quarta-feira, 9 de maio de 2012

NOVO DESAFIO!

É possível acompanhar o tema que vou tratar nesse desafio assistindo aos telejornais ou então, andando com um carro pelo centro de Curitiba e até em alguns bairros. O ano de 2012 se tornou o ano da farra do asfalto novo. Em muitos cantos dessa cidade linda e mal tratada, o asfalto velho está cedendo lugar a um novo, lindo e lisinho asfalto. Diga-se de passagem, isso poderia ter sido feito sem atropelos durante os 4 ultimos anos, mas não, preferiram fazê-lo em 2012.

Se o mundo vai acabar ou não, não me importo, sinceramente.

O que me importa é: quanto tempo esse asfalto vai durar? 4 anos? Se for assim, independente de quem ganhar, será mais uma ferramenta a favor nas eleições de 2016... Ops, voltamos ao foco.

Toda obra, até onde me consta, precisa de uma comprovação de que o material utilizado vai aguentar determinado tempo ou apresenta uma resistência específica. O concreto, por exemplo, precisa aguentar uma pressão de alguns kg por metro quadrado. Não serei específico, pois como bem me lembrou um leitor certa vez, não sou especialista no assunto e não ficarei dando chutes.

Mas no caso do asfalto, é muito fácil perceber que existe sim um controle de qualidade. Cito: quando, perto de sua casa, fizerem um asfalto novo e você tiver tempo de acompanhar, normalmente uma amostra é retirada para análise. No lugar dessa amostra fica um furo, quase perfeito, que será em pouco tempo, coberto com asfalto para não dar origem aos buracos.

Porém, quem sabe o resultado dessa análise?

NOVO DESAFIO AOS VEREADORES DE CURITIBA

O novo desafio consiste no seguinte: nossos representantes, os vereadores eleitos pelo povo, que são além de legisladores municipais, fiscalizadores do executivo, consultarem a secretaria municipal de obras ou o departamento responsável e quem sabe disponibilizar esses dados para a população?

Quem sabe a gente descobre que estão entregando gato por lebre e o problema nem é da prefeitura e sim de fornecedor?

Ou então, assim poderemos descobrir se realmente foi encomendado um asfalto que dura apenas 4 anos?

Por favor, senhores vereadores, é possível vocês transmitirem essa informação? 950 KM de asfalto para ter que trocar em 4 anos é bastante coisa, não é mesmo?

Dá uma ajuda pro povão aí, antes de vocês começarem a corrida para as eleições de 2012... 

"Ajuda nóis aí!"

Ah, vamos fazer o seguinte: caso o problema seja com o distribuidor de matéria prima, quem sabe, no caso de esfarelar antes de 3 meses ou até mesmo depois dos 90 dias, podemos pedir para que a substituição seja feita dentro da garantia ou teremos nosso dinheiro de volta, pode ser?

É uma boa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!