terça-feira, 27 de julho de 2010

talvez um devaneio

quando eu era pequeno, sim - já fui pequeno um dia... eu comecei a estudar no centro de curitiba, isso era mais ou menos em 1990. pegava o ônibus todos os dias no terminal do capão da imbuia e vinha para o centro. na época os ônibus não eram tão modernos quanto são hoje mas eu levava os mesmos 20 minutos não mais que isso.

hoje, passados 20 anos, estava reparando no trajeto e fiquei pensando em quanto nossa querida e provinciana curitiba já cresceu. o centro de curitiba, as 7 hora da manhã há 20 anos era um lugar sem gente. mal e porcamente víamos alunos de outras escolas e alguns poucos trabalhadores que caminhavam ou tomavam café nas lanchonetes que ainda não eram domínio dos orientais.

hoje, chegando no centro, as 7h30, já era possível ver um mundarel de gente, todos caminhando a passos apertados, talvez na expectativa de chegar logo ao seu posto de trabalho e assim poder produzir o do dia e garantir no final do mes aquele din-din para pagar as continhas...

20 anos se passaram, curitiba deixou de ter 800 mil habitantes para ter mais que o dobro, na verdade, em algumas contas, temos 3 vezes mais. os ônibus, antes cotocos, passaram por articulados, hoje temos os biarticulados e sempre os mesmos estão lotados nos horários de pico. no terminal, das 6 ou antes até umas 9 horas, é lotado.

são 20 anos, o mesmo trajeto mas as pessoas mudam todos os dias... a queridinha curitiba mudou. continua provinciana, mas apenas no comportamento, pois no físico, somos uma metrópole e temos todos os problemas e supostas soluções que uma cidade desse porte pode ter.

é engraçado, ouvia meu pai falar da curitiba da época dele e de como ela tinha mudado. pronto, um novo filme se passa em minha cabeça...

estranho...

Um comentário:

  1. Tudo muda e nem sempre as mudanças sao boas, por outro lado, nada deve nem pode permanecer igual.
    Curitiba é uma cidade linda, eu que sou do interior de SP (bem sertão mesmo), acho Curitiba uma das cidades mais charmosas do Brasil.
    Beijo.

    ResponderExcluir

Desabafe!