segunda-feira, 10 de novembro de 2014

E não é que aconteceu mesmo?

Certas coisas eu não acreditava que veria. Mas não porque elas me pareciam impossível, mas sim, porque elas me pareciam improváveis. Uma delas é ficar sabendo através da imprensa (marrom ou não) que Curitiba está, como dizer.... quebrada. Está faltando dinheiro para investir em coisas como saúde, educação, enfim... Né!

Segundo a administração municipal atual, que já está fechando seu segundo ano, a culpa é do governo anterior. Mas acredito que além da culpa do governo anterior, está rolando uma má administração também. Com toda certeza, a culpa vai ser sempre do governo anterior, essa é uma prática cotidiana de todos nós, afinal de contas, se a culpa é nossa, a gente coloca ela em quem a gente quiser, já dizia Hommer Simpson.

Fato é que agora, as notícias que estão na mídia dão conta de que a prefeitura vai ter que cortar gastos, diminuir dívidas, blá, blá, blá.. Esse papo é papo para esconder algo mais. Já afirmei isso aqui. Tem algo rolando e não saberemos o que é até que a bomba exploda.

Como uma prefeitura de uma cidade que não para de crescer, que tem seus imóveis valorizados ano após ano, seu comércio bombando e com lucros exorbitantes, pode estar mal das pernas.

Não quero nem pensar no colapso que seria se essa falência se tornasse realidade.

Mas está aí, a prefeitura deve uma grana que ela não tem!

E porque agora?

Durante os preparativos da COPA do MUNDO, era obra pra todo lado. (eu sei, com grana do federal), mas ainda assim, a prefeitura ajudou a custear arenas, baixadas e essas porcarias. Será que agora o metralha vai ajudar a prefeitura a custear as contas que, se não estão, ficarão atrasadas?

Tá bom, misturei tudo né, afinal política e futebol não se discutem.. Esquece a parte do dinheiro meu, seu, de todos nós que foi para um estádio privado que ainda nem está pronto. Esquece, por favor...

Sentar e esperar para ver no que vai dar, né...

Curitiba quebrada, ônibus mais caro... estamos indo para um futuro promissor, heim....

Fui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!