quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Noção do tempo...

Eu perdi.

Confesso que perdi. Não sei mais como medir o tempo. O relógio não me ajuda, os calendários também não e quanto mais eletrônico me torno, menos eu consigo perceber o tempo. Acordar e dormir, já são coisas automáticas em minha vida. O despertar, acontece antes do despertador. O dormir, acontece sempre depois do momento que deveria ser.

Ando cansado, mas continuo andando.

E se medir o tempo já está difícil de fazer, agora com essa merda de horário de verão, a coisa ficou ainda pior. Desperto as 6, mas na verdade são 5 e meu corpo, essa semana está cobrando um preço alto. Não que seja problema, afinal de contas, com todo esse esforço estamos economizando um mundo de energia, algo que gira em torno de 0,5%. Vale a pena, né, é por uma causa justa.

Mas não é só o horário de verão. Os dias parecem precisar de mais de 30 horas hoje em dia. Não adianta nem querer criar caso, é isso e ponto.

E porque meus dias tem que render 30 horas é que perdi minha noção de tempo. Tem dias que parece que trabalhei 30 horas, tem dias que eu trabalhe 8, e assim por diante.

Minha critica ao horário de verão é que, além de me ferrar na vida, no trabalho e em tudo, é pura cretinice. Economizamos pois temos a luz do sol até mais tarde, mas pelo menos, antes, eu não tinha que acender as luzes para trocar de roupas ao amanhecer.

Que coisa, não?

Vou seguir, com horário de verão ou não, vou seguir.

E que assim seja...

-----------------

Houve um acidente com um ônibus biarticulado hoje em curitiba. Acidente terrível, diversos feridos, dizem que tinha mais de 200 pessoas no buzum. Não sei, mas mesmo que tivesse apenas o motorista, seria lamentável. E pior, observando a foto e vídeos do local do acidente, fica claro que um motorista furou o sinal, eu acredito que foi o motorista do caminhão envolvido.

Só espero que dessa vez, não culpem o motorista do buzum. Pelo menos na entrevista ele não parecia bebum ou doente.

Prefeitura, por favor, dá uma olhadinha nesse cruzamento, tempos atrás, na mesma esquena, com o ônibus no mesmo sentido que esse, um modelo igual, invadiu a loja de motos. Dessa vez, como disse, no mesmo sentido, mas tinha um poste no caminho...

O cruzamento da Travessa da Lapa com a Visconde de Guarapuava precisa, urgentemente, passar por uma reengenharia de tráfego, com mais sinalização, sinaleiros modernos e qualquer outra porcaria necessária para evitar acidentes com veículos do transporte coletivo, ainda mais, os que estão muito cheios.

É isso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!