quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Algo certamente, está errado... ou vai piorar...

Nas ultimas semanas, quem acompanha pelo menos um pouco de telejornal, rádio jornal ou qualquer outra forma de comunicação de massa deve ter pelo menos ouvido falar que a energia elétrica vai custar menos caro no Brasil. Escrevo "menos caro" num tom até irônico, vez que na minha opinião, a energia elétrica é até barata demais, haja vista para a quantidade de aparelhos de ar condicionado que tenho visto por ai, luzes acesas a noite toda nas casas, geladeiras, tvs entre tantos outros aparelhos elétricos.

Eu realmente ainda não entendi porque é que a presidentE dilma se incomodou tanto com o custo da energia  nem mesmo porque demandou tanto esforço para baixar o custo vez que, os hospitais publicos continuam a mesma merda que eram quando ela entrou, a inflação está crescendo, a segurança pública no país inteiro parece minha privada depois de uma sessão descarrego da Universal. O que temos para comemorar?

E para piorar, pelo menos na minha cabecinha, é que, em plena campanha para baixar o custo da energia, alguns absurdos:

- acionamento das termoelétricas a gás e outros combustíveis (poluentes pra burro) - para preservar o nível de água já não tão alto assim das barragens;

- o anúncio de que podemos ter problemas (apagões) durante, pasmem, a copa do mundo;

- guerra dos estados para baixar menos;

Escrevo sobre isso porque conheço de forma não tão básica o funcionamento da energia, desde a produção, passando pela transmissão, distribuição até nossa casa. E se nossas usinas já estão com seus reservatórios não tão cheios, quer dizer que a coisa não anda tão boa.

Aí, tem gente que vai aproveitar a energia mais barata para deixar o ar condicionado ligado o dia inteiro. Tudo bem esse cidadão paga por sua luz e pode não interessar a ninguém, mas será bem feito a hora que acabar a energia na casa dele e ele não tenha sequer luz para guardar um pedaço de carne.

Hoje, somos "escravos" (mesmo que do bem), da energia elétrica. Porém, ela não pode ser criada. Não nasce na terra com uma semente. Ela precisa ser transformada:

- se solar, depende do sol;
- se eólica, depende do vento;
- se termoelétrica, depende de calor, que depende de água, que depende de combustíveis;

E assim por diante, então, dona presidentE dilma, por favor, aumenta aí e tenta frear um pouco esse consumo: NÃO TEMOS ESTRUTURA PARA CRESCER O CONSUMO COMO TUDO SE ANUNCIA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!