quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Campanhas sem sentido

Quais os objetivos de campanhas para economia de energia, economia de água ou qualquer outra coisa desse estilo?

O relato que vou fazer é impressionante, mas ainda assim, uma verdade. Aqui em casa, a conta de telefone vem, em média, 215 reais. Quando a conta é observada, fica claro que ligações para celulares são muito mais caras que as demais. E isso acaba afetando o valor final.

Enfim, convenci meus pais a utilizarem um celular pré-pago, pois dois dos filhos tem celular da mesma operadora e dessa forma, uma ligação custa 0,25 de real. Eles toparam. E o reflexo foi imediato. De 215, a conta veio com valor aproximado de 160 reais, proximo dos 145 que custaria sem qualquer ligação para celular.

Estava contente até ver que a de fevereiro, virá nada menos do que os 200 e poucos. E claro, as ligações para celulares estão ali.

É impressionante que não adianta pedir, não adianta explicar ou qualquer coisa parecida, as pessoas, mesmo que da família, dificilmente entendem que economizar no mundo moderno é uma palavra básica.

Esse foi apenas um exemplo. A conta de luz, mesmo com 3 pessoas viajando, veio tão alta quanto se estivessem todos por aqui. Eu não vou mais falar nem pedir, sabe, é complicado perceber que as pessoas não tem vontade de contribuir. E nem estou falando de meio ambiente, estou falando de dinheiro mesmo.

O maior detalhe é: quando não pagamos com nosso trabalho ou fruto dele, fica mais fácil gastar. Nossos políticos, aqueles cujas mães são bastante trabalhadoras, gastam o dinheiro que nós, trabalhadores filhos da pátria ganhamos.

Como lutar contra o maior exemplo de gastança do país? Fica difícil, né!

Usar o msn, o skype, apagar a luz, tomar banhos mais curtos, não lavar tanto as calçadas ou então, usar água da chuva para isso. São apenas alguns exemplos, não é mesmo?

Se cada um fizesse sua parte... pena que poucos fazem bem feito!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!