terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Será que continua?

Uma pergunta não quer calar em minha cabecinha, pequena e vazia: será que o Brasil continua a crescer como cresceu nos ultimos anos?

Nunca antes nesse país, vimos um crescimento tão vertiginoso, o presidente lula conseguiu quase zerar o desemprego, aumentar o salário mínimo a 1/5 do que precisava ser para obedecer a constituição e coisa e tal. Mas, fato é que muita gente comprou muita coisa que jamais havia sonhado. Carro, apartamento, casa, sobrado, geladeira, tv de plasma, entre outros tantos sonhos de consumo.

Porém, um balde de água quase gelada, foi jogado e outros baldes estão anunciados. Nossa presidentE dilma, determinou em algum momento que nós brasileiros não pudemos ouvir para provar, que o crédito comece a ser restrito. Na prática, teremos que pagar mais na entrada, em menos parcelas e claro, com juros mais altos.

Esse jornalista que escreve, estava pensando e tentando comprar um apto. Nada muito caro ou gigante, apenas um canto para poder dormir e passar algumas horas, ou escrevendo para o diário leite quente, ou escrevendo qualquer coisa. Pois bem, em novembro, outubro, eu precisava de uns 10 mil de entrada para financiar o resto.

Hoje, nossa Caixa Economica Federal, depósito de tantos FP, me pede no mínimo 26 mil. E o preço do apto é exatamente o mesmo.

Não posso reclamar, sempre disse que não dava pra manter o ritmo lula de empréstimos, mas o que fazer com um país que tende a crescer menos? Aceitar o desemprego? Aceitar que o povo voltará a não consumir mais?

É, talvez dilma tenha pego uma bomba realmente bastante grande, e isso vai repercurtir em todos nós, classes médias e baixas...

Fui...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!