quinta-feira, 9 de maio de 2013

Abra sua mente, mas não me leve em consideração...

Hoje o dia começou bom, muito bom para falar a verdade. Na hora em que eu estava tomando meu cafezinho diário, feito pela Cláudia, um colega já me veio com uma pergunta que ele sabia que não gostaria da resposta, a qual, óbvio, não poupei de responder para ele.

Conceitos básicos ultrapassados, velhos e que nada deveriam representar mais, mas que as pessoas hoje em  dia, com seu direito de pesquisar no google.com e de comentar, tomam para si como verdades mais que universais.

Exemplos não faltam, mas não vou citá-los aqui para não me incomodar mais.

A minha sugestão é simples: leia muito mais.

Busque na literatura existente informações mais concretas e menos comentadas. Leia um livro sobre Albert Einstein antes de comentar sobre a teoria da relatividade ou qualquer outra coisa que ele tenha escrito, pensado, dito.

Antes de acreditar no aquecimento global, se permita saber que existem outras teorias, tanto menos quanto mais conspiratórias sobre o assunto e muitas delas, são realmente balelas e outras, são realmente muito embasadas. Não acredite no que o google.com diz, não porque ele está mentindo, mas as pessoas que alimentam ele podem sim, estar mentindo. Ou apenas, sem maldade, estão dizendo a verdade deles. E ela pode não representar a verdade da maioria.

Então, para que você não se torne um hipócrita que adora comentar na internet, leia muitooooo mais. Estudo, pesquise, torne-se um autodidata, mas use para isso, uma literatura mais virgem do que os mecanismos de busca na internet. Aliás, não tome a internet como uma ferramenta de informação, pois até nos artigos mais respeitados, existem comentários e besteiras escritas.

Eu sempre convido os leitores a comentar no blog e muitas vezes fico surpreso que poucos participam. Mas hoje, percebo que até o silêncio dos leitores pode ser muito positivo. Afinal, a internet banalizou a capacidade das pessoas emitirem suas opiniões. Não é difícil perceber que até quem nunca soube de nada, pode de uma hora para outra, opinar sobre os pinguins ou sobre o Silas Malafaia. Muitos, nunca pensaram no assunto, mas são contra o aborto e acham que os homossexuais vão destruir as famílias. Besteiras que um pouco de pesquisa, poderia ajudar a combater. Um pouco de pesquisa e um dedinho de vergonha na cara.

Mas, hoje vou deixar uma dia boa para todo mundo, ou melhor, eu acredito que seja uma dica boa, não sei se todos vão concordar:

A dia é:

Vá a uma livraria e pegue um livro sobre o assunto que você quer comentar:


Escolha um bom local:

Se quiser, ouça uma musiquinha bem bacana, tipo clássica, baixinho para não atrapalhar na leitura:

Leia, leia muito, sem parar, com sede de conhecimento:

Sinta-se feliz em não ser um hipócrita que acha que pode opinar sobre tudo.

Seja feliz...



Rema o bote aí!!!

2 comentários:

  1. Hello Thеre. I found your blog using msn. Τhis is an
    extrеmelу wеll ωrіttеn
    article. I will be sure to bоοkmark it аnd return tο read
    moге of your usеful infοrmatіon.
    Thanks fοr the post. Ι will definitelу return.


    Look at my sіtе - http://www.sfgate.com/business/prweb/article/v2-cigs-review-authentic-smoking-Experience-or-4075176.php

    ResponderExcluir
  2. meu caro amigo,

    suas dicas são ótimas. Incluiria também entre elas, assim que o sujeito se armasse de conhecimento prévio sobre o assunto também uma conversinha no bar com aquele amigo do peito para discutir sobre o tema e depois que ele tirasse a prova dos 9 e realmente tivesse a certeza de que contribuiu ao invés de repetir o que já está posto, escrevesse o que pensa. Acho que não há escapatória para as muitas opiniões, mas acredito que é preciso pensar mais e reproduzir menos.

    ResponderExcluir

Desabafe!