quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Eu tive um sonho, vou te contar...

Não, diferente da música do Kid Abelha, não vou me atirar do 20º andar (não sei o numero certo, apenas citei)... Mas meu sonho é algo grande, maravilhoso e que vai ajeitar a vida de muita gente: vou abrir um posto de combustíveis.

Depois de aberto eu vou vender álcool (etanol), diesel e gasolina com uma margem de lucro muito pequena, para poder agradar minha clientela e também, vou conseguir com essa margem pagar todas as minhas contas, custos fixos, custos operacionais, custos variáveis, salários, encargos trabalhistas e é claro, os pequenos impostos.

Farei caridade mesmo, venderei quase de graça. Minhas margens serão tão baixas que as pessoas vão encher seus tanques no meu estabelecimento e ainda assim, eu vou "dar"(sic.) uma lavagem de "graça"(sic.)  para todos os meus clientes. E aí, num dia em que, 350 mil carros forem sair de Curitiba, eu vou aumentar o preço da gasolina em aproximadamente 15,39%.

Não acredita?

Veja, não vou tratar nomes, mas no posto que eu abasteço, que conheço o dono e tudo mais, a gasolina saltou de 2,599 na sexta-feira (26/10) para 2,699 no sábado (27/10) e para 2,999 na terça-feira (30/10), sendo que se levar em conta apenas o salto de sexta par terça, podemos contar os 15,39%

Vamos brincar com números?

Sei que esse mesmo posto recebe nas terças, um caminhão com 15.000 L de gasolina. Levando em consideração que esses litros todos já tenham vindo com o preço novo, bele? São 15.000 x 2,999 = 44.985,00 certo? E levando em consideração ainda que desse total, 15,39% é lucro, podemos acreditar que por caminhão, antes do aumento, o posto de gasolina do meu brother estava trabalhando para perder 6.923,19 por semana, que é o que tem se falado nos meios de comunicação.

Caridade boazinha essa, heim...

Aí eu fico imaginando: 350 mil veículos é a previsão de viagem. Que cada um desses colocasse 50 litros de gasolina (um mundo real teríamos o álcool, a gasolina e o gnv que não sofreu aumento).

Teríamos então, antes e depois do aumento:

350.000 veículos x 50 litros de gasolina x 2,599 preço médio antes do aumento = 45.482.500,00
350.000 veículos x 50 litros de gasolina x 2,999 preço médio depois do aumento = 52.482.500,00

É uma diferença de 7.000.000,00 de reais. Isso mesmo, uma diferença pequena de 7 milhões de reais, dividida por todos os postos de combustível.

Ah, sim, eu faria mesmo caridade, é só fazer as contas. Trabalharei meses pagando para distribuir gasolina e no finados ou outro feriado qualquer, eu aumento o preço, fico rico e depois, volto a fazer caridade.

Sei que o tema já está chato, mas não poderia deixar de expor minha opinião. Hoje ainda, li que o procon do Paraná e o Minitério Público farão alguma coisa. Não sei o que, mas também não acredito mais neles. As 15h li num portal de notícias que o sindicato foi multado em 1,2 milhão de reais pelo aumento.. quero só ver agora, essa multa ser paga...

Quem sabe, dos 7 milhões que eu calculei, eles possam tirar o valor da multa, não é mesmo?

E o povo, como está? Tá com a corda no pescoço...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!