quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Setran responde ao DLQ, faz ronda no shopping Curitiba e não encontra cones

De antemão agradeço pela ótima repercussão do post anterior (Confira o texto aqui) que falava do abuso cometido pelo shopping Curitiba ao tomar para si uma das faixas de rolagem da Desembargador Motta. 


Volto ao tema para trazer o posicionamento da prefeitura. Peço aos senhores o cuidado para a leitura do ofício/resposta enviado pela Setran ao centro comercial tratando do tema.





Ou seja, a prática não tem a aprovação da Setran (Embora um "Não pode" fosse mais claro que o "Não somos favoráveis" utilizados por eles.

Não sou advogado ou coisa parecida, mas no meu tempo se uma coisa não é permitida, não é prevista em Lei, ela se torna ilegal, proibida. 


Insisti no assunto em novo contato com a prefeitura de Curitiba, por intermédio da Setran. A secretaria retornou dizendo que enviou uma viatura até o local na quarta-feira (23) pela manhã, precisamente às 10h15, porém não havia cones. A foto foi tirada por volta das 17h do último domingo (e aí já se imagina um argumento do shopping dizendo que domingo o movimento é pequeno e blá blá blá. Domingo não é nem feriado, nem Ano Novo, nem Natal, como mencionado no documento).


A Setran se comprometeu a ir novamente ao local caso eu volte a testemunhar os cones atrapalhando o trânsito. Ou seja, ficarei atento e, acima de tudo, peço ajuda dos companheiros leitores, tuiteiros e facebookeiros. Se virem os cones, deem um jeito de me avisar. Aí tentamos fazer a Setran a ir lá e autuar o shopping,


Falando em shopping, até agora só recebi o desprezo da instituição. Resposta aos meus contatos, não.


Seguimos vigilante e conto com o apoio de todos. Não vamos deixar que usem nossa cidade da maneira errada.
 

Um comentário:

  1. Passo quase todos os dias no fim de tarde, e sempre que passo os malditos cones estão lá, essa faixa é exclusiva para conversão à esquerda e não para entrar na porcaria do shopping, o trânsito já esta difícil portanto não podemos aceitar esse tipo de comportamento, já cheguei a tirar o desgraçado do cone mais de uma vez para liberar minha passagem.

    ResponderExcluir

Desabafe!