segunda-feira, 14 de julho de 2014

Hoje é segunda-feira

Hoje é segunda-feira. E como sempre, é o melhor dia de minha semana. É na segunda-feira que normalmente defino e desenho o que será de minha semana, quando não, o que será da próxima semana. E as minhas ultimas segundas-feira (segundas-feiras - sei lá como é e estou com preguiça de pensar) não foram boas. Os motivos pelos quais elas não foram boas eu não abordarei aqui até porque são de cunho muito pessoal.

Mas é fato de que hoje, estou num esforço interno, tentando fazer com que de hoje em diante, minhas segundas-feiras voltem a ser os dias mais importantes de minha vida. E hoje, consegui acordar no horário (mentira, perdi o sono as 4)... Cheguei no trabalho no horário certinho (verdade), e já cedo comecei uma limpa em minha rede social, apagando amigos, retirando conteúdos e trabalhando minha privacidade, que tanto é mais importante para mim do que ficar demonstrando meus sentimentos e minhas verdades.

Se alguém quiser saber como estou ou como me sinto, se tiver meus contatos, obrigado, responderei feliz, mas se não tiver, talvez, não seja algo tão importante assim, não é mesmo?

Estou muito feliz com o brasil ter ficado em 4º lugar na copa do mundo. Quero realmente que o brasil perca mais umas 5 copas do mundo, para que aprendam a se comportar como atletas, como profissionais e principalmente, como representantes de uma nação que tem nesse esporte a paixão mais absoluta do mundo.

Hoje, primeiro dia depois de 1 mês de "copa do mundo", quero observar o que será desse brasil, que durante o evento mais importante do mundo, só se concentrou em matar trabalho, torcer, beber e gastar grana com foguetes. Quero ver 1% do empenho desse povo em escolher a melhor das tantas porcarias que teremos como candidatos. Quero ver esse povo gastar 1 rodada num bar para discutir se dilma vai, se dilma fica, se aécio é playboy ou se o outro candidato que não me lembro o nome é corrupto ou não.

Gostaria de ver os paranaenses se unindo para decidir se o richa vai, se o richa fica ou se gleise é a mais indicada para dar um pau no requião. Gostaria de ver essas coisas, mas sei que para esse povão, brasileirão que nunca desiste de nada, religião, política e futebol não se discute, não é mesmo? Que pena!

Mas também, não sou mais aquele babaca que tentava discutir isso. Estou perdendo, a cada dia que passa, literalmente, minhas habilidades e minhas vontades de me meter nesse tipo de discussão.

Primeiro porque:

Política: Petista é sempre petista. Eles não ouvem argumentos e se preciso, em nome do PT, partem para a agressão física. Os tucanos, esses choram, bicam, não dá pra argumentar muito. Os PMDB, se você oferecer algo em troca, eles podem até concordar com o que você fala, mas por trás, vão te xingar até a 5ª geração. Então, visto isso e que os demais não importam em nada, resolvi parar de discutir. Saúde, segurança pública e educação, não dá mais para discutir, pois essas áreas sempre criam polêmicas e cada qual, tem sua preferencia.

Futebol: nesse ponto, quem gosta gosta. Normalmente ou se gosta ou se odeia esse esporte. Eu odeio. Não entendo nada e não quero entender. Quero que o futebol seja extinto. Perdi...

Religião: assim como os petistas, conversar sobre religião ou a falta dela com crentes, evangélicos ou mórmons é pedir para ficar horas e horas sobre a tortura da pregação. Os católicos até aceitam que eu seja ateu, mas que deus vai me abençoar (kkkkk). Então, não dá pra conversar.

Se os temas que eu gostava, como política e religião eu não consigo mais discutir, meu silêncio será sempre mais presente e eloquente.

Pois bem então, é isso.

Desejo a todos uma excelente semana. Cada qual com suas limitações e com seus gostos e desgostos. Cada qual com sua crença ou a falta dela.. Cada qual com seu esporte ou seu desporto...

Boa semana e sucesso!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!