terça-feira, 17 de setembro de 2013

Proibido? Então tá liberado...

Basicamente, funciona assim: se é proibido, no Brasil está mais do que liberado. Quer exemplos?

Seguem:

É proibido ultrapassar pela direita - ande pela linha verde, qualquer horário e verás que está mais que legalizado ultrapassar pela direita.

É proibido fumar maconha - caminhe por qualquer rua, no centro, nos bairros e verás que a maconha já está mais do que legalizada. Não precisa se preocupar...

É proibido vender drogas - vá na 7 de setembro, em frente ao shopping estação plaza, ao lado da Câmara Municipal de Curitiba, onde aparentemente, dormem um sono tranquilo nossos vereadores e aquela porrada de assessores, pois aí neste endereço, as 13, as 14, as 15 horas... facinho de ver traficas atuando, jovens fumando maconha num paraíso que se fosse mais bem cuidado, seria um pedacinho da Holanda no Brasil.

Ah, não podemos esquecer dos abortos. É proibido, mas ao perguntar para dois ou três no centro de Curitiba, você achará pelo menos uns 2 consultórios onde o aborto come solto em pela Curitiba.

Um país da contradição...

Enquanto muitas leis são rasgadas por brasileiros que adoram um jeitinho, outros brasileiros que deveriam fazer as leis serem cumpridas, estão apenas desfilando de carros novos (Megane, Amarok, Duster), de um lado para outro enquanto uma bandidagem de boa, tá rodando livre assaltando casas, sobrados, motoristas e muito mais.

Somos parte de um país onde os vereadores de uma cidade, parte deles, não respondem a um simples e-mail de um cidadão. Mas sim, eles nos representam, não parece, mas representam.

Infelizmente é assim: proibido tá liberado!

Triste fim de uma sociedade moderna... vamos ver no que vai dar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!