quarta-feira, 13 de julho de 2011

E vem a primeira resposta da Alep

Eis que um nobre deputado nos respondeu. Posto a seguir a resposta do senhor Stephanes Jr. Em seguida, faço minhas considerações. Só em seguida, pois prometi dar destaque aos que responderam e, ao contrário dos nobres colegas, eu cumpro minhas promessas.


xxx


Caro Eduardo, 
Parabenizo o iniciativa de divulgar casos como este que recebeu levando a todos a reflexão.
Infelizmente esta é uma triste e lamentável realidade que não é exclusividade dessa escola.
Nos deparamos com um sociedade em crise com problemas tão complexos que não se pode definir pontualmente se o problema é a da escola, da polícia, da família, do estado... somos todos tanto responsáveis quanto vítimas. 
Sem se eximir da responsabilidade que me compete estarei levando este relato para conhecimento das autoridades competentes para verificar o que pode ser feito a respeito.

Stephanes Junior
Deputado Estadual



xxx


Deputado,


Agradeço os parabéns pela iniciativa, mas trocaria todo o reconhecimento do mundo por uma iniciativa sua e de seus colegas. Por menor que fosse. Sei que o problema não se restringe a essa escola, assim como o senhor e seus pares disseram, mas a "coisa" tem que começar por algum lugar.


E falo em "começar" sem medo de parecer injusto, pois sei que nada é feito a curto, médio ou longo prazo para coma consistência suficiente para minimizar os problemas citados.


De qualquer forma, obrigado pela resposta e espero sinceramente que o senhor cumpra o prometido de levar o caso até as autoridades. Se o fizer, seremos cinco até aqui. Eu, o senhor, três nobres vereadores e meu amigo LG. Quem sabe seus pares não se empolguem e façam o mesmo (mesmo que não nos digam). 


----------


LG... gostei e não gostei do seu último post. Gostei, afinal você sempre diz o que muitos de nós pensamos. Não gostei, pois não admito que você desista e pare de falar sobre os problemas que assolam nossos semelhantes. Não posso aceitar isso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!