quinta-feira, 25 de abril de 2013

Meus olhos não veem, mas...


.. eu estou enxergando até no escuro. Está aí para todo mundo ver. E antes de continuar, quero deixar claro que o que escrevo hoje aqui é minha opinião sobre um assunto, que para mim é fato. Gosto muito da ideia de as pessoas poderem discordar e quero um debate franco, se possível, sobre. Aguardo comentários, mesmo que sejam me xingando...

Mas o que meus olhos não veem mas eu enxergo até no escuro é que a estrutura de 3 poderes que está escrita na nossa Constituição Federal de 88 está com as "fundações" abaladas. Para quem não se lembra, na CF/88 está escrito, determinado e sacramentado que no Brasil existem 3 poderes: executivo, legislativo e o judiciário. Os católicos e evangélicos que me perdoem mas não, no Brasil deus não é o 4º poder, somos um estado laico.

Mas, fato é que, depois de muito esperar por algo, algumas "crianças" ganharam um balde infinito de doces e mesmo com algumas diarreias, eles não largam o osso todo. O partido dos trabalhadores, que hoje em dia quase nada representa da classe que lhe deu origem, está muito afinado em diminuir os três poderes, em reduzi-los ou agrega-los em 1 só. Não é atoa que o judiciário condenou e se tudo der certo vai confirmar a condenação de diversos "compradores de legisladores", ou seja, os mensaleiros. O mensalão foi um grande alerta que mostrou a todos aqueles que veem ou não, mas que enxergam, que é muito mais fácil governar uma máquina cheia de dinheiro - é só comprar o apoio - ops, trocar, talvez.

Não distante, as prostitutas também trocam "apoio" por dinheiro e essa é uma das profissões mais antigas do planeta e esse ato interfere, no máximo, no casamento do cidadão se a casa cair.

Mas na esfera política é muito mais perigoso, até porque, o legislativo além de criar leis, deveria fiscalizar as atuações dos executivos e com isso, evitar possível abusos, tanto de poder quanto os outros. E nessa visão, quando um judiciário pune um legislativo e recebe em troca uma ameaça, a coisa não parece estar muito boa não.

O que eu não vejo mas enxergo e muito bem é que, de fato, o executivo já tem em suas mãos o legislativo. E agora, existe uma proposta de que o legislativo tenha poder de decisão sobre o judiciário. Logo, o executivo terá em mãos o legislativo e o judiciário. Para quem não concorda comigo, por favor, não é perigoso um presidente ter em suas mãos os 3 poderes?

Em outros lugares, isso até poderia receber outro nome. Quero nem pensar nisso vez que, levamos anos para que pudéssemos novamente desfrutar de uma democracia, o que de fato para mim, vem sendo diariamente confrontado pelo partido dos trabalhadores e alguns aliados. Estes demonstram querer, de todas as formas, abracar todos os poderes como as crianças abracariam um balde infinitamente cheio de doces e guloseimas.

Estamos findando 12 anos de pt na presidência da república, o Brasil não evolui enquanto nação, nossa segurança pública (obrigado Lula e Requião) é uma das piores e não só no Paraná, a saúde é um descaso (podemos até chamar de doenças públicas), e para não ampliar a discussão, nem vou comentar a educação, que ano após ano, parece mais deseducar do que educar.

Ou seja, sobre diversas óticas ou pontos de vista, 3 poderes agrupados em 1 só não parece ser uma boa coisa. 

E aí, o que pensar? Medo, muito medo...

Rema o bote!



3 comentários:

  1. Olá!!
    Foi perfunctório minha leitura, mas está de parabéns pelo senso crítico e pela posição que se coloca frente á sociedade.
    Escrevo poemas, e quase todos são bem críticos.
    Acabei de escrever um, não é um dos mais críticos rsss....mesmo assim espero que goste.

    Emulsificando a mente

    A vida é uma passagem, uma viagem, um caminho a escolher.
    E nela encontramos e perdemos pessoas.
    Há pessoas que unificam, sintetizam o próprio abstrato de seu intimo.
    Como há aquelas que destratam e petrificam o sentido da própria existência.
    Flores, cores...devaneios, pensamentos!
    O pensamento dá cor ao sentimento,
    viaja sem documento,
    faz do mundo um puro Amor!
    Sentimento faz do humor um instrumento,
    do riso o movimento,
    que o mundo brote amor.
    Sentimento faz da lágrima
    o moinho do argumento,
    da palavra o complemento,
    sem destruir o corpo, a alma e o Amor!

    Que os "quilomícrons" não façam distinção de aparências
    mas que o conteúdo orgânico nutra a existência!

    Marina Lacerda Hammes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marina, por seu comentário, por seu poema. Gostei muito, com sua autorização expressa, o publicarei um dia no www.dlq.com.br - e quanto a profundidade do tema, será que estamos mais preparados para tanto escrever quanto ler coisas mais profundas? Rststs... Obrigado mais uma vez e, apareça, indique...

      Excluir
  2. Olá!!

    Respondendo em atraso (29 de Abril de 2013) em seu blog, fico com o sorriso estampado no rosto por horas, em saber que as escritas não são apenas lidas, mas compreendidas e sentidas.

    Pode sim, sem dúvidas, esperar mais poemas!!!

    Será sempre um grande prazer.

    Com Afeto,

    MARINA LACERDA HAMMES.

    ResponderExcluir

Desabafe!