quarta-feira, 26 de março de 2014

Quase 1 mês se passou...

Infelizmente estamos nos tornando uma geração que pouco valor dá às coisas. Se um celular começa a dar problema, jogamos fora e compramos um novo. Um carro? Bom exemplo: as montadoras hoje esperam que você compre um carro e em até 3 anos, faça a troca por um modelo novo. 3 ANOS!

Televisão, laptop, tablet - esses nem vou entrar no mérito da questão, bele? São descartáveis modernos.

O simples fato de que hoje em dia, temos uma preguiça mor a ponto de tomar café/chá/suco/água em copos plásticos que vão foder o meio ambiente por séculos, se acumular nos rios e causar enchentes e que para serem produzidos não podem usar plásticos reciclados como matérias primas... ahhh quer saber, somos mesmo um bando de preguiçosos.

O Greenpeace certa vez produziu uma campanha em que eles colocavam uma frase no seguinte contexto: imagens de mudanças climáticas, destruição e coisas assim e a frase: "Vocês queriam mudar o mundo, parabéns, vocês conseguiram. Assista aos vídeos abaixo:


Sinceramente eu não sei a qual "geração" eles estavam se referindo, mas levando em consideração que o fundo musical remete a gerações antes da minha, penso que haja um erro bastante conceitual nesse comercial. Pois, as gerações anteriores não tinha sequer a capacidade de imaginar que hoje, estaríamos jogando fora um copinho descartável, pelo simples prazer de não lavar uma louça.

E o copinho é apenas um exemplo, quer mais?

Óleo de soja (pode ser de milho, de canola, de amendoim, de girassol e qualquer outro): você compra e paga por 900ml + uma embalagem plástica descartável que vai pra onde? LIXO - e porque? Porque provavelmente você não quer ter que pegar uma garrafa de vidro, lavá-la e levá-la de volta ao mercado para que lá ela possa se carregada novamente com o óleo.

O leite é a mesma coisa. Você não quer ter o compromisso de ter que levar a vasilha, o litro, a embalagem de volta ao supermercado. O mesmo leite que tu compra numa tetrapak que tem em sua composição e de forma inseparável a perfeita combinação idiota de PAPELÃO+PLÁSTICO+ALUMÍNIO+COLA = algo que nunca vai se desfazer, poderia ser comprado em embalagens de vidro.

Bolachas, biscoitos e coisas assim, poderiam ser compradas a granel, em embalagens retornáveis, mas não, são embalados em plásticos aluminizados que vão demorar zilhões de anos para se decomporem.

Ei, seu preguiçoso, você chegou até aqui? Desistiu?

É por isso que eu também estou começando a desistir. Escrevo coisas como essas há anos e para que? Para alimentar meu ego? Para ofender alguém? Para estar quites com minha função de jornalista?

Não, não, escrevi até agora pois achei que poderia contribuir de alguma forma com um mundo melhor, mas eu sou apenas 0,0000000000000005% desse planeta preguiçoso e vadio que a terra tem se tornado. A terra não, os terráqueos, os seres mais nojentos e desprezíveis... Os únicos animais (sim, somos animais) que matam seus semelhantes e matam sem o intuito de comer...(ok, come-se em vida, mas isso é outra história)...

Por isso levei tanto tempo para atualizar desde minha ultima postagem. Meu gráfico de desânimo com o comportamento social moderno está em 75,87%

Se eu disser aqui que o ser humano é tão preguiçoso que parece que está cagando, deixando sujo e voltando para cagar num lugar cheio de merda, alguém vai me xingar e me mandar caçar minha turma. E é isso que eu acho que vou faze mesmo.

Mas, se você leu esse texto até aqui e acha que estou errado, que estou impreciso, que mereço uma crítica (positiva ou negativa), participe, comente, faça a sua parte.

Se não, fique na sua preguiça e continue deitado eternamente num berço esplêndido, mas, se fizer "totô nas calças", levante e lave...