quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Vergonha de ser...

Eu acredito que as vezes cometi o maior erro de minha vida ao decidir estudar e tentar praticar isso que chamam de jornalismo. Nem vou entrar no mérito daquela jornalista de não sei onde que passava informações para traficantes e tal. Isso é coisa dela.

Mas, antes de continuar, se puder, click e leia: matéria sobre ônibus x sinal vermelho

Porque esse tipo de matéria irrita?

Simples. Não é preciso usar o transporte coletivo todos os dias da semana, como eu utilizo, para saber que o transporte coletivo de cutitiba é extremamente perigoso. O que essa repórter, que imagino eu nunca tenha andado de ônibus presenciou e trouxe como um quase furo jornalístico, infelizmente acontece todo santo dia em todos os santos cruzamentos em que circulam ônibus. É usar qualquer linha... Simples assim.

E essa mesma repórter, agora que está ficando especilista em transporte coletivo, deveria andar numa outra linha, ou em outras duas, no mesmo trecho - cito Centenário Campo Comprido ou Pinhais Rui Barbosa, no trecho em que esses coletivos descem sentido rodoferoviária na 7 de setembro, entre as ruas Alferes Poli e Marechal. A repórter poderia presenciar a velocidade que os ônibus atingem nesse trecho da viagem. É realmente uma viagem.

Essa repórter poderia ainda, presenciar como os outros ônibus fazem curvas, buzinam ao passar por sianis verdes, amarelos e vermelhos. É hipócrita um jornalismo, ao inves de vivenciar esse sistema de transporte cretino, se aproveita de apenas um acidente maior para martelar problemas. Os ônibus estão sempre aí, fazendo cagadas diariamente.

Sra. Jornalista, convido você juntamente com uma outra repórter da Band News FM de Curitiba, para circularmos uma tarde inteira, o dia que vocês escolherem, para ver como é na real, topam?

Ah, e tem outra coisa. Gostaria de saber das duas e de todos os outros, se por acaso alguma vez na vida, não andaram fora do limite de velocidade ou então, se vocês nunca ultrapassaram pela direita ou ainda, se nunca, em hipótese algum, aproveitaram-se do sinal amarelo para economizar 30 segundos do sinal.

Será?

O comportamente dos motoristas de ônibus é apenas igual ao comportamento de muitos outros milhares de motoristas. O desrespeito virou rotina para esses profissionais e para tantos outros muitos motoristas dessa cidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!