quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

BOBAGENS, MEU FILHO. BOBAGENS


Mais um, by Geraldo Silva

"Há algumas semanas o PMDM-leitequente deu mostras de uma capacidade de divisão tipicamente peemedebista.  Creio que mesmo indivíduos menos afeitos às coisas do mundo da política partidária, reconhecem, hoje, sem muito esforço, expressões tais como fisiologismo, por exemplo. Pois foi isso, sem tirar nem por.

Causa estranheza o fato de o "departamento" de adesão com base no toma lá, dá cá do PMDM paranaense ter sido encabeçado pelo deputado Osmar Serraglio.  Pessoalmente, o tinha em boa conta.  Numa ocasião fiz parte da bancada que o entrevistou na TV Paraná Educativa e, ingenuidade á parte, me causou muitíssimo boa impressão.  Me pareceu, juro, tratar-se de um político digno do nome (sou dos que crê na política como uma das atividades nobres e absolutamente necessárias à organização das sociedades humanas).  Bom preparo intelectual, percepção aguçada, boa oratória,  coerência e, sinceramente, senso ético.

A disputa pela presidência estadual do PMDB-pinhão expôs uma faceta totalmente nova do nobre deputado.  Ao liderar o grupo cujo propósito adesista ao governo Beto Richa era o mote colocou na pauta do Diretório Estadual a interessante questão da escolha entre o projeto petista de poder - Lula e Dilma em nível federal e, possivelmente Gleisi aqui na terra das Cataratas -, e, por outro lado, o projeto PSDB/DEM - Serra, Alckimin, Aécio, FHC na cúpula nacional e Beto Richa por aqui.  Vale anotar: o PMDM não apenas compõe a base governista em Brasilia como a chapa de Dilma, com o vice Michel Temer e, claro, o PSDB de Richa ao qual Serraglio e cia estão aderindo, lidera a oposição no Congresso Nacional.

Bastante difícil se imaginar que se trate, nos dois casos, de apoios programáticos.  Complexo entender Osmar Serraglio, como capitão dessa pataquada.  Fosse um teorema, seria, certamente, de complexa demonstração.  Impossível para a mente deste escrivinhador cuja formação central se deu no campo da historia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!