segunda-feira, 2 de agosto de 2010

momento reflexão

Estamos em um ano eleitoral. Isso é importante. Tão importante quanto tomar banho quase todos os dias, afinal de contas, que "cabula" o banho, fede. Fé demais, não cheira bem e isso também é importante. No ano eleitoral, tomar banho e ter fé são princípios que precisamos com maior força.

Sou jornalista a longos 10 anos e a pelo menos 6 meses estou escrevendo nesse blog, que graças ao nobre dudu passou por uma reestilização que ficou maravilhosa.

Nesse mesmo ano de eleições, estou mais uma vez tentando pensar e existir. Me meto a escrever uma coisa chamada crítica. Até tento, mas descobri que no Brasil a crítica é algo não consumido pelo leitor. Você, leitor do DLQ, deve ser diferente, pois a cada crítica que escrevo, você volta para ler. Meu companheiro de blog é mais cometido e escreve coisas lindas também, que refletem inclusive o amor.

E aí, como é ano de eleição, eu tomo banho todos os dias e minha fé já foi pro beleléu, pensei: o que estou fazendo aqui?

Não há uma resposta. Mas ainda assim, continuo me perguntando.

Afinal, a crítica no Brasil ou é algo que pode ser entendido como ofensa ou nem é entendido. Criticar os seres semelhantes a eu e o dudu é o mesmo que contar a mesma piada. Todo mundo ri mas não serve mais para nada.

Mas ainda assim, não adianta, meu cérebro pede para que eu escreva.

E minha crítica hoje vai ao ex-governador do nosso estado. Quando ele deixou o cargo, o que ficou depois, não lembro o nome, começou a incomodar tirando grande parte dos apadrinhados políticos, inclusive o secretário de segurança pública. E não é que a coisa começou a melhorar?

Nunca antes na história dos ultimos 8 anos ví tanta "políça" nas ruas. E estão prendendo de tudo. Traficante, ladrãozinho de 5ª... Falta apenas deixar todos esses nojentos presos... É pagar para ver, né!

E agora uma crítica, ou melhor, uma autocrítica: tentarei escrever outras coisas que não apenas críticas... mas não sei se terei condições de cumprir com isso...

Boa semana, abraços, beijos e tudo de bom para todos os bons...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!