quarta-feira, 22 de maio de 2013

Passaram dos limites e o bicho vai pegar!

Até onde vai o oportunismo das pessoas né? Diariamente me surpreendo com isso (tá, sou ingênuo mesmo).

Ontem estava acessando a internet de um computador e minha mulher de outro (sim, somos ícones da nova classe média). Eis que senão quando ela me indaga:

- Amor, coisa mais linda do mundo, minha razão de viver, ser abençoado por Deus e que me faz tanto feliz (não exagerei nem um pouco)! O que é isso?
- O que, pequena?
- Que você curtiu no facebook?
- Mas não curti nada.
- Aqui ó:


- Que merda é essa? (pensei)

Pois então. Por alguma razão (não faço a menor ideia qual. Provavelmente alguma promoção ou sei la o que) curti a página do Acesso Zero um belo dia. E jamais curti novamente. Aliás, não curto mais a ideia em si há muito tempo (já que as tais compras coletivas, em grande parte das vezes,  viraram outro antro de oportunista). Então porque diabos estão usando minha imagem como divulgador do referido site?

É malandragem demais.

Sei que provavelmente aceitei que isso fosse legalmente possível ao clicar em um 'OK' qualquer na hora do cadastro e ignorar as letras miúdas e termos de blá blá blá. Mas quem lê?

As empresas se aproveitam da credibilidade das pessoas como eu (Rááááá) para vender seus produtos e ganhar, sim senhores, ganhar dinheiro. E não sobra um tutuzinho pra mim.

O mais grave de toda essa história é a seguinte (e pouca gente deve ter percebido). Quem me conhece sabe que eu tenho um ÓDIO FENOMENAL e INDESCRITÍVEL por azeitonas. Em que mundo fantasioso e surreal eu curtiria algo que tem azeitona em sua receita?

Xinga minha mãe, mas não relacione meu nome a qualquer coisa ligada com azeitonas

Mundo sem vergonha.


ps: Minha arma contra esse absurdo, evidentemente, é 'descurtir' a referida página. Fazer o que. Pelo menos até a próxima super-promoção. Afinal... ninguém resiste a um descontão né?

3 comentários:

  1. Texto muito bacana, mesmo! Acho interessante o ponto referente aos sites de compra coletiva que em alguns casos realmente se mostraram mais uam forma de "tirar" dinheiro das pessoas e que andam em baixa. Entretanto, permita-me uma observação: acredito que a "azeitona" da imagem em questão é um pedaço da pimenta Jalapeño vendida em conserva, bastante usada na culinária mexicana. Mas é claro que não justifica a safadeza do pessoal, é que como alguém que gosta tanto de comida resolver dar uns pitacos nisso... Ótimo post, aliás!

    ResponderExcluir
  2. Puta merda... que vergonha. Pior que você tem razão né? Comida mexicana, jalapeña... faz sentido. Minha ignorância gastronômica é assustadora. Coisa de quem adora um prato de arroz, jeijão, bife e batata frita. Obrigado pela contribuição sempre pertinente Sabrina. abração

    ResponderExcluir

Desabafe!