quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Aguardando posicionamento final da Justiça Eleitoral

A minha parte eu já fiz. Denunciei junto ao TRE o abuso de poder exercido pelo vice-governador Flávio Arns, o vereadores Zé Maria e mais uma candidata a vereador de Curitiba. Eles estão usando de influência política para "palestrar" em escolas da rede pública pedindo votos para professores. Pior. Estão obrigando, via diretores das escolas, que professores coloquem nas mochilas dos alunos envelopes com santinhos, adesivos e uma carta de recomendação para que se vote em A, B ou C.

Um absurdo esta prática.

Fiz minha denúncia pelo site do TRE. Recebi um retorno da juíza solicitando as provas que eu disse ter sobre o caso. As enviei no prazo estipulado e agora aguardo um retorno.

É possível que não dê em nada. A advogada Carla Karpstein, quem eu conheço apenas pelo twitter, disse que é preciso que haja "potencialidade" no caso. Ou seja, o "delito"(chamemos assim) tem que ter comprovada influência para gerar algum tipo de punição. No caso dos vereadores, não deve render nada. Mas no caso do prefeito Luciano Ducci, aí sim, a coisa pode feder - visto que há uma avalanche de denúncias de crime eleitoral.

Sigo aguardando, no meu papel de cidadão, um retorno da Justiça Eleitoral. E que se faça Justiça e se brequem os abusos da influência política.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!