terça-feira, 1 de outubro de 2013

Quando o discurso contradiz...

Sou favorável a qualquer discussão, desde que esta não envolva: petistas, evangélicos e torcedores de alguns dos maiores times de futebol. Simples assim!

Discuto o que for, com quem for, desde que não sejam pertencentes aos grupos citados. Não que eu tenha qualquer tipo de problemas com essa galera, mas é que discutir com eles, é sinal óbvio de sempre perder, de sempre estar errado e de sempre se sentir a titica do piolho do cocô do cavalo. Simples, não?

Pois bem, esses dias as grandes mídias (não via a Globo falar, mas não assisto mais a Globo mesmo) sobre o tal "Ratinho da Coca-Cola". Ou, se preferir, "The Coke Mouse". Me pergunto, se ficará tão famoso quanto o Mickey Mouse, mas acho que não.

De início, a história me pareceu um tanto absurda, mas ainda assim, fiz questão de assistir a reportagem da Rede Record, ver as imagens, ouvir o depoimento, aí, me dei um pouco mais ao trabalho e observei a página no Facebook do carinha lá que ficou todo torto por causa de uma Coca-Cola e coisas e tals... E aí, depois de ponderar um pouquinho, me peguei pensando em como o discurso está soando inconsistente, ainda mais por conta dos muitos comentários que li a respeito, das grande opiniões dos internautas. E vejam vocês, o quanto um discurso pode ser, um tanto, inconsistente.

Funções para o refrigerante que foram atribuídas pelos internautas e (entre parênteses, coisas que já fiz e o resultado):

Coca-cola serve para:

→ Desentupir pia de cozinha: dizem que uma lata de coca-cola tem o poder de desentupir pias, lavatórios ou o que seja (já tentei, e foram 5 latinhas. NÃO DESENTUPIU NADA. A sexta latinha, tomei quente mesmo de raiva) STATUS: FAIL

→ Limpar cromados de carros: dizem que se você pegar uma esponja de aço (bombril), esfregar com coca-cola o cromado, o mesmo fica limpinho e brilhante por muito tempo (ráááá, meu pai tinha um Galaxy 500, da FORD, V8, e os dois para-choques eram realmente para-choques, de ferro e claro, cromados - NÃO LIMPOU NEM POLIU NADA,  o que sobrou foi uma bronca do meu pai porque a esponja de aço riscou todo o cromado) STATUS: FAIL

→ Limpeza de vaso sanitário: dizem que para o vaso sanitário, lugar sujo e nojento, certo, ficar limpinho, sem marcar, é só colocar o conteúdo de uma latinha de coca-cola e deixar por alguns minutos. Fiz isso com uma latinha, dias depois com uma garrafa de 1 litro e depois, não contente ainda, fiz com uma garrafa de 2 litros. (Além de não limpar, ainda fiquei com vontade de tomar uma latinha, mas tinha gasto todo meu estoque, ou então, peguei um lote que não prestava mesmo) STATUS: FAIL

→ Teste do osso de galinha que fica mole: dizem, mais uma vez, que se você colocar um osso de galinha na coca-cola e deixar por alguns dias ele fica mole como borracha. Aí sim, mesmo sem saber se era para deixar num copo fechado ou aberto, fiz e deixei a garrafa fechada, para conservar o gás. E o osso ficou mais ou menos mole, menos do que o mesmo que foi deixado no vinagre, que muitos usam para temperar a salada. (Fiz o teste, farei de novo com novas orientações) STATUS: OK

Vamos supor que tudo o que se diz fosse verdade absoluta, e que, o pobre ratinho tenha entrado erroneamente na garrafa depois de todos os processos aos quais é submetido o refrigerante em questão: tanques, tubulações, distribuidores, dosadores, engarrafadores e coisas assim. Será que todo o malefício apregoado por muitos não teria feito o ratinho simplesmente desintegrar?

Será que os ossos desse ratinho se tornaram, juntamente com sua pele e outros tecidos, tão molinhos que aguentaram tudo isso?

E ainda, porque é que o cidadão em questão não liberou para perícia a garrafa que estava com o ratinho. Porque?

E outra coisa que meu deixou ainda mais chateado com toda a situação. Pedi a ele, por meio de sua página no Facebook, que me mandasse uma foto dele, datada de antes do ocorrido, afinal de contas, ele afirma que ficou com sequelas por conta do rato na coca. Ele não mandou.

Então, no meio desses discursos tão inconsistentes, vou fazer o seguinte: "ME DÁ UMA COCA-COLA GELADINHA AÍ"?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!