terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Denúncia gravíssima!

Meus amigos e leitores do Diário Leite Quente. Meu irmão, advogado, Fernando Luiz Klisiewicz trouxe uma denúncia preocupante via facebook hoje a tarde. Vou postá-la em seguida para depois fazer algumas considerações.

xxxxx

DENUNCIA


Segundo a reportagem de hoje da Gazeta do Povo, a nossa polícia comprou 60 computadores ultraportáteis para melhorar nossa segurança, a um custo de R$ 20.000,00 cada um. Segue link:

http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1205293&tit=PRE-do-PR-equipa-viaturas-com-computadores-super-resistentes

Achei bem absurdo, e fui ver o preço dos equipamentos nos EUA

Pelo link que segue, podemos ver que o equipamento esta sendo vendido a...PASMEM...900,00 dólares.

http://www.amazon.com/gp/offer-listing/B005WXEORA/ref=dp_olp_new?ie=UTF8&qid=1324413701&sr=1-20&condition=new

Se contarmos o frete de 200 doláres e o imposto de importação de 60%, chutando alto, se fossem comprados pela internet os tablets custariam no máximo, estourando, R$ 5000,00...

R$ 15.000 por tablet, ou R$ 900.000,00 foram parar aonde???

Espero que a reportagem esteja errada e que a Gazeta desminta isso, senão meus amigos, fica um belo presente de natal pra todo mundo!!!


xxxx

Tem alguma coisa realmente muito errada nessa história. Quem autorizou essa compra? Foi feita licitação? Porque, independente da licitação, os valores ficaram TÃO acima do valor de mercado. Quem pagou essa conta? Alguém levou dinheiro nessa história?


Mesmo que chutássemos alto, ou seja, considerando que ele custasse o dobro em dólares. Ainda assim um caminhão de dinheiro seria jogado NO LIXO. Ou no bolso de alguém. 

Peço que divulguem essa causa. Vou entrar em contato com os deputados para saber se eles tiveram participação nessa história. E todos os porques nela embutidos.

Quando tiver novidade, me reporto a vocês. Enquanto isso, ajudem a divulgar esse absurdo.

2 comentários:

  1. Nos EUA o imposto é 1%. Já aqui nesse "humilde" Brasil é 11%. Por isso a diferença.

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem. Isso se a compra foi feita por aqui. Mas nada impede que a compra seja feita direta de um importador. Isso derrubaria o preço. Se eu quiser comprar esse aparelhinho, pagando imposto e frete, pagaria no máximo R$ 5 mil. Porque o governo paga R$ 15 mil a mais? Não existe explicação.

    ResponderExcluir

Desabafe!