quinta-feira, 21 de novembro de 2013

E alguém ainda acreditava?

Notícias dos portais dão conta hoje de que o Jenu, forma carinhosa que usarei para chamar um dos mensaleiros, ladrões, falcatruas, está liberado para cumprir prisão domiciliar por conta de sua saúde. Oras, vamos ser honestos: cumprir prisão domiciliar não é absolutamente um castigo por ter feito merda e ter tornado o povo brasileiro, representantes de uma nação das mais burras do planeta.

Jenu em casa é só o começo. O carequinha logo vai ser liberado também, o rei da plástica também e assim por diante.

Eu nunca acreditei que eles seriam realmente punidos, a não ser o jefe que ficou doente pra caramba e assim, está pagando com o resto de sua vida.

A justiça tarda mas não falha, falha mas não tarda a falhar, sempre. E essa prisão domiciliar é prova disso. Prova mais do que simples de que eu, Luiz Guilherme não acredito em nada mais nesse país, inclusive, se deus fosse brasileiro, talvez esteja de férias no caribe.

E pra finalizar, a grande decepção para mim, essa semana, foi o nobre Joaquim, esse, mostrou a que veio!

Abraços desacreditados a todos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!