quarta-feira, 4 de maio de 2011

Surpresas da vida...

De vez em quando, uma surpresa ou outra, nos surpreende... heheh que frase mais tosca, não é mesmo? Mas é assim a vida, uma hora acertamos, noutra, erramos e seguimos.

O DLQ, nasceu, está crescendo e um dia, ficará forte e vistoso. Porém, não posso deixar de agradecer todos que visitam aqui e voltam, ou não. Vocês todos são importantes para mim e para o nobre dudu, que comigo escreve. E um desses leitores me enviou um texto, que colocarei aqui para que possamos refletir um pouco. O texto está na íntegra e vamo que vamo.

--------------------
Hoje o dia começou normalmente, acordei, almoçei, fiz tudo o que precisava ser feito e fui dar uma olhadinha nos sites e blogs que acompanho diariamente. Estava eu tranquilamente vendo as noticias e porcarias que vemos por ai, até que me deparo com um texto com o seguinte titulo, "Preço justo" Não faz sentido.

Inicialmente pensei, opa, mais um site apoiando a campanha do vlogueiro Felipe Neto contra os impostos, ok, vamos ver qual é a boa. Começo a ler e fico impressionado com a opinião do autor.

Este diz que não devemos pedir a baixa dos impostos, que isso não adianta, e a verdadeira solução de todos os problemas brasileiros é o incentivo a produção interna de produtos, incentivando as grandes marcas a se instalarem no país do futebosta, perdão, futebol.

Ai eu me pergunto, será mesmo ESSA a solução de tudo? Os impostos não precisam ser cortados? Eu realmente não sei em qual país o autor do texto acha que está, mas aparentemente ele acha que os preços dos produtos vendidos aqui estão juma beleza! Aparentemente pra ele, pagar R$ 400,00 reais numa mochila, que custa menos de R$ 100,00 fora, pagar R$ 3,00 o litro dessa gasolina medíocre e vagabunda que temos aqui , é um bom negócio! Sendo que a gasolina é 100% produzida aqui no Brasil, e exportada pra países vizinhos, onde é vendida a R$ 2,00, e é PURA!!

E foi assim que meu dia começou a ir pro espaço, mas não foi só isso.

Algumas horinhas depois recebo um email de um colega, que mora em São Bento do Sul. O conteudo do email era o seguinte:

Parece que na pequena e humilde cidade de 65 mil habitantes está acontecendo alguma coisa, policiais estão retirando todo e qualquer insulfilm dos carros, alegando estar mais escuro do que pode e bla bla bla, sempre com aquele jeitinho maroto de policial safado.

Isso ja me deixo puto, porque enquanto esses vagabundos tão ai achando probleminha em carro, tem neguinho assaltando e fazendo o que quer por ai. E não é só por aqui que isso aconteçe. Nessas ultimas 2 semanas vi 2 noticias em que policiais estão deixando de fazer o que devem pra encomodar quem está de bem com a lei e pior, até roubando!

E o email era justamente pra "jogar a merda no ventilador", botar a boca no trombone e reclamar com todos os direitos que um cidadão brasileiro possui. Fazer valer a palavra do povo!
Ai você pensa, poxa que legal, o povo ta fazendo alguma coisa e exigindo seus direitos. E ta certo, concordo com isso, temos SIM que reclamar e se precisar sair na rua e quebrar tudo.

Mas o que me fode a paciência é o seguinte:

Com tudo o que ta acontecendo nesse país maravilhoso (Ironia), gasolina a R$ 3,00 L, impostos aumentando e sendo criados a cada dia, policiais e politicos corruptos, falta de saude, educação, infra-estrutura e tudo o que vocês ja sabem que falta pra todo mundo. PORQUE esses ignorantes vão reclamar de uma PORRA DE UM ISULFILM?

PORRA, porque não fazem isso pra baixar o preço do pão, arroz, feijão e todas as outras coisas que REALMENTE necessitamos?

Isso me fodeu o dia e o humor, e o pior é que depois de tudo isso, ainda tenho que ir pra faculdade, passar 4 horas e meia escutando um professor concursado que não ta nem ai pra educação e pros alunos. Ta ganhando o dele e pode ver seu timinho do coração jogar no domingo.

É um cara feliz. Mas isso é papo pra outro dia.

Sem mais.
Beneth
----------

Esse texto é de um cara normal, que está estudando e que busca um futuro, sem especificamente pensar apenas no que vai mexer com a vida dele. Eu tenho o contato dele, se alguém quiser ou precisar, me avisa que passo.

Quer topar um exercício?

Eu convido a todos para juntos, pensarmos em tudo que podemos fazer de prático (mais prático, aliás, muito mais prático que o cômodo voto de 4 em 4 anos) para mudar nossa lamentável condição!

Bem, convite feito...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!