segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Renovação...

Tem horas que eu me pego fazendo a seguinte pergunta: o que é renovar? O que é renovação?

E aí, eu percebo que a resposta chega de vez em quando, não sempre. E esse final de semana, foi um dos momentos em que eu pude receber essa resposta. Eu renovei.

Renovei um pacto. Um pacto muito bom e gostoso com meus pais, meu irmão e cunhada, minha esposa amada e meus filhos. Renovei um pacto em que está escrito que a felicidade deve ser (no máximo que puder), incondicional a outras instâncias de minha vida (econômica e política), por exemplo.

E assim foi: na beira da praia, com meus filhos "pegando" as ondinhas deles, com meu irmão, ambos tomando uma geladinha Heineken na beira da praia, com minha patroa linda horas pegando uma onda, hora trocando ideias com a sogra e o sogro dela, na areia, e também, zuando junto com minha cunhada.

Momentos que de tão simples, serão inesquecíveis. Momentos em que só o fato de existir e interagir, valem todo o resto. Momentos em que o cansaço não conta, as articulações aguentam e o cérebro parece entrar num êxtase inexplicável.

Vou agradecer aqui, algumas pessoas publicamente por esses momentos desse final de semana:

- pai
- mãe
- meu grande irmão, Frederico e minha cunhada, Kátia
- meus pequenos filhos, nem tão pequenos assim, L.H. e L.E.

E com agradecimento muito mais do que especial, pois sei que o cansaço era persistente na carcaça dela, minha amada esposa, dona Márcia.

Que o amor consiga compensar esse cansaço... hehehe


E fica uma dia para todos que leem este blog: se permitam, vez outra, um momento de renovação. Se permitam apenas sentir um momento sem se preocupar com a viagem de retorno ou com o custo de alguma coisa...

Afinal, temos sempre no dia seguinte, a oportunidade e a obrigação de fazê-lo. Então, porque não aproveitarmos o hoje para curtir quem e o que realmente importa?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!