sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Abandonados e perdidos

O nobre Dudu, que comigo mantem esse espaço, publicou um texto que chamarei de desabafo do Leandro, um brother. Ao ler esse texto um sentimento que já tinha inclusive hoje a hora que vinha para o trabalho. Somos abandonados mesmo.

Uma coisa me chama muito a atenção. Vamos lá:

Trabalho em uma empresa que tem hoje, por volta de 1200 funcionários. Essa empresa existe e fornece serviços a outras tantas pessoas, físicas e jurídicas (umas 150 mil, aproximadamente). Pois bem, o objetivo dessa empresa é prestar o melhor serviço (não julgarei isso aqui) para poder receber por isso. E esse modelo é usado no mundo todo. Alguns insistem e classificar isso como capitalismo.

Tem algo de errado nisso?

Não! Não podemos dizer que exista algo de errado com isso até porque, desde o início dessa empresa, muito esforço e dedicação foram gastos pelo proprietário e família.

Qualquer empresa funciona assim. Oferece um produto ou serviço e por ele ganha um valor.

O governo, estou apenas citando em termos de Brasil, parece ter gostado dessa ideia de fazer parte do capitalismo comercial em que estamos incluídos. Porém, alguns detalhes foram esquecidos.

1º detalhe: o governo é para o povo e pelo povo e não deve existir em momento algum o intuito do lucro. Quem lucra são as empresas e para sobrevivência. O governo não deve de qualquer forma pensar no lucro. Tudo que o governo arrecada deve voltar em forma de serviços aos cidadãos, como foi citado pelo Leandro. Seja na escola, seja no hospital ou até mesmo na segurança pública.

Mas. somos mais de 200 milhões hoje e claro, cada um pensa de uma forma diferente.

2º detalhe: ainda falando em termos de brasil, o governo tornou-se, numa visão mais ampla, um amontuado de empresários que precisam de alguma maneira interferir no país para que suas empresas prosperem. Ou seja, não é incomum saber que alguns vereadores de qualquer município brasileiro são também empresários do ramo imobiliário. Coincidência? Ah, tá, né! Ou então, que alguns empresários donos de hospitais e outros estabelecimentos de saúde são vereadores, deputados ou ainda, tem parentes nessas áreas.

Outros tantos, tem qualquer interesse nos altos níveis de violência e no baixo investimento na polícia. Porque?

Você, caro leitor, já percebeu que existem também parlamentares que formam bancadas evangélicas, da universal, da católica? Pois é, eles interferem diretamente em nossa vida.

3º detalhe: o governo, seja qual for, sabe muito bem que o povo está se cagando para eles. É comum perceber que depois de um escândalo, qualquer cidadão assiste a um jogo de futebol e esqueçe de qualquer outra coisa. Para o político, qualquer escãndalo significa que nas próximas eleições é só comprar mais cesta básica, cadeiras de roda, gasolina e claro, carne para os churrascos eleitorais. E o mesmo cara que assistiu um jogo de futebol depois do escandalo, vai estar lá, vai tomar uma cerveja e vai votar no cara.

Pegue a lista de vereadores de curitiba e percebe quantos estão lá a tanto tempo que hoje é capaz de eles ganharem uma eleição só por pena que os eleitores terão de tirar um velinho de lá e deixá-lo sem emprego.

4º detalhe e ultimo, prometo: a democracia que existe no brasil é uma democracia muito BURRA. Burra porque o eleitor faz de conta que muda alguma coisa com o voto e o polítco, por sua vez, sabe usar e bem as ferramentas para se perpetuar no poder, a qualquer custo.

Politicamente, e posso falar isso por minha vivência dos ultimos 4 meses próximo ao meio, NÃO HÁ ESPERANÇA NENHUMA DE QUE ALGO VÁ MUDAR!

Leandro, me perdoe irmão, mas nada, absolutamente nada vai mudar. O vereador das revistas vai ser novamente eleito, com boa votação, o ônibus como eu bem citei aqui em outro post vai continuar cara, até mais caro, mais cheiro e mais modelo a não se seguir. Os hospitais públicos vão continuar lotados, com médios e enfeiros cansados de perder pacientes por falta de verba.

E o pior, as escolas continuarão assim, essa porcaria que estão. Não só pelos baixos salários ou pela falta de educação dos alunos. Nenhum governo quer uma massa pensante. Os burros geram mais votos que os inteligentes.

Quem passa fome e necessidade, troca facilmente o voto por um anti-pó na rua de casa ou uma cesta básica. Quem passa fome e necessidade, sai do interior para vir morar numa favela em curitiba, com a viagem paga por políticos que gostam de formar seus "currais eleitorais". Normalmente em ano de eleição, você observa que existem lugares que não tinha nada e de uma noite para outra, está cheia de barracos que se tornarão casas em no máximo 5 - 10 anos, com água, luz e pobreza instalados.

Leandro e todos que estão lendo esse blog: a única esperança são vocês. Mas vocês, infelizmente, nem junto comigo, têm qualquer força. Se tivermos, quem sabe podemos nos unir para tentar mudar algo?

Eu topo com vocês, eu sou parceiro. Eu sou um pessimista que ainda tem um tiquinho de otimismo e por isso estarei com vocês: se vocês estiverem comigo, vamos juntos?

Lembra que acima comparei o governo com uma empresa? Pois é, o governo não é uma empresa e o lucro que ele tiver, ele tem a obrigação de devolver para a sociedade! OBRIGAÇÃO! E no Brasil esse dinheiro não é pouco não e agora, só tem verba para a copa do mundo...

E, quem mais quiser desabafar, contar uma história ou relatar um fato, participe de nosso blog.

Até...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!