraram ineficientes.

as promoções são maravilhosas, vote nesse e ganhe isso. vote naquele e ganhe aquilo.

teremos que escolher, afinal de contas, o voto é democrático mais obrigatório. então se possível, vamos analisar as promoções que temos e tentar assim, definir um futuro mais concreto para nosso grande país!

e não acredito no 3 pelo preço de 2, tá... na verdade, normalmente estamos pagando 4...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!