quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Antipó... Solução maldita!

Não sei em quem momento o bicho homem resolveu que colocar um antipó vagabundo era melhor que viver com a poeira de uma rua. Claro que sei que é melhor.

Nos meus 34 anos já passei por algumas muitas ruas de terra que eram melhores do que a rua Francisco Motta Machado, no Capão da Imbuia está hoje em dia. Andar com um carro que tenha uma suspensão mais firme significa ficar bastante nauseado, com a cabeça parecendo uma latinha com pedrinhas e claro, pode até ter uma dorzinha na coluna e um amortecedor ferrado.

OBRIGADO PREFEITO...

A prefeitura merece mesmo os meus agradecimentos, não só pela rua citada mas também pela rua Antonio Zeni, e tantas outras aí que até podemos fazer uma campanha para levantar o estado de conservação. Mas o fato é que meu velho pai, que hoje saiu de casa com seu carro com a suspensão mais firme, reclamou. E se o véio zuza Norberto reclamou, a coisa está mais do que feia. Imaginem um cara que nunca reclama de nada?

E ele reclamou mesmo. E afirmou que nunca mais vai circular por essa rua!

Não que eu me importe com ela, pois não moro nela e se precisar, nunca coloco o carro nela, mas os moradores deveriam se respeitar um pouco mais e ligar para o 156, todos eles, metendo a boca nessa situação. Não!

Ah é, esqueci que esse povo está sem voz, está calado...

E para que reclamar mesmo, não é?

Anota aí então: 156, e aguarda lá, reclama. Não quer ligar, escreve. Digita no google "156 Curitiba", faz um cadastro rapidinho e deixa sua reclamação.

Vale a pena, pelo menos, eles vão saber que você reclamou. Enquanto isso não acontece, vou repetir meu agradecimento:

OBRIGADO PREFEITURA, OBRIGADO DUCCI, OBRIGADO MEUS REPRESENTANTES...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!