terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Qual o objetivo disso?

Você, caro leitor, quer ganhar dinheiro? Ganhar muito dinheiro? Dinheiro a rodo, ou as pencas? Eu tenho algumas receitas, vou comentar uma delas hoje nesse post. Primeiro, você precisa de uma equipe de umas duas pessoas ou mais e um pedaço de bambu. Com duas já da pra começar. Uma delas, você coloca ler jornais do brasil inteiro, do município menorzinho até São Paulo, a grande meca do Brasil.

A segunda pessoa você coloca para apertar F5 seguidamente no sistema de pregão eletrônico do governo. Tá bom, você achou simples então, certo?

E é, quer coisa melhor que começar a prestar o serviço em outubro ou novembro e logo em janeiro ter uma aumento na remuneração de seus serviços?

Vamos lá então, vou citar um exemplo, depois outro, bele? No governo Lula (PT, com olhar voltado ao social e ao povo), uma estrada que liga o Paraná a Santa Catarina, BR 376 um trecho e o restante e famosa BR 101, foi privatizada. E fiquem atentos ao detalhe, pois no dia em que começaram a cobrar o pedágio, em pouco tempo, já puderam aumentar a tarifa. Tudo amigavelmente assinado em contrato entre a empresa e o governo lula-lá!

Outro grande exemplo. Depois de milhares de anos dos mandos dos empresários do transporte coletivo de curitiba, famílias que dominam a cidade a zilhões de milhares de tempos, uma licitação foi realizada. E o objetivo dessa licitação era o menor preço pelo melhor serviço.

No auge do processo licitatório, as mesmas empresas que se organizaram numa quadrilha que alguns gostam de chamar consórcio, acabaram retirando concorrentes pois elas, segundos os consorciados, não tinham conhecimentos nem ônibus necessários para atuar em curitiba. Então, para fazer o que esses porcos fazem, nem precisa saber de nada mesmo.

E mal o consórcio começou operar, eis que: O CUSTO SERÁ AUMENTADO!

Para que um processo licitatório se quem manda mesmo são so colarinhos brancos dos consorciados, que vão mais uma vez nos roubar parte dos 5% que a maioria recebeu de aumento?

E ainda, para que uma empresa com a URBS para gestar essa merda toda?

Aliás, para que prefeito e vereadores se ninguém pode fazer qualquer merda contra qualquer um dos consorciados? São famílias que exploram trabalhadores e usuários a anos e tudo vai continuar com está?

Que inferno isso, 2,50R$ é assalto a mão armada... Aliás, se depender desses empresários de merda, assalto a mão armada vira moda na catraca e no interior dos ônibus velhos e com motoristas mal treinados de Curitiba (1º mundo) City.

Tomara um dia, a gente tenha um prefeito de verdade, vereadores de verdade e uma cidade realmente melhor...

FDP!

2 comentários:

  1. E digo mais: Exatamente hoje (04/01) estava eu a voltar para meu recinto, utilizando ônibus com máquina para cadeirantes. Eis que ocorre o raro: Um cadeirante queria usar o bus.

    Pra entrar em semelhança ao seu penúltimo parágrafo, tanto motorista como cobrador eram tão mal treinados que no meu MP3 já haviam passado 3 músicas e nada dos caras conseguir por o cadeirante pra dentro, ou seja, demorou cerca de 15 minutos pra pessoa entrar! Um verdadeiro ultraje, sem contar no constrangimento do cadeirante!

    E não é só isso, o motorista juvenil deixou as portas abertas e ao olhar pra trás, percebi que 3 fulanos haviam 'furado'. Pode?

    ResponderExcluir
  2. Isso que quando estava pra sair a licitação o presidente da URBS GARANTIU, jurou de pé junto que a passagem não ia subir...

    Eita povinho de memória curta!!

    ResponderExcluir

Desabafe!