sexta-feira, 29 de junho de 2012

Gambiarras na Linha Verde (Simprão Filmes)

Na medida do possível vou produzir outros vídeos como esse. Coisas que você esta cansado de saber, mas que as vezes não são levadas ao público em geral de maneira efetiva. Cumprindo o dever de buscar sempre uma Curitiba melhor para todos, o Diário Leite Quente apresenta mais uma superprodução em associação a Simprão Filmes. Produção com os recursos tecnoclógicos de última geração, edição dinâmica e moderna e com o ator mais carismático que o conjunto Solar - Bacacheri já viu.



Quer sugerir algum argumento para a próxima superprodução da nossa enorme e competente equipe de produção? Entre em contato conosco. Aceitamos financiadores também :)

5 comentários:

  1. Sugiro uma pauta: a maravilha da engenharia do cruzamento da marechal floriano, onde um viaduto virou 4 sinaleiros!

    ResponderExcluir
  2. Sugiro mostrar a beleza da obra de engenharia na intersecção da Wenceslau Braz com a Santa Bernadethe, um local sem espaço para pedestres.

    http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1101020 - neste link fala um pouco e tem uma foto!

    ResponderExcluir
  3. Sugiro mostrar que onde os viadutod e trincheiras eram o óbvio a se fazer na linha verda, para desafogar o trânsito conferindo-lhe fluidez e passarelas e trincheiras para garantir a segurança dos pedestres, a economia burra instalou sinais de trânsito, interrompendo fluxos e causando congestionamentos.

    ResponderExcluir
  4. Sugestões não faltam, uma passada nas ruas como por exemplo na Getulio perto da Ambev, quando duas das 4 faixas são fechadas para reformas em horario de pico, mas isso ta sendo pratica comum ultimamente, o transito esta um caos!!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei da ideia... e já tenho uma sugestão.... passe pela ultima obra que a PMC fez entre o bairro alto e o bacacheri, depois de 3 anos de obras vc vê como a PMC não se preocupou com os acessos a trincheira, principalmente no bairro alto, no qual vc sai de um asfalto novo e cai em um anti-pó que mais parece uma colcha de retalhos... e depois para acessar a vitor ferreira do amaral, vc passa por uma avenida de asfalto de papel.

    ResponderExcluir

Desabafe!